Quer saber as Consequências do Infarto do Miocárdio? O infarto do miocárdio é uma doença bastante grave e pode trazer diversos problemas para o paciente. E então? quais são as consequências do infarto para o paciente? O quê ele provoca no nosso coração? Como devo proceder? Quais as complicações principais do infarto?

Já falamos aqui o quê é infarto e até mostramos alguns videos interessantes sobre a ocorrência desta doença.

Leia mais…

 

Qual a principal alteração provocada pelo infarto?

Dor no peito

Dor no peito

Quando ocorre um ataque cardíaco, o músculo cardíaco que perdeu fornecimento de sangue começa a sofrer lesões. A quantidade de danos no músculo do coração depende do tamanho da área quer recebia sangue pela artéria bloqueada e o tempo entre a lesão (a obstrução) e o tratamento. Os Danos ao músculo cardíaco causados por um ataque cardíaco se cura através da formação de tecido cicatricial. Ele normalmente leva várias semanas para o músculo cardíaco para curar. O período de tempo depende da extensão da sua lesão e sua própria taxa de cura (de forma bem pessoal e diferente entre os pacientes). O coração é um órgão muito especial e mesmo que uma parte dela pode ter sido gravemente ferido, o resto continua trabalhando. Mas pelo fato de o seu coração estar danificado, ele pode se tornar mais fraco e não conseguir bombear tanto sangue como de costume. No entanto, com o tratamento adequado, após um ataque cardíaco e mudanças de estilo de vida, podem limitar os danos e até mesmo, limitá-los ou evitá-los. 1)Heart.org

A principal alteração provocada pelo infarto é a perda ou redução de contratilidade de uma ou mais partes do coração – chama alteração segmentar da contratilidade – ou seja, há uma alteração em um segmento do músculo cardíaco.

Normalmente, isso significa que este segmento ou parou de bater (morreu e necrosou – chamado de acinesia, sem movimento) ou ele contrai com menos força (bate fraco, chamado hipocinesia).

 

Leia Também:

 

Consequências do Infarto – Perda da função sistólica (de contração)?

O que todo cardiologista espera é que o infarto seja pequeno (que acometa somente uma pequena porção do músculo) e que mantenha a função sistólica (a função de contração do miocárdio) inalterada. Neste caso, não haverá comprometimento da função sistólica ou este comprometimento será leve, isso é bom, aliás, o melhor dos mundos. Mesmo que o ventrículo esquerdo tenha alteração da contratilidade, a função sistólica estará preservada.

Leia mais…

 

Quais os níveis de comprometimento:

1 – Função sistólica normal;  2 – Disfunção sistólica leve; 3 – Disfunção sistólica moderada e 4 – disfunção sistólica importante/grave.

 

Consequências do Infarto – As arritmias cardíacas: 

Das consequências do Infarto do Miocárdio, as arritmias cardíacas são as mais temidas. As São as alterações no ritmo cardíaco provocado pelo infarto. Algumas destas arritmias são bastante graves e podem ser fatais já no início do infarto e são elas que costumam matar o paciente subitamente após a ocorrência do infarto.

Outras arritmias: Diversas outras arritmias podem ocorrer, mas são mais simples e costumam ser tratadas pelo médico cardiologista naturalmente com a medicação oral.

Leia mais…

Consequências do Infarto – Alterações nas válvulas do coração?

É, realmente isso pode acontecer, mas é menos comum. Um infarto mais grave pode provocar um distúrbio no funcionamento da valva mitral e provocar séria insuficiência mitral, mas neste caso, seria uma insuficiência mitral moderada ou importante.

Não vamos confundir insuficiência mitral leve (que já existia antes do infarto) e achar que foi o infarto que a causou, não; assim como alterações degenerativas nas válvulas.

Leia mais sobre Hipertensão Arterial:

References   [ + ]

1. Heart.org

Quer me fazer uma pergunta?

Vamos lá! Coloque seu melhor E-mail no campo cina e veja como me perguntar! Não fique na dúvida!

Veja seu E-mail: Sua inscrição foi um Sucesso!

Share This

Compartilhe!

Compartilhe esse artigo com amigos!