CDI na Insuficiência Cardíaca – Quando usar?

O CDI na Insuficiência Cardíaca pode desempenhar um papel importante no tratamento e prevenção de morte súbita nesses pacientes com insuficiência cardíaca grave. Quando devo usar? Como ele funciona? Confira!

O que é o CDI ?

O CDI, abreviação de Cardioversor-Desfibrilador Implantável, é um dispositivo, semelhante ao marca-passo cardíaco que tem muita utilidade no tratamento automático de arritmias cardíacas graves.

O CDI é implantado como um marca-passo cardíaco no peito do paciente e carrega uma bateria e funciona automaticamente.

Insuficiência Cardíaca Grave e suas Complicações!

Como o CDI funciona?

Depois de implantado no peito, o dispositivo monitora os batimentos do coração, batimento por batimento e é capaz de detectar as arritmias cardíacas graves e com risco de vida.

Normalmente, o melhor tratamento para essas arritmias é o CHOQUE ELÉTRICO no peito; portanto, quando o CDI detecta esse tipo de arritmia ele, automaticamente, dispara um choque elétrico corrigindo a arritmia que poderia ser fatal para o paciente.

CDI na Insuficiência Cardíaca

CDI na Insuficiência Cardíaca

Em qual Insuficiência Cardíaca devo usar?

Como você já sabe, a insuficiência cardíaca é o enfraquecimento da musculatura do coração e é o destino comum de várias doenças como infarto, hipertensão arterial, diabetes, doenças nas válvulas do coração, dentre outras. Veja mais aqui.

O CDI é utilizado naqueles paciente nos quais o médico viu, por exames como o Holter de 24 horas, que ele tem risco de apresentar arritmias cardíacas graves e com risco de morte súbita como:

  • Taquicardia ventricular sustentada.
  • Fibrilação ventricular.
  • Outras.

O CDI é para pacientes graves?

Olá Dr. Leonardo.
Meu nome é Luiz, tenho 40 anos. Em outubro de 2016 sofri um a IAM que evoluiu para miocardiopatia isquêmica e disfunção do ventrículo esquerdo FEVE32%, no ultimo ECO estava em 28%. Faço uso de Selozok 100mg pela manhã e 50 a noite,Enalapril de 5, Clopidrogel e ASS após o almoço e Rosuvastatina a noite.
Passei por implante de CDI, pelo motivo de profilaxia primaria (prevenção) de MS, em 09/03/17.
Dr, essa condição cardíaca pode ser agravar com o tempo?
Tenho sentido muita dormencia na perna esquerda, tem alguma coisa a ver com minha condição cardíaca?
Muito obrigado pelo artigo, muito bom!!!
Um Grande abraço!

Como você viu no comentário acima, quando o médico percebe que o paciente está sob risco de uma morte súbita, há a necessidade de se implantar o CDI.

O CDI pode salvar vidas?

Antigamente, esses pacientes apresentavam morte súbita e o médico não tinha como ajudá-los, pois o tratamento da arritmia exigia um CHOQUE ELÉTRICO IMEDIATO…

Mas como fazê-lo se o paciente está em casa, longe do médico?

Por isso, com o implante do CDI, o paciente permanece muito mais seguro e normalmente ele consegue reverter todas as arritmias com risco de vida e evitar que o paciente tenha uma morte súbita em casa.

Posso usar o CDI para tratar palpitações?

Não, absolutamente, NÃO.

O CDI é utilizado especificamente para tratar arritmias graves, de longa duração ou naquelas que provocam desmaio e tontura e que sabidamente levam o paciente para uma morte súbita.

Leia mais:

O uso do CDI é sinal de que minha ICC é grave?

No geral, SIM, é grave, pois traz um risco de vida. Entretanto, o CDI é muito eficiente no controle da sua doença.

O CDI pode piorar minha ICC?

Não, pois o CDI só irá atuar quando ocorrer uma arritmia grave e perigosa, com risco de vida para o paciente. O que agrava a ICC é o não tratamento da doença de base que provocou a Insuficiência cardíaca.

Alguma dúvida?

Fico com dúvida? Deixe seu comentário.

Leia mais:

Author: Dr. Leonardo Alves

Médico, Cardiologista que entende que a internet pode e deve ser uma fonte inesgotável de informações para os pacientes. CRMMG: 33.669 - Trabalha na Clínica Cardiovasc, em Teófilo Otoni, MG

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This

Compartilhe!

Compartilhe esse artigo com amigos!