Coarctação da Aorta em Adultos

A coarctação da aorta é um estreitamento da aorta após a sua orgiem no coração e a sua transição para a aorta abdominal. É tipicamente em um local isolado logo após o “arco” da aorta. O bloqueio pode aumentar a sua pressão arterial nos seus braços e na sua cabeça, mas reduzir a pressão nas pernas. Veja.

Às vezes, o estreitamento da aorta é tão grave que praticamente não existe conexão entre as porções superior e inferior da aorta, o que chamamos de “arco aórtico interrompido” – veja na foto ao lado.

Leia mais sobre Cardiopatias Congênitas 1)Heart.org

Coarctação da Aorta – O que o causa?

A área onde a coarctação da aorta ocorre geralmente no mesmo local onde o ducto arterioso (uma estrutura vascular) se fecha. Às vezes, durante o fechamento normal do ducto na primeira semana de vida, o tecido pode se acumular e causar um estreitamento. 2)Heart.org

coarctação da aorta

coarctação da aorta

Como a Coarctação da Aorta afeta o coração?

A coarctação da aorta pode provocar pressão alta no coração. Isso pode fazer com que o músculo da principal câmara de bombeamento do coração (ventrículo esquerdo) fique grosso, gerando uma hipertrofia ventricular esquerda. Eventualmente, a função do músculo cardíaco pode se deteriorar se a condição não for tratada e causar insuficiência cardíaca.

Como a coartação me afeta?

Muitas pessoas não sabem que são portadores de um problema cardíaco.

A pressão arterial elevada nos braços é típica da coarctação da aorta. Quando presente em um jovem, a pressão alta deve levar a uma investigação em busca da coarctação.

Às vezes, os adultos podem ter:

  • dores de cabeça,
  • problemas renais,
  • abortos frequentes ou
  • falta de energia para exercícios, principalmente nas pernas.

No entanto, esses sintomas são comuns na população em geral e geralmente são devidos a outras causas.

Como diagnostica a Coarctação da Aorta?

A coarctação da aorta é normalmente diagnosticada pelo ecocardiograma transtorácico, onde o examinador detecta a presença de um gradiente ao nível da aorta descendente e também pode ver um estreitamento a este nível.

 

Se minha coarctação foi reparada na infância, o que posso esperar?

A maioria dos pacientes que passaram por correção da coarctação da aorta (em um passado antes de 1990) foram submetidos a cirurgia. Na abordagem cirúrgica, o cirurgião tinha várias opções dependendo das circunstâncias, como o comprimento e a localização da coarctação.

coarctação da aorta tratamento

coarctação da aorta tratamento

Os adultos mais jovens podem ter feito a cirurgia de correção pelo cateterismo (o dito cateterismo intervencionista ou terapêutico) onde o estreitamento foi expandido por um balão inserido através de um pequeno orifício na perna.

 

Muitas vezes, um stent de metal é deixado no lugar para manter a área aberta. Esta também pode ser uma opção se um estreitamento adicional ocorrer em um adulto.

E se a coartação ainda estiver presente? Deve ser reparado na idade adulta?

Sim, a coarctação pode ser reparada a qualquer idade e deve ser abordada logo que seja diagnosticada, dependendo da gravidade do estreitamento. Adolescentes e adultos com coarctação podem ser tratados com cateterismo cardíaco, como na imagem acima.

Problemas causados pela Coarctação da Aorta.

Coarctação da Aorta e Hipertensão Arterial:

A pressão arterial alta é o problema mais comum que os adultos têm. Pode estar presente, mesmo que sua coarctação tenha sido corrigida corretamente. A pressão arterial elevada é mais comum se a coartação foi reparada após cinco anos de idade.

Coarctação da Aorta e Re-Coarctação da aorta:

Os pacientes tratados na infância estão em risco que a coarctação reapareça (re-coarctação) e podem requerer novo cateterismo.

A maioria dos pacientes com re-coarctação da aorta após o reparo inicial geralmente não apresenta sintomas, o que torna ainda mais importante uma avaliação regular por um médico.

Coarctação da Aorta e Aneurisma da Aorta:

A área em que havia a coarctação pode estreitar-se um pouco ou podem apresentar um aneurisma no local, com potencial de ruptura. Estes (com aneurisma) podem precisar ser operados com uma intervenção adicional.

Coarctação da Aorta e Doença coronariana:

Os pacientes podem desenvolver doença arterial coronariana, deixando-os vulneráveis ​​a ataques cardíacos.

Coarctação da Aorta e Aneurisma Cerebral:

Pacientes com coarctação da aorta podem ter um risco aumentado de terem um vaso sanguíneo aneurismático na cabeça – com risco elevado de aneurisma cerebral.

Coarctação da Aorta e Valva aórtica bicúspide:

A coarctação pode estar relacionada à presença de valva aórtica bicúspide.

Cuidados contínuos da Coarctação da Aorta – O que vou precisar no futuro?

Todo paciente com uma coarctação conhecida da aorta deve ser visto anualmente por um cardiologista com experiência em cuidados com adultos com doença cardíaca congênita, mesmo que a coartação tenha sido corrigida com sucesso.

A pressão arterial deve ser medida nos braços e pernas.

Quais medicamentos para pressão eu devo usar?

Os medicamentos geralmente escolhidos, são os bloqueadores beta (atenolol ou metoprolol) para controlar a pressão sanguínea.

Quais exames devo fazer?

Fazer imagens e avaliações periódicas da aorta deve ser realizada por meio do ecocardiografia transtorácica ou da ressonância magnética. A tomografia computadorizada também pode mostrar a área da coarctação, mas não é aconselhável para verificações de rotina repetidas porque envolve radiação.

Você também deve consultar um cardiologista com experiência em cuidar de adultos com doença cardíaca congênita.

Atividade física e Coarctação da Aorta:

A maioria das atividades provavelmente é segura e devem ser encorajada.

O exercício isométrico pesado, como o levantamento de peso, pode ser uma preocupação especial, especialmente em pacientes que têm aumento da aorta, uma vez que eleva a pressão sanguínea rapidamente.

Prevenção da Endocardite

Embora a infecção de uma coarctação possa ocorrer, não é provável e é muito rara. Mais comumente, os pacientes podem desenvolver uma infecção da válvula aórtica anormal bicúspide (se esta estiver presente). Todos os pacientes são aconselhados a praticar bons cuidados bucais e consultar-se com odontólogos regularmente.

Gravidez e coarctação da Aorta

Mulheres com coarctação corrigida podem ter uma gravidez com baixo risco. A exceção é se houver um estreitamento residual (sobras) da aorta ou se houver pressão arterial alta ou áreas dilatadas na aorta.

É melhor planejar sua gravidez com antecedência e fazer um exame completo, incluindo um estudo de imagem da aorta para detectar esses problemas antes de engravidar e controlar os problemas antes da concepção.

Será que preciso de mais cirurgia?

A necessidade de cirurgia ou cateterismo depende principalmente do nível de pressão em seus braços e em suas pernas durante o repouso e, em algumas circunstâncias, durante o exercício.

Se suas pressões sanguíneas no braço e na perna são normais e iguais, você provavelmente não precisará de mais intervenção. Se a pressão sanguínea estiver elevada em seus braços for mais de 20 mmHg maior que nas pernas, é provável que seja necessária uma intervenção adicional.

Quais as opções cirúrgicas da Coarctação da Aorta?

Quando ocorrem problemas e quando for necessário fazer uma cirurgia, mais e mais instituições utilizam cateteres e cateterismo em vez de cirurgia, o que é muito mais fácil para o paciente.

 

References   [ + ]

1. Heart.org
2. Heart.org

Author: Dr. Leonardo Alves

Médico, Cardiologista que entende que a internet pode e deve ser uma fonte inesgotável de informações para os pacientes.
CRMMG: 33.669 – Trabalha na Clínica Cardiovasc, em Teófilo Otoni, MG

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This

Compartilhe!

Compartilhe esse artigo com amigos!