Estenose aórtica e Benefício INSS: Auxílio-Doença e Invalidez

Estenose aórtica e Benefício INSS; Estenose aórtica e Auxílio-Doença; Estenose aórtica e Aposentadoria por invalidez; Tenho direito de algum benefício do INSS com essas doenças cardíacas? Como proceder?

Discutimos sobre Estenose aórtica nesse artigo – agora, você saberá se preenche os critérios para conseguir o Auxílio-Doença ou a Aposentadoria por Invalidez.

Há dois tipos principais de benefícios previdenciários: Auxílio-Doença e Aposentadoria por Invalidez:

O que é Auxílio-Doença do INSS?

O auxílio-doença é um benefício por incapacidade devido ao segurado do INSS acometido por uma doença ou acidente que o torne temporariamente incapaz para o trabalho. O empregado deve imprimir o requerimento gerado pelo sistema e levá-lo ao INSS no dia da perícia, com carimbo e assinatura da empresa. 1)MTPS

Caso não possa comparecer à perícia médica no dia e hora marcados, você pode solicitar a remarcação, uma única vez, até três dias antes da data agendada, pelo telefone 135. Clique aqui para agendar seu benefício.

Principais requisitos

  • Comprovar doença que torne o cidadão temporariamente incapaz de trabalhar;

Aposentadoria por Invalidez?

A Aposentadoria por invalidez é um benefício devido ao trabalhador permanentemente incapaz de exercer qualquer atividade laborativa, e que também não possa ser reabilitado em outra profissão, de acordo com a avaliação da perícia médica do INSS. O benefício é pago enquanto persistir a incapacidade e pode ser reavaliado pelo INSS a cada dois anos.

Inicialmente o cidadão deve requerer um auxílio-doença, que possui os mesmos requisitos da aposentadoria por invalidez. Caso a perícia-médica constate incapacidade permanente para o trabalho, sem possibilidade de reabilitação em outra função, a aposentadoria por invalidez será indicada. 2)MTPS – Aposentadoria

As duas opções de Afastamento por doença:

Sendo assim, resumidamente, você deverá provar para o INSS que você preenche um dos dois critérios acima:

  • uma doença ou acidente que o torne temporariamente incapaz para o trabalho.
  • está permanentemente incapaz de exercer qualquer atividade laborativa, e que também não possa ser reabilitado em outra profissão.

Estenose Aórtica e benefício INSS:

Como a Consulta média avaliará o seu Quadro clínico?

Quadro clínico – Sintomas de baixo débito cerebral (tontura, lipotimia, síncope); angina de peito; presença de terceira bulha; insuficiência cardíaca; pressão arterial diferencial reduzida; pico tardio de intensidade máxima do sopro; desdobramento paradoxal da segunda bulha; fibrilação atrial.

Benefício INSS e o Eletrocardiograma – como pode te ajudar?

Eletrocardiograma – Sinais de sobrecarga ventricular esquerda importante, com infradesnivelamento de ST e onda T negativa em precordiais esquerdas; sobrecarga atrial esquerda; fibrilação atrial; arritmias ventriculares complexas; bloqueio atrioventricular total.

Benefício INSS e o Ecocardiograma – como pode te ajudar?

Ecocardiograma – Área valvar <0,75 cm2; gradiente médio de pressão transvalvar aórtica > 50 mmHg; gradiente máximo > 70 mmHg; sinais de hipocinesia ventricular esquerda.

Benefício INSS e o Cateterismo – como pode te ajudar?

Hemodinâmica – Área valvar <0,75 cm2; hipocinesia ventricular esquerda; coronariopatia associada.

Benefício INSS após Troca da Valva Aórtica

Situação pós-cirúrgica – Dadas as condições hemo­dinâmicas que uma troca proporciona, é de consenso que a obstrução permanece, embora com um gradiente menor, mantendo, portanto, a condição fisiopatológica. A permanência da definição de cardiopatia grave dependerá do gesto profissional.

Você possui essas alterações?

E aí, você possui alguma dessas alterações? Conte-nos.

References   [ + ]

Author: Dr. Leonardo Alves

Médico, Cardiologista que entende que a internet pode e deve ser uma fonte inesgotável de informações para os pacientes.
CRMMG: 33.669 – Trabalha na Clínica Cardiovasc, em Teófilo Otoni, MG

Share This Post On

4 Comments

  1. Olá dr eu sou o jorge tenho 28 anos.aos tres ano fui submtido a cirurgia de cia e derrame no pericárdio com sucesso.mas hoje atualmente sou portador de dac crônica e arritmias ventriculares complexas e tabem sofri um infarto que comprometeu 23 porcento do ve.bom eu trabalho de pedreiro mas não consigo mas me esforçar sinto dores no peito e dispineia posso ter algum benefício do inss

    Post a Reply
    • Jorge.
      Seu médico precisa ouvi-lo e tentar relacionar o seus sintomas à sua donça e ao seu trabalho.
      Se ele entender que o trabalho lhe prejudica, fará um laudo e pedirá seu afastamento.
      Abraços.

      Post a Reply
  2. OLA DR.EU SOU NAIARA DE ILHEUS -BA MEU FILHO FEZ CIRURGIA DE CIV AS 6ANOS DE IDADE.HJ ELE ESTA COM 12 ANOS E SENTE MUITA FRAQUEZA E CANSAÇO OS ULTIMOS EXAMES APRESENTOU BLOQUEIO DO RAMO DIREITO E INSUFICIENCIA MODERADA NA VALVA TRICUSPIDE ELE PODE TER ALGUM AUXILIO DO INSS

    Post a Reply
    • Olá, Naiara.
      Provavelmente, não.
      Essa insuficiência moderada é frequente e não costuma causar probelmas.
      Mas peça um laudo do seu cardiologista.
      Abraços.

      Post a Reply

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This

Compartilhe!

Compartilhe esse artigo com amigos!