Disfunção Diastólica e Relaxamento Diastólico, o quê é?

A Disfunção Diastólica ou Relaxamento Diastólico Anormal do VE (ou ainda, Disfunção Diastólica Grau 1) é uma situação clínica que é bastante frequente e muitos pacientes ficam na dúvida sobre ela. Também conhecida como: disfunção diastólica do VE; disfunção diastólica Fase 1; Disfunção Diastólica de Primeira Fase, dentre outros nomes.

No geral, ela é encontrada no Ecocardiograma e os pacientes ficam com algum estresse quando vêem a palavra DISFUNÇÃO DIASTÓLICA, outras vezes chamada de Relaxamento diastólico Anormal do VE. Confira!

Disfunção diastólica – Sinônimos:

A Disfunção Diastólica do ventrículo esquerdo possui vários sinônimos e diferentes regiões do Brasil descrevem-na de diferentes maneiras, veja:

  • Relaxamento Diastólico anormal do VE (o que eu mais gosto).
  • RDA (abreviação do promeiro).
  • Disfunção diastólica de primeira fase.
  • Disfunção diastólica – Fase 1
  • Disfunção diastólica do VE.
  • Disfunção Diastólica do VE tipo Alteração do Relaxamento;
  • Relaxamento Diastolico do VE – Alterado (Fase 1).

Leia mais:

Função Sistólica e Função Diastólica:

O ciclo cardíaco é composto da função de contração e a função de relaxamento – são duas fases, portanto, a fase de Contração.

Função Sistólica:

A função mais importante do coração é a função de bomba, função de contração, chamada função SISTÓLICA e isso é bastante conhecido dos médicos e dos pacientes. Ao analisar o seu coração, o médico irá avaliar a Função Sistólica para saber se o seu coração está contraindo corretamente, ou seja, com uma força normal, suficiente para mantê-lo sem sintomas e também se todas as paredes, partes do coração estão contraindo uniformemente, sem o que chamamos de alterações segmentares (quando um segmento do coração não contrai adequadamente).

 

Função Diastólica:

A outra função que o médico analisa é a função diastólica, que é o momento em que o coração está relaxado ou relaxando-se (após uma contração). A função diastólica também exerce um papel bastante importante no funcionamento do coração, pois algumas doenças afetam SOMENTE  a função diastólica (durante a fase de relaxamento, pós contração/sístole).

 

Como eu posso vê-la no exame?

disfunção diastólicaO Ecocardiograma é o único exame que faz esse tipo de descrição e que analisa e descreve a Função Diastólica. No exame você poderá ver uma das imagens que estão na figura abaixo.

 

O Eletro ajuda ver a Disfunção Diastólica?

Não, de modo geral, o Ecocardiograma é o exame de escolha e o mais adequado para a avaliação.

Leia mais:

Disfunção Diastólica – Quais os tipos?

1 – Disfunção diastólica de fase 1.

Também chamada de Relaxamento diastólico anormal do Ventrículo esquerdo – Abreviação: RDA. A mais comum e menos sintomática delas. Essa é uma alteração que não traz maiores problemas para o paciente e é muito comum encontrá-la em pacientes com Pressão Alta ou diabéticos ou ainda na grande maioria dos pacientes com problemas cardíacos já conhecidos.

Raramente essa Disfunção diastólica de Fase 1 representa ou indica uma grave doença cardíaca. Mas ela deve ser avaliada juntamente com outras características clínicas que só o seu médico pode avaliar.

 

2 – Disfunção diastólica de fase 2.

Também chamada de Padrão Pseudo-normal (falso normal) de relaxamento diastólico do VE (ventrículo esquerdo).

Essa já é uma alteração que pode representar uma fase mais avançada da Disfunção Diastólica e está presente em pacientes em que a pressão de enchimento do ventrículo esquerdo está um pouco mais elevada (desculpe pela definição mais técnica). O seu médico fará uma análise mais detalhada.

 

3 – Disfunção diastólica de fase 3.

Também chamada de padrão restritivo – o mais grave e avançado e que costuma causar muitos sintomas no paciente.

Essa é a Disfunção diastólica de maior repercussão e que pode trazer um número maior de sintomas ao paciente. Aqui, as pressões de enchimento do ventrículo esquerdo estão muito acima do normal e o médico fará o tratamento adequado para reduzir os sintomas do paciente. O seu médico fará uma análise mais detalhada.

Também a Disfunção Diastólica de Fase 3 está presente nas doenças restritivas, que falaremos mais em outro artigo.

 

Essas alterações podem evoluir (piorar)?

Sim, podem, mas não é o comum. Quando o médico inicia o tratamento para a doença do paciente, ele espera que as alterações do relaxamento diastólico voltem a ficar em padrões normais ou principalmente, em Fase 1.

Evoluções possíveis:

  1. Fase 1 para Fase 2: não é bom, melhor verificar.
  2. Fase 2 para Fase 1: ótimo, está melhorando.
  3. Fase 2 para Fase 3: é ruim, mesmo.
  4. Fase 3 para Fase 2: ótimo.
  5. Relaxamento normal para Fase 1: não causa tanta preocupação e é comum ocorrer com a idade e com a presença de doenças como Hipertensão arterial e diabetes.

Leia mais:

E então, entendeu? Gostaria de saber mais?

Tem alguma dúvida a respeito… falaremos mais logo, logo.

Author: Dr. Leonardo Alves

Médico, Cardiologista que entende que a internet pode e deve ser uma fonte inesgotável de informações para os pacientes.
CRMMG: 33.669 – Trabalha na Clínica Cardiovasc, em Teófilo Otoni, MG

Share This Post On

52 Comments

  1. Muito bom Dr. Leonardo, em tempos em que os médicos mal olham em seus pacientes, temos um ocupado Dr. que nos traz alívio tirando nossas dúvidas que deveria ser tiradas nos consultórios onde somos atendidos, por absoluta falta de vocabulário apenas posso repetir: muito obrigado e parabéns.

    Post a Reply
    • Olá, Nelson
      Muito obrigado e grande abraço.

      Obs: Esse blog é informativo e não se configura consultório médico ou segunda opinião médica. Sempre Consulte o seu médico de confiança.
      Abraços.
      Leonardo.

      Post a Reply
      • Obrigado pela pastagem de explicação, foi muito útil e tranquilizante principalmente pra mim que recebi o laudo na fase 1.
        Um grande abraço.
        Obrigado mais uma vez

        Post a Reply
    • eu queria enteder o que e relaxamento disrtolico alterado

      Post a Reply
  2. oi Dr fiz o Eco DISFUNÇÃO DIASTOLICA TIPO RELAXAMENTO ANORMAL ve, sou hipertensa é grave

    Post a Reply
    • Olá,
      Relaxamento diastólico anormal do VE é uma alteração muito frequente e não indica, por si, gravidade extrema.
      Converse com seu médico e ficará mais tranquila.
      Grande abraço.

      Leonardo.

      AVISO:
      Esse blog não é consultório médico; não se configura consulta médica virtual, bem como segunda opinião médica.
      Faça a consulta com seu médico, pois ele é o mais indicado para emitir um parecer adequado sobre seu caso.
      Curta nossa fanpage: https://www.facebook.com/leonardo.alves.cardiologista
      Abraços.

      Post a Reply
      • fiz um ecocardiograma e deu defic de relaxamento do ve isso e muito grave ou e normal

        Post a Reply
        • Olá, Antônio.
          Isoladamente, essa alteração não traz muita informação.. Veja o artigo, pois eu o atualizei.
          Abraços.

          Post a Reply
          • Estou com este problema e não tenho doenças de chagas mais estou muito preocupada relaxamento VE, o que significa é grave, tem tratamento

          • Lourdes,
            Essa alteração está presente em muitas pessoas acima de 40 anos e em quase todas que tem algum problema cardíaco…
            Mas o Relaxamento alterado do VE apresenta-se quase sem sintomas.
            Abraços.

  3. Boa tarde!
    Há alguns anos fui diagnosticado com sopro no coração e prolapso na válvula mitral, mas sopro bem leve, o médico na época informou que exercícios físicos poderiam “curar” esse sopro, pois bem, dito e feito, após alguns anos na academia, nos 3 últimos exames que realizei não foi constatado o sopro. Ontem uma amiga da família que fez técnico em enfermagem disse à minha mãe que alimentos como alface e outros “verdes” contém uma substância que prejudica pessoas com sopro no coração, podendo em alguns casos levar a cirurgia para colocar uma “válvula mecânica”, o que deixou minha mãe bastante preocupada. Gostaria de saber se essa informação procede. Obrigado pela atenção.

    Post a Reply
    • Olá, André.
      Folhas verdes não prejudicam o coração nem as suas válvulas…

      O quê há de verdade ou confusão nessa frase?
      É o seguinte:
      Pessoas que JÁ TEM VÁLVULA MECÂNICA, usam o medicamento WARFARINA (conhecido como marevan). Esse medicamento exige um controle rigoroso dos exames de sangue. E este controle é prejudicado quando o paciente faz uso de folhas verdes por prejudicarem o controle desta medicação e do famoso “RNI”.
      Mas, pessoas que não usam MAREVAN, podem usar normalmente folhas verdes, até devem usá-las.
      Abraços.

      Post a Reply
  4. bom dia! o q significa, analise da função diastolica prejudicada, tenho prolapso da valvula mitral, descobri a uma semana,já marquei consulta com o cardio, mas estou desperada

    Post a Reply
    • Olá,
      Significa que não foi possível analisar a função diastólica do coração e isso ocorre por diversos motivos…
      Nâo disse que vc tem doença ou outra coisa, ele disse que não conseguiu avaliar e que a avaliação foi prejudicada por algum motivo. Algumas vezes, o fato do coração estar acelerado já atrapalha esta avaliação.
      Abraços.

      Post a Reply
  5. fiz um exame a de conclusão deu função sistolica global e segmentar do VE preservada em repouso.Sinais sugestivos de disfunção diastólica do VE fase 1,é perigoso.

    Post a Reply
  6. Boa noite Dr. Leonardo. Minha avó está com Neo de Bexiga e precisa fazer uma biópsia. O Dr. Urologista solicitou uma avaliação do médico Cardio, devido a uma oscilação frequente na pressão arterial. Ela realizou um Ecocardiograma com a seguinte conclusão:
    – Disfunção Diastólica do VE. -Estágio II. (Padrão de Pseudonormalidade).
    – Refluxo Mitral de grau discreto.
    – Refluxo Tricúspede de grau discreto.
    – Hipertensão Pulmonar de grau discreto.
    – Função sistólica global e segmentar, de ambos os ventrículos, prerservada.

    Gostaria de um esclarecimento frente a este resultado, se é segura a realização da biópsia com qual tipo de anestesia (Raque ou geral), visto a idade avançada de 85 anos.
    Desde já agradeço a atenção.

    Post a Reply
    • Olá, Gessica
      Obrigado pela participação, pois é muito importante para direcionar novos posts.
      Para melhores orientações, consulte o seu médico, ok?
      Fico feliz com todas as participações e passarei a responder as perguntas com atualizações dos posts e pela publicação de novas matérias; não estarei respondendo diretamente as perguntas nos comentários; Assim, evitaremos respostas repetidas e estaremos mais alinhados às orientações do Conselho de Medicina
      Grande abraço.
      Leonardo.

      Post a Reply
      • Doutor responde minha pergunta…meu E-mail:heber_cardoso@live.com.
        fui o último a perguntar,estou aguardando ansiosamente.

        Post a Reply
  7. Boa note Dr. Eu fiz uma ecocardiograma transtoracio e a conclucao foi: insuficiencia aortica minima e disfuncao diastolica de V.E. Tipo relaxamento alterado. Gostaria de um esclarecimento e se eh perigoso? Desde ja agradeco!!!!

    Post a Reply
  8. _ Bom dia dr. eu fiz um ecodoppler Cardiograma eu tenho 44 anos e deu função diastólica apresenta disfunção fase 1 tipo alteração do relaxamento , gostaria de saber mais sobre esse assunto pois não tenho conhecimento. eu operei da tireoide a 12 anos retirei a glândula total faço reposição com sintroide de 100 eu gostaria de saber se isso influência nesse meu problema . Com urgência Zilma Mourão . Obrigado

    Post a Reply
  9. Boa noite Dr. Leonardo, quero fazer das palavras de alguns paciente acima as minhas palavras de que o que o senhor faz é algo muito importante no sentindo de oriente o paciente para o que ele tem o quanto importante é fica atento as reações diferentes do corpo, acredito que suas orientações vem com objetivo maior na minha visão de tira alguns, mitos folclore, e trazer o o paciente para vida real antes que se passe muito tempo em relação a um problema. Tenho tambem a conciencia de que apesar da sua orientação e visão tecnica do problema a orientação dada é superficial mediante o paciente não esta presente, o senhor não ter mais infomações, mais ainda sim ajuda e muito vou me usar como exemplo. Bom em maio/2012 realizei um exame de eco no coração onde o mesmo concluiu o seguinte diagnostico DISFUNÇÃO DIASTOLICA DISCRETA(RELAXAMENTO ANORMAL), bom doutor realizei este exame em um hospital que é referencia na minha cidade em tratamento especializado em coração o hospital evangelico de Cachoeiro de Itapemirim-ES, e isso tudo pelo SUS ppois bem só consegui marca tal consulta com um outro cardiologista que não foi o que me solicitou o exame uns seis meses depois do exame pronto e o mesmo de disse que tenho nada ta tudo bem, bom mais cinco meses depois ainda sinto falta de ar as vezes, tenho uma especie as vezes de uma batida mais forte no beito como se fosse um tambor fora do ritimo do coração se formos considera o balanço da batida como se nessa batida algo fosse pula fora do peito, sinto as vezes tambem um mau estar como se fosse labirintiti ou quando a pessoa ta com fraqueza de fome como se eu fosse cai derrepente. Eu faço uso de um medicamento chamado propanolol 40mg, que um clinico geral me passou em uma vez que passei mau a um ano atraz por falta de ar e como não consigo marca cardiologista no SUS vou tomando, fiz outros exames antes como o teste da esteira(hergometrico ) um que a gente corre na esteira duas vezes nunca acusou nada. E com isso tudo eu sempre estou passando mau e indo para o hospital e chega la eles fazem exame de sangue para ver se estou tendo um infarto ja que sempre descrevo os sintomas de um infarto, mais todas as vezes graças a Deus nunca houve nada, bom e ai houve um tempo que eles me alertaram que eu provavelmente tinha sindrome do panico que isso era uns dos motivos de eu esta la, mais como sou obeso (135 kg com 1,77kg), tomo aalcol umas tres vezes na semana cerveja, sou sedentario(devido a depressão nunca quero fazer nada nem anda, fico horas sem comer não tenho fome), sou negro com 34 anos, não relatos na minha familia de mortes por problema de coração ha sim relato hausamem, derrame, e uma sindrome neurologica que é uma dor de cabeça forte(esta sindrome é muito comum entre povos portugues e alemães segundo o neuro), em virtude da depressão, o problema no cerebro/sindrome, tambem fico sempre enxado, obesidade eu faço uso destes medicametos a um ano e meio: Depakene 500mg uma vez dia, propanolol 40mg uma vez ao dia, fluxetina 20mg duas vezes ao dia, hidroclorotiazida, uma vez ao dia, o losartana 50mg( uso dele faço raramente no mes ou semana porque ele junto com o propanolol abaixa muito a pressão então para eu usa ele só se com o proppanolol não abaixa a pressão. Outro fato curioso que minha pressão o mais alto que eu ja vi ela mesmo quando não usava remedio foi 15 por 8 hoje usando o diuretico e o propanolol minha pressão fica entre 10 por 5 até 11 por 6 mais não passa disso chego as vezes me senti mau ai tomo o remedio ate pelo meio quando ta muito baixa. Doutor digitei este livro acima…rsrsrsr…. porque tente entender por favor não se de verdade para que recorrer o cardiologista que marcaram para mim a qui esta previsto para daqui uns 4 meses por ta cheio estou perdido com muito medo do que vi no meu resutado tenho uma filha de quatro anos e fico mau, choro muito por que cria ela não sei ate onde estou super valorizando meu problema ou não mais não sei o que fazer. Sei que para o senhor a situação mais correta e confortavel é pedi para que eu procure um especialista o mais rapido possivel mais não tenho isso aqui doutor sei que este esclarecimento virtual não é uma consulta, mais por favor tire minhas duvidas por estou desesperado…………Adenildo. E ai Doutor o que é essa Disfunção Diatolica discreta(relamento anormal) na minha vida? me ajuda.

    Post a Reply
  10. Olá doutor. Boa tarde. Sofro de taquicardia e estou fazendo alguns exames no INC. No meu eco disse “analise da função diastólica prejudicada pela taquicardia”. Eu li em suas respostas que isso não é um diagnostico de doença. Mas para a médica avaliar o meu problema, qual será o próximo procedimento? Antes deu fazer o exame, ela disse que dependendo dos resultados iria fazer um cateterismo. Acha que será necessário?

    Obrigada,
    Att,
    Lorena Fernandes

    Post a Reply
  11. Dr.Eu fiz uma cirurgia cardíaca quando tinha 14 anos,nessa cirurgia foi realizada uma plástica na válvula,e de lá pra cá eu sempre faço o Ecocardiograma anualmente ou até mais,e sempre com a Conclusão:Disfunção diastólica do VE-Grau 1. Valva mitral com dupla lesão:estenose moderada e insuficiência discreta. Insuficiência aórtica discreta.Insuficiência tricúspide discreta.Hipertensão pulmonar discreta,Dilatação biatrial.Hoje doutor estou com 29 anos,e acabei de pegar um novo Ecocardiograma,e dessa vez mudou apenas uma coisa dessa conclusão toda que acabei de descrever,mudou que agora é:Disfunção diastólica do VE-Grau 2.eu estou muito apavorado e é difícil marcar consulta para cardiologistas aqui na minha cidade,essa situação é grave? o que deve fazer? me ajude ai por favor.

    Post a Reply
  12. eu fiz eco e acusou que estou com a funçao diastolica anormal gostaria de saber se isso e muito serio.

    Post a Reply
  13. Boa tarde Doutor Leonardo!
    Me chamo Sonia e recentemente fiz dois exames: ECG de Repouso (Conclusão: Ritmo Sinusal, Bloqueio de Ramo Direito Avançado ) e o exame Ecocardiograma/Doppler (Conclusão: Alteração da Função Diastólica Tipo Deficit do Relaxamento). Tenho consciência de que aqui não é nem substitui o consultório medico, mas queria uma opinião, com base no que foi relatado e supondo que estes sejam as únicas irregularidades, esse seria um quadro: critico, preocupante, alerta ou QUASE sem importância ?
    Muito, muito obrigada.

    Post a Reply
  14. Fiz o eco a conclusão foi evidenciando alteração da função diastólica (“complacência”) do ventriculo esquerdo, pode me dizer sobre isso e se é grave

    Post a Reply
  15. Olá Doutor Leonardo muito boa noite, moro em Brasilia/DF e sofri infarto do miocárdio há 01 e 02 meses. Tinha 2 obstrução: 01 com 95% e a outra com 86%, sendo feito angioplastia com inserção de apenas um stent. Tenho sentido muitas dores e cansaço constante, fiz recentemente o ecocardiograma e o resultado deu: Função sistólica global do VE preservada, porém com alteração da contratação segmentar, além de acinesia de todos os segmentos apicais, com exceção do seguimento apical lateral que encontra-se hipocinético, também fiz o teste de esforço e deu exame positivo para isquemia miocárdica. Como o meu retorno ao médico e só para 25/03 gostaria de saber se e séria esta alteração. Muito obrigado e parabéns pelo site.

    Post a Reply
  16. Fiz um exame Ecocardiograma o resultado foi: Disfunção diastólica tipo I e refluxo valvar mitral discreto,qual tratamento pode passar para o tipo I ou tem cura

    Post a Reply
  17. Fiz um exame Ecocardiograma o resultado foi: Disfunção diastólica tipo I e refluxo valvar mitral discreto,qual tratamento pode passar para o tipo II.tem cura

    Post a Reply
  18. ola, dr. eu queria saber o que significa: VENTRICULO ESQUERDO COM FUNÇAOSISTÓLICA GLOBAL PRESERVADA E SINAIS DE DISFUNÇAO DIASTÓLICA TIPO ALTERAÇAO DO RELAXAMENTO.

    Post a Reply
    • Olá, Karinge.
      Está falando que a Função de Contração do seu coração está boa, mas a Função de Relaxamento (função diastólica) está alterada – releia o artigo pois eu o atualize, com suas dúvidas.
      Abraços.

      Post a Reply
  19. Sou portadora de doença de chagas tenho 51 anos, mas até hoje não tenho sintomas nenhum, descobri a doença porque fui doar sangue. Recentemente meu cardiologista me pediu uma ressonância magnética nuclear cardíaca pra avaliar: INSUFICIÊNCIA CARDÍACA I 50 AVALIAR A FUNÇÃO CARDÍACA POIS O ECO TRANSTORÁCICO APRESENTOU DISFUNÇÃO SISTÓLICA EM GRAU LEVE/ MODERADO DE VE FEVE 41%. ISSO É MUITO GRAVE?

    Post a Reply
    • Olá, Évila.
      A Disfunção sistólica diz que a força de contração do coração está reduzida – e merece tratamento para que você mantenha-se assintomática.
      Hoje, com medicações – os pacientes permanecem assintomáticas e tem uma boa evolução – desde que sigam acompanhamento médico.
      Abraços.

      Post a Reply
  20. Olá doutor Fiz o eco e deu as seguintes conclusões:
    *Câmara cardíaca com dimensões e espessuras normais.
    *Função sistólica Global e segmentar do VE preservada e em repouso.
    *Espessamento Valvar aórtico.

    Post a Reply
  21. Muito esclarecedor. Texto de fácil compreensão e bem detalhado para leigos.
    Obrigada pelas explicações.
    At., Magna

    Post a Reply
  22. Boa noite dr. Queria saber se Disfunção diastólica ventricular de grau 2, tem cura?

    Post a Reply
    • Opa, Liliam
      A “cura” depende do controle da doença/alteração que levou à disfunção diastólica grau 2…
      Nâo há remédio específico para a disfunção diastólica grau 2 e sim para a doença de base…
      MUitas vezes, pressão alta, insuficiência cardíaca, diabetes e outras … daí, é bom controlar essas doenças.
      Abraços.

      Post a Reply
  23. Boa tarde Dr., tenho 44 anos e fiz uma ecocardiograma bidimensional com doppler colorido e a conclusão foi a seguinte: ventriculo esquerdo com função contrátil sistólica preservada em repouso e sinal de redução da função diastólica. Isso é grave ? obrigado

    Post a Reply
    • Juan.
      Como visto no artigo, no laudo.
      Significa que há algum problema no relaxamento do ventrículo… mas não costuma ser grave.
      Só seu médico saberá diferenciar.
      Abraços.

      Post a Reply
  24. Olá dr. Leonardo! Procurei o cardiologista por sentir muita taquicardia e pausas nos batimentos cardíacos. Fiz holter que acusou extra sistoles, teste ergométrico normal, sem arritmias ou isquemia e no eco acusou disfunção diastólica Leve de VE. Minha pressão é normal, não sou diabética, estou com sobrepeso e sedentária, tomo synthroid por causa da tireoidite de hashimoto. Sofro de transtorno de ansiedade generalizada e estou sempre em sinal de alerta. A minha pergunta é: essa algumas das condições citadas acima podem ter influenciado no resultadondo exame, visto eu no dia estar com muita taquicardia, provocada pela ansiedade? Tem cura essa diafunção? Exercícios e perda de peso ajudariam? Obrigada

    Post a Reply
    • Cristina.
      Nenhuma desses problemas causa essa disfunção diastólica…

      Se seu cardiologista não te proibiu, você pode realizar atividades físicas.
      Abraços.

      Post a Reply
  25. Dr. boa noite,
    Meu Pai fez um eletrocardiograma e deu uma alteração Bloqueio de Ramo de Ramo Direito, passou com Cardiologista ele explicou sobre o resultado do exame, e explicou que teria que envestigar o pq desse resultado, solicitou um Ecocardiograma c Doppler e o Teste ergométrico.
    E o resultado do ECO consta na conclusão Evidenciando disfunção diastólica do VE grau | .
    Ele está c Colesterol alterado tomando sinvastatina.
    Isso significa que ele está c problema do esquerdo do coração? Pq no ECG foi um outro diagnostico.
    Desde já agradeço

    Post a Reply
  26. Olá Dr Leonardo!
    Primeiro, parabeniza-lo pela iniciativa de criar esse espaço tão importante para esclarecer nossas dúvidas.E em segundo, fiz um concurso e foi exigido o ecocardiograma, sendo que a conclusão no laudo foi DISFUNÇÃO DIASTÓLICA DE VE (GRAU I), minha pergunta é: isso reprova em concurso militar?
    Obrigado!

    Post a Reply

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This

Compartilhe!

Compartilhe esse artigo com amigos!