Graus do Sopro no Coração: O sopros cardíacos são graduados por uma escala que vai de 1 até 6 – são os chamados Sopro no Coração – Grau 1, 2, 3, 4, 5 e 6. Como é feita esta classificação? Como ela funciona? Qual é o mais grave e como os cardiologistas usam essa classificação no dia-a-dia?

Graus do Sopro no Coração

Graus do Sopro no Coração

Como os sopros cardíacos são classificados?

Há várias maneiras pelas quais os sopros cardíacos são classificados. No geral, os cardiologistas os classificam de acordo com:

  • Intensidade.
  • Ocorrência no ciclo cardíaco
  • Presença ou não de frêmito
  • Dentre outras.

 

Graus do Sopro no Coração: Como classificar os sopros cardíacos?

De acordo com sua intensidade, os sopros cardíacos são classificados em números, do menor valor para o maior. 1)www.Heart.org

  1. Graus do Sopro no Coração: Grau 1: sopro leve, quase inaudível.
  2. Graus do Sopro no Coração: Grau 2: sopro de intensidade fraca, mas audível com leve atenção.
  3. Graus do Sopro no Coração: Grau 3: sopro que é fácil de ser ouvido.
  4. Graus do Sopro no Coração: Grau 4: sopro com frêmito (que pode ser sentido no tórax) – e que é alto e fácil de auscultar.
  5. Graus do Sopro no Coração: Grau 5: sopro com frêmito (que pode ser sentido no tórax) – e que é bastante alto.
  6. Graus do Sopro no Coração: Grau 6: sopro com frêmito (que pode ser sentido no tórax) – é muito alto, que pode ser auscultado até mesmo com o estetoscópio levemente afastado do tórax do paciente.

Leia também:

Sopro Sistólico e Sopro Diastólico – o que é?

O sopro sistólico é auscultado no momento em que o coração está ejetando o sangue para o corpo; já o sopro diastólico é auscultado quando o coração está relaxado, na fase de diástole e que está se enchendo para ser novamente ejetado na fase de sístole.

 

Quanto maior o sopro, mais grave?

Nem sempre, os Graus do Sopro no Coração significam gravidade. Há sopros que são grau 1 ou grau 2 e que são muito graves e há outros que são grau 4 ou 5 e que não precisam ser operados.

Portanto, tranquilize-se e pergunte ao seu médico sobre a sua situação.

 

Alguma outra dúvida?

Deixe sua pergunta nos comentários.

References   [ + ]

1. www.Heart.org

Quer me fazer uma pergunta?

Vamos lá! Coloque seu melhor E-mail no campo cina e veja como me perguntar! Não fique na dúvida!

Veja seu E-mail: Sua inscrição foi um Sucesso!

Share This

Compartilhe!

Compartilhe esse artigo com amigos!