Diabetes: História de pacientes

Descobri que tenho diabetes faz dois anos, num desses exames de rotina que sempre faço porque sou hipertensa. Ainda bem que foi dessa maneira, porque fui diagnosticada logo que os sintomas apareceram e pude controlá-lo desde então. Tenho uma filha de 29 anos que tem diabetes desde os dois anos de idade. Por causa dela me informei e conhecia o diabetes há muitos anos. A informação me ajudou muito, então quando descobri, não me assustei.

A princípio tive muita resistência em tomar a medicação, porque achava que só cuidando da minha alimentação eu poderia controlar o diabetes. Meu médico me mostrou que isso era errado, porque o diabetes pode sobrecarregar o organismo.

No meu caso, uma possível preocupação é que adoro comer, e isso poderia se tornar um problema. Eu incluí então a atividade física na minha vida, várias vezes por semana. Tem épocas que consigo fazer de 30 a 50 minutos todos os dias de caminhada, hidroginástica ou esteira, mas quando não é possível, me esforço para fazer exercício pelo menos dois dias na semana. Sei que abuso um pouquinho na alimentação às vezes, mas tento me manter firme nos exercícios.

Acho que a família é importante, porque assim como ‘pego no pé’ da minha filha quando vejo que ela está fazendo algo errado, também recebo uns ‘puxões de orelha’ das pessoas e essas broncas são necessárias. Ter pessoas por perto que te orientem, alertem para o que está certo e errado, mostrem quando você abusa da alimentação ou até contem as novidades do assunto, para mim, é mais importante que o remédio.

As pessoas até me chamam de “paciente comportada”, porque sigo as orientações sobre o diabetes e, assim, levo uma vida muito tranquila e boa!

Neste primeiro post, preferi não divulgar o nome da paciente, mas de desejar, deixe a sua experiência. Participe.

Deixe a sua experiência, conte-nos algo.

MARQUE SUA CONSULTA: Dr. Leonardo Alves na Clínica Cardiovasc

Author: Dr. Leonardo Alves

Médico, Cardiologista que entende que a internet pode e deve ser uma fonte inesgotável de informações para os pacientes. CRMMG: 33.669 - Trabalha na Clínica Cardiovasc, em Teófilo Otoni, MG

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This

Compartilhe!

Compartilhe esse artigo com amigos!