Holter – Arritmia na madrugada, o quê fazer?

As arritmias cardíacas causam muitas preocupações nos pacientes, principalmente naqueles com síndrome do pânico. Quando os exames como o Holter ficam prontos, muitos leem os laudos e ficam aterrorizados com os números e termos técnicos. Veja.


Veja a dúvida:

Tenho transtorno do pânico e de uns 3 meses para cá tenho sentido arritmias durante a noite ou mesmo quando me deito os batimentos aceleram e me incomodam muito .fiz um holter e acusou arritmia ventricular durante a madrugada , estou preocupada porque minha consulta com o cardiologista vai demorar uns dias , posso esperar ? Ou tenho que procurar um atendimento mais rápido ? Tomo 10 mg de Propanolol por dia , isso ajuda ?

 

Qual o tipo de Arritmia?

É fundamental que o paciente saiba do seu médico qual o tipo de arritmia que ele está tendo, pois a resposta para esta pergunta muda toda a conduta. Há arritmias graves…

Arritmias Cardíacas:

Saiba mais sobre vários tipos de arritmias ou batimentos cardíacos irregulares. Algum tratamento necessidade, muitos não o fazem. Saiba a diferença. Clique Aqui.

O quê seu médico disse?

Pergunte ao seu médico o nome da arritmia – pois há arritmias graves e outras, nem tão graves. Alguns são totalmente benignas e não causam nenhum problema.

 

Como escolher seu Medidor de Pressão?

A Falta de exercício, uma dieta deficiente e outros hábitos pouco saudáveis podem cobrar um preço alto ao longo dos anos. Qualquer pessoa em qualquer idade podem se beneficiar de passos simples para manter o seu coração saudável durante cada década de vida. 1) Veja como:

Leia Também:

 

Arritmia mais frequente à noite? Posso ter morte-súbita dormindo?

Novamente reforço. Não é o horário da arritmia que importa… o que importa é o NOME DA ARRITMIA … Arritmias como a TVS e a Fibrilação ventricular são muito graves. Mas no geral, o que o holter frequentemente mostra são Extra-sístoles ventriculares e supraventriculares e estas duas últimas, são habitualmente benignas.

 

Tranquilize-se e mostre os exames para seu médico.

Author: Dr. Leonardo Alves

Médico, Cardiologista que entende que a internet pode e deve ser uma fonte inesgotável de informações para os pacientes.
CRMMG: 33.669 – Trabalha na Clínica Cardiovasc, em Teófilo Otoni, MG

Share This Post On

4 Comments

  1. Tenho síndrome do pânico há uns 20 anos tenho muitas palpitações porém meus exames nunca deram nada de anormal.Só agora que meu eco deu insuficiência mitral leve.Faço exercícios físicos e não tenho sintomas.mas tô muito preocupada com esse resultado é quanto mais ansiosa fico mais tenho palpitações.

    Post a Reply
  2. Eu tinha um diagnóstico de W.P.W a cinco anos atrás, senti que mudou era umas extrassistoles de primeiro, agora sinto palpitações e o Holter
    deu Taquirritimia supra ventricular, Fibrilação atrial paroxística tem me incomodado muito tomo de manhã BENICAR HCT 40mg 25mg,LIMBITROL 5mg 12,5mg e a noite RITMONORM 300mg, LOREDON 50mg não tenho sentido melhora alguma a alguns meses tomando isso tudo. ESTOU MUITO PREOCUPADO, DEVO???

    Post a Reply
    • Sérgio.
      As Taquirritimia supra ventricular e a Fibrilação atrial paroxística são problemas novos.
      A fibrilação, principalmente, precisa de tratamento (dependendo do seu risco).
      Abraços.

      Post a Reply

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This

Compartilhe!

Compartilhe esse artigo com amigos!