Gorduras trans, e não as gorduras saturadas, são prejudiciais à saúde!

Gorduras trans estão ligadas a maior risco de morte, AVC, Infarto, Diabetes 2 e doença cardíaca. Já as saturadas, não! Confira e mude seus conceitos. Veja a pesquisa do BMJ! Confira!

Pesquisadores canadenses descobriram que as gorduras trans estão associadas a um maior risco de morte e doença cardíaca. Por outro lado, gorduras saturadas não estão vinculadas a um aumento no risco de morte, acidente vascular cerebral, doença cardíaca e diabetes tipo 2. Os resultados da pesquisa, que se opõem a recomendações alimentares anteriores, foram publicados na revista “British Medical Journal” (BMJ).

Homemade croissants
Para reduzir o risco de doenças cardiovasculares, as atuais orientações alimentares recomendam limitar a ingestão de gorduras saturadas a 10 por cento e a de gorduras trans a menos de um por cento da energia consumida. “Durante anos, todos foram alertados a cortar as gorduras”, explicou o autor principal Russell de Souza.

“Gorduras trans não trazem benefícios à saúde e apresentam um risco significativo de doença cardíaca, mas o caso para a gordura saturada é menos claro.” 1)BMJ

 

Cientistas da McMaster University, em Hamilton (Ontário), analisaram os resultados de 50 estudos observacionais que examinavam a associação entre gorduras saturadas e/ou gorduras trans e os resultados de saúde em adultos. Os pesquisadores não encontraram uma clara associação entre alta ingestão de gorduras saturadas e doença cardíaca coronariana (DCC), doenças cardiovasculares, acidente vascular cerebral isquêmico ou diabetes tipo 2.

Ao contrário, foi descoberta uma associação entre a ingestão de gorduras trans e um aumento de 34 por cento em morte por todas as causas, um aumento de 28 por cento no risco de mortalidade por DCC e um risco 21 por cento mais alto de DCC. Devido a inconsistências nos estudos analisados, os pesquisadores não puderam determinar uma associação entre gorduras trans e diabetes tipo 2. Do mesmo modo, não foi encontrada associação entre gorduras trans e acidente vascular cerebral isquêmico.

Mas os pesquisadores destacaram que os resultados eram baseados em estudos observacionais e, portanto, não se podiam obter conclusões definitivas sobre causa e efeito.

“Não estamos defendendo um aumento na permissão para gorduras saturadas nas orientações alimentares, e não encontramos evidência de que limites mais altos sejam especificamente benéficos à saúde”, disse de Souza.

References   [ + ]

1. BMJ

Author: Dr. Leonardo Alves

Médico, Cardiologista que entende que a internet pode e deve ser uma fonte inesgotável de informações para os pacientes. CRMMG: 33.669 - Trabalha na Clínica Cardiovasc, em Teófilo Otoni, MG

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This

Compartilhe!

Compartilhe esse artigo com amigos!