As extra-sístoles são classificadas em Extra-sístole Supraventricular ou Extra-Sístole Ventricular – mas qual é o tipo que você sente? É possível descobrir pelos sintomas? Há alguma apresentação diferente entre elas? Descubra nesse artigo!

[membership level=”0″]Quer ler mais? Clique Aqui! e acesse o Melhor Conteúdo Exclusivo! [/membership]
[membership level=”0″] Olá, Aqui é o Dr. Leonardo Alves. Estamos felizes com seu interesse em nossos artigos. Quer ler mais? Clique Aqui! Escolha uma das opções de Membros e Aproveite os esse artigo! Temos muito interesse em solucionar suas dúvidas. [/membership]

 

A investigação das Extra-sístoles e das Palpitações seguem um roteiro bastante regular e o médico precisa que o paciente o ajude durante a consulta para que o diagnóstico seja mais preciso e rápido. Se houver necessidade, mais exames serão solicitados para se chegar a uma conclusão.

 

Há Extra-sístole Supraventricular e Ventricular:

Extra-sístole SupraventricularComo você já sabe e já leu nesse artigo, há extra-sístoles ventriculares e Supraventriculares. Elas são originadas de forma diferente:

  • Extra-sístole Ventricular: são originadas nos Ventrículos (Direito ou Esquerdo)
  • Extra-sístole Supraventricular: são originadas nos Átrios (Direito ou Esquerdo) ou no Nó Sino-Atrial

 

Quais são os Sintomas?

Felizmente, os sintomas de ambos os tipos de Extra-sístoles, tanto a Extra-sístole Supraventricular quanto a Extra-sístole Ventricular são muito semelhantes.

Os pacientes que possuem uma ou outra queixam, basicamente, dos mesmos sintomas.  As palpitações são descritas de forma semelhante.

 

A Palpitação da Ventricular é mais intensa?

É muito difícil e arriscado dizer que as Palpitações originadas Extra-sístole Supraventricular é mais ou menos intensa que a palpitação originada da Extra-sístole Ventricular.

A variação e diferença de percepção entre os pacientes é muito grande e cada um reclama sua palpitação de uma forma mais ou menos intensa, não sendo possível definir qual palpitação é mais intensa.

 

Como o médico fará o Diagnóstico?

O diagnóstico e a diferenciação entre um tipo da Extra-sístole supraventricular para a Extra-sístole ventricular é muito fácil quando o médico consegue captar/pegar um registro de eletrocardiograma que mostre a Arritmia.

O Holter ou o Eletrocardiograma são os exames mais adequados.

O Ecocardiograma não ajuda na diferenciação entre elas.

 

Qual extra-sístole é mais grave?

De forma geral, a extra-sístole ventricular pode trazer maiores consequências para o paciente que está com um coração doente, estruturalmente alterado (não normal). mas, em se tratando de sintomas de palpitação, não há como diferenciar.

Share This

Compartilhe!

Compartilhe esse artigo com amigos!