Veja bem. Muito provavelmente todos vocês já ouviram falar que pressão arterial alta não tem causa e que a maioria das vezes o problema ocorre por questões familiares, de herança familiar e que o médico não irá encontrar a causa para a elevação da pressão… Isso é mesmo verdade! Mas existem algumas poucas ocasiões em que a pressão se eleva devido à presença de uma doença no corpo que provoca a elevação da pressão arterial. Continue lendo…

Sintomas de Pressão Alta e Hipertensão – Quais são?

Leia Mais…

Hipertensão Arterial Secundária – A minoria dos casos:

Hipertensão arterial sistemica secundariaTodo médico deve ficar atento à esta situação! Em 95 a 96% dos casos, nós médicos não encontramos a causa da hipertensão e a chamamos de HIPERTENSÃO ARTERIAL PRIMÁRIA (ou essencial).

 

Nos outros 4 a 5% dos casos, há uma doença no corpo do paciente que está causando a elevação acentuada da pressão arterial – neste caso, o médico tem que investigar direitinho a saúde do paciente, seguindo a um protocolo definido e já conhecido pelos cardiologistas para descobrir qual é esta causa.

Leia Também:

Hipertensão arterial secundária, a irmã da pressão alta.

Hipertensão Arterial Secundária – Quando suspeitar?

O médico suspeita de hipertensão arterial secundária quando o paciente preenche alguns critérios básicos:

1 – Quando é jovem, menor que 30 anos (pois a hipertensão primária costuma ocorrer após os 35anos).

2 – Quando a pressão alta se inicia de modo bastante abrupto e com níveis bastante elevados (maior que 160/110mmhg) e com picos de pressão bastante elevados.

3 – Quando a pressão alta se inicia após os 60 anos ou mais (pois a pressão arterial primária costuma iniciar-se entre 35 a 55 anos).

4 – Quando já no início da pressão alta, o médico encontra alterações no coração (indicando que a pressão alta tem uma característica mais grave.

5 – outras situações.

Remédios para Pressão Alta – Nomes, Doses…Tudo!

 

Principais causas de HA secundária, sinais indicativos e rastreamento diagnóstico:

Alguns indícios de que você possa ter Hipertensão Secundária:

  • Ronco, sonolência diurna, Síndrome Metabólica
  • Hipertensão Arterial Resistente e/ou com hipopotassemia (potássio baixo) (não obrigatória) e/ou com nódulo adrenal
  • Edema, anorexia, fadiga, creatinina e ureia elevadas, alterações do sedimento urinário (no exame de urina).
  • Sopro abdominal, Edema Agudo de Pulmão súbito, alteração da função renal por medicamentos que bloqueiam o Sistema Renina Angiotensina Aldosterona
  • Pulsos em femorais ausentes ou de amplitude diminuída, PA diminuída em membros inferiores alterações na radiografia de tórax – coarctação da aorta.
  • Ganho de peso, diminuição da libido, fadiga, obesidade central, potássio baixo.
  • Hipertensão arterial paroxística com cefaleia, sudorese e palpitações
  • Fadiga, ganho de peso, perda de cabelo, Hipertensão Arterial Diastólica, fraqueza muscular.
  • Intolerância ao calor, perda de peso, palpitações, exoftalmia, hipertermia, reflexos exaltados, tremores, taquicardia
  • Litíase urinária, osteoporose, depressão, letargia, fraqueza ou espasmos musculares, sede, poliúria
  • Cefaleia, fadiga, problemas visuais, aumento de mãos, pés e língua

Hipertensão Arterial Secundária – Causas Possíveis:

1 – Doença renal: insuficiência renal e outras.

2 – Doença congênita (de nascimento): coarctação da aorta em adultos e Crianças.

3 – Obstrução nas artérias dos rins.

4 – Doenças hormonais: hipertireoidismo e doenças nas glândulas suprarenais;

5 – Outras, como obesidade (que também tem sido considerada uma hipertensão secundária).

 

O interessante desta hipertensão secundária é que ela pode desaparecer com o tratamento da causa de base. Converse com o seu médico.

Leia Mais…

E a sua Hipertensão? Está controlada?

Deixe o seu comentário.

Quer me fazer uma pergunta?

Vamos lá! Coloque seu melhor E-mail no campo cina e veja como me perguntar! Não fique na dúvida!

Veja seu E-mail: Sua inscrição foi um Sucesso!

Share This

Compartilhe!

Compartilhe esse artigo com amigos!