Insuficiência Aórtica: Causas, Sintomas, Tratamento!

A insuficiência aórtica (ou regurgitação aórtica) é uma doença muito comum na prática da cardiologia e merece atenção especial de médicos e dos pacientes. Ela provoca sopro no coração, uma série de sintomas do coração e algumas vezes, levando o paciente para uma cirurgia de troca valvar. O problema maior é que algumas vezes, os sintomas são silenciosos e o paciente pode ser surpreendido com sintomas já na fase mais avançada da doença. Confira.

 

insuficiencia aórticaInsuficiência Aórtica: O quê é?

Aórtica regurgitação – ou insuficiência aórtica – é uma condição que ocorre quando a válvula aórtica do seu coração não se fecha adequadamente. A insuficiência aórtica permite que um pouco do sangue que acabou de ser bombeado para fora do seu coração (do ventrículo esquerdo) vaze de volta para ele.

Quando grave, o vazamento pode impedir seu coração de bombear eficazmente o sangue para o resto do seu corpo. Como resultado, você pode sentir-se cansado e com falta de ar.

A regurgitação da válvula aórtica pode desenvolver repente ou ao longo de décadas. Uma vez que a regurgitação aórtica torna-se grave, a cirurgia é muitas vezes necessária para reparar ou substituir a válvula aórtica. 1)MayoClinic – Complications

 

Insuficiência Aórtica: As Causas?

Qualquer condição que danifica uma válvula pode causar regurgitação. Causas de regurgitação aórtica incluem:

  • Doença valvular cardíaca congênita. Você pode ter nascido com uma válvula aórtica que tem apenas dois folhetos (bicúspide) ou com os folhetos fundidos em vez dos três folhetos separados normais. Isso o coloca em risco de desenvolver insuficiência aórtica em algum momento de sua vida.
  • Endocardite. A válvula aórtica pode ser danificado por endocardite – uma infecção dentro do seu coração que envolve válvulas cardíacas.
  • Febre reumática. A febre reumática – uma complicação de infecções na garganta e por ser uma doença muito comum na infância no Brasil – pode danificar a válvula aórtica. A febre reumática ainda é prevalente nos países em desenvolvimento, mas raro nos Estados Unidos.
  • Doença. Outras condições raras pode ampliar a válvula aórtica e levar a regurgitação, incluindo a síndrome de Marfan, uma doença do tecido conjuntivo.
  • Trauma. Danos traumáticos perto da aorta e próximo da válvula aórtica, tais como danos causados por traumas no seu peito, também pode causar regurgitação aórtica. 2)MayoClinic – causes

 

Insuficiência Aórtica: Quais os tipos?

Os tipos de insuficiência aórtica são determinados pela causa base que levou ao problema na válvula, como você verá abaixo.

 

Insuficiência Aórtica: Os Fatores de Risco

Seu risco de regurgitação aórtica é maior se você tiver sido afetada por qualquer dos problemas a seguir:

  • Danos na válvula aórtica. Inflamação associada a certas condições, como a endocardite ou febre reumática, pode prejudicar a sua válvula aórtica. Além disso, um estreitamento da válvula aórtica (estenose aórtica) pode ser associado com regurgitação aórtica.
  • A pressão arterial elevada (hipertensão). A pressão arterial elevada pode dilatar a raiz da aorta e os folhetos da válvula pode se separar e provocar o vazamento de sangue.
  • Doença valvular cardíaca congênita. Se você nasceu com uma válvula aórtica mal formado, suas chances de ter regurgitação aórtica aumenta consideravelmente.
  • Doença. Certas condições, incluindo a síndrome de Marfan e espondilite, pode fazer com que a raiz da aorta (aorta onde se liga ao ventrículo) dilate (como ocorre na hipertensão arterial), resultando numa válvula aórtica que permite que o sangue volte.
  • Idade. Na meia-idade, você pode desenvolver algum regurgitação aórtica causada pela deterioração natural da válvula. 3)Mayoclinic – Risk Factors

 

Como prevenir a Insuficiência Aórtica?

É difícil prevenir o aparecimento da Insuficiência aórtica, pois a maioria das causas da Regurgitação aórtica não permite que você atue evitando-a.

A melhor maneira de prevenir (dentro do que você pode agir) é mantendo sua pressão arterial muito bem controlada.

 

Quais as complicações da Regurgitação Aórtica?

Qualquer problema de válvula cardíaca coloca em risco de uma infecção em seu coração (endocardite). Se a válvula aórtica estiver com uma perfuração, você estará mais propensos à infecção do que é uma válvula saudável.

Quando é leve, regurgitação aórtica não causa uma ameaça séria à sua saúde. Mas quando é grave, insuficiência aórtica pode levar a insuficiência cardíaca. insuficiência cardíaca é uma condição séria em que o seu coração é incapaz de bombear sangue suficiente para atender às necessidades do seu corpo.

 

Insuficiência Aórtica: Os Sintomas

Na maioria das vezes, regurgitação aórtica desenvolve-se gradualmente, e seu coração compensa o problema e você permanece sem qualquer sintoma. Você pode não ter sinais ou sintomas durante anos, e você pode até não saber que você tem a condição.

No entanto, como a insuficiência aórtica se agrava, sinais e sintomas podem surgir, tais como:

Quando consultar um médico?

Faça contato com o seu médico imediatamente e principalmente se você apresenta sinais e sintomas de insuficiência aórtica. Às vezes, as primeiras indicações de regurgitação aórtica são os de sua principal complicação, insuficiência cardíaca congestiva. Consulte o seu médico se você tem fadiga, falta de ar, e tornozelos e pés inchados.

 

Insuficiência Aórtica: Como é feito o diagnóstico?

O diagnóstico se inicia durante a consulta, quando o médico ausculta o seu coração e ouve um sopro diastólico na posição do foco aórtico do seu coração.

O ecocardiograma transtorácico é o principal exame para fechar o diagnóstico e para graduar o nível da insuficiência aórtica. No geral, o ecocardiograma fará a graduação do seu problema nos seguintes termos:

  • Insuficiência aórtica em grau leve (ou regurgitação aórtica em grau leve).
  • Insuficiência aórtica em grau leve a moderado (ou regurgitação aórtica em grau leve a moderado).
  • Insuficiência aórtica em grau moderada (ou regurgitação aórtica em grau moderada).
  • Insuficiência aórtica em grau moderada a importante (ou regurgitação aórtica em grau moderada a importante).
  • Insuficiência aórtica em grau importante (ou regurgitação aórtica em grau importante).

 

Insuficiência Aórtica: Quais os tratamentos possíveis?

Quando assintomático, o paciente muitas vezes nem precisa de tratamento.

 

  1. Insuficiência aórtica em grau leve (ou regurgitação aórtica em grau leve).
  2. Insuficiência aórtica em grau leve a moderado (ou regurgitação aórtica em grau leve a moderado).
    • Nessas situações acima (1 e 2) normalmente o paciente não precisa de tratamento, pois o seu coração não sofreu nenhuma alteração por causa da regurgitação aórtica.
  3. Insuficiência aórtica em grau moderada (ou regurgitação aórtica em grau moderada).
  4. Insuficiência aórtica em grau moderada a importante (ou regurgitação aórtica em grau moderada a importante).
    • Nesse ponto (3 e 4) os paciente já precisam de um acompanhamento médico mais próximo, pois o problema avançou para um nível moderado e seu médico precisa estar bem próximo de você para atuar de forma eficiente.
    • Nessa fase, talvez já seja necessário o tratamento medicamentoso.
  5. Insuficiência aórtica em grau importante (ou regurgitação aórtica em grau importante).
    • Na fase 5, a cirurgia de troca valvar aórtica já costuma estar indicada.

 

 

Como levar a vida com Insuficiência Aórtica?

Leve sua vida da melhor maneira possível priorizando medidas como atividade física e dieta saudável. Seu médico irá direcionar o melhor nível de atividade física de acordo com o nível da sua insuficiência aórtica.

 

Agora é com você?

Aproveite que o artigo está em construção e deixe a sua dúvida.

O quê achou do texto? Conseguiu entender direitinho? Deixe a sua dúvida nos comentários que tentaremos atualizar o conteúdo do artigo para que ele fique mais completo.

References   [ + ]

Author: Dr. Leonardo Alves Cardiologista

Cardiologista que entende que a internet pode e deve ser uma fonte inesgotável de informações para os pacientes. CRMMG: 33.669 - Trabalha na Clínica Cardiovasc, em Teófilo Otoni,

Share This Post On

16 Comments

  1. Bom dia dr fiz um eco cardiograma resultado aortoesclerose com acometimento valvar não obstruido ve com disfunção diastolica tipo relaxamento alterado função sistólica e segmentar preservadas. O que significa? Tenho triglicerios 450 e colesterol 240 comecei a fazer uso de medicamentos é perigoso? Tem cura?

    Post a Reply
  2. Sentia umas dores leves na regiao do coracao, fui a consulta medica, o especialista fez-me um ecg e chegaram a conclusao de que estou com insuficirncia aortica moderada. Estou a fazer tratamento. Talvez tudo isso resulte do facto de ter apanhado um avc ha 12 anos. A informacao que obtive aumentou meus conhecimentos sobre a doença. Mt obrigado.

    Post a Reply
    • Inácio, a causa do AVC não foi explicada, ainda…
      A insuficiência aórtica moderada tem um tratamento expectante (tipo: vamos esperar)… Tomara que se mantenha moderada e não evolua para importante/grave.
      Abraços.

      Post a Reply
  3. Gostei muito me esclareceu bastante.

    Post a Reply
  4. Fui diagnosticada com insuficiencia mitral e aortica discreta, gostaria de saber se ela pode evoluir, e o que eu devo evitar.

    Post a Reply
  5. Bom dia,

    Fui diagnosticado através do ecocardiograma com discreto refluxo.

    insuficiência aortica. (Iao discreto).

    Não sinto NADA. Apenas fiz o ecocardiogra+eletrocardiograma para fase médica de um concurso público.

    Eu posso continuar fazendo atividades físicas normalmente? (Corridas e musculação?)

    Corro riscos de infarto durante o exercício?

    Fiquei temeroso!

    Desde já agradeço.

    Alex Ferraz.

    Post a Reply
  6. meu exame deu insuficiência valvular aórtica minima.
    Sinto muita falta de ar quando faço qualqer exercicio, na verdade nem consigo correr.
    sempre achei q era asma, e sempre fiz uso de bombinhas…
    agora fiquei em duvida, se posso ter isso a vida toda, e achava q era asma !?
    tem como ?? ou no grau minimo nao existe sintomas ?
    estou com 27 anos.

    Post a Reply
  7. Por favor responda minha pergunta
    Minha mãe fez uma cirurgia a uns três anos atrás para estenose aórtica e colocou uma válvula metálica agora ela fez o ecocardiograma e apareceu válvula metálica com mobilidade adequada com refluxo discreto é grave? Ela toma anticoagulante se for preciso fazer uma cirurgia ela aguenta?

    Post a Reply
    • Diego
      Válvula metálica com mobilidade adequada com refluxo discreto – é NORMAL.
      Toda vez que opera, fica assim.
      Nada de mais.
      Abraços.

      Post a Reply
  8. Muito bom,excelente.
    Bom dia ,tenho aórtica com classificação moderada ,tomava Atenolol ,meu medico mandou parar de tomar , é certo ,pois a pressão subiu.

    Post a Reply
    • Célio,
      Se ele pediu para parar de tomar e a pressão elevou-se, deve voltar nele para avisá-lo.
      Não deve ficar com ela elevada.
      Abraços.

      Post a Reply

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This

Compartilhe!

Compartilhe esse artigo com amigos!