Medicações para o coração e dores de cabeça…

Efeitos colaterais! Tristes efeitos colaterais. O quê seriam eles? Imagine que você tenha um mosquito/pernilongo ferroando a sua testa e para matá-lo… você pede a um colega que aplique um jato de BHC (antigo BHC), um Detefon ou outro… Você matará o pernilongo, mas terá uma incrível dor nos seus olhos! Não aconselho fazer isso! Com medicações para pressão arterial também é assim (guardadas as devidas proporções).

Muitos paciente chegam até o consultório com a pressão arterial de 180/120mmHg… (bastante elevada). Inicio a medicação, acrescento outra e outra… até que a pressão chega a 130/88mmhg (ótimo, uma boa redução)… Todos ficam satisfeitos…

Mas… passado algum tempo…

Entretanto, nem tudo são flores! Passado algum tempo, a paciente queixa de edema nas pernas e dor de cabeça… Estes sintomas começam a aumentar… São os famosos efeitos colaterais… A medicação melhorou a pressão, mas causou-lhe dor de cabeça e edema nas pernas…

E aí! o quê fazer?

Veja bem… é uma decisão delicada e dependerá de cada médico e da ajuda do paciente. Em resumo, há duas opções:

1 – Trocar a medicação (que está resolvendo o problema mais grave que era a hipertensão arterial) por outra medicação e testar esta nova medicação para ver se funciona tão bem quanto a outra que causou os efeitos colaterais.

2 – Pedir a opinião do paciente: nós, médicos, nem sempre conseguimos encontrar um medicação EXCELENTE e que não tenha nenhum efeito colateral. A pergunta é: Daria para aguentar este efeito colateral (esta dor de cabeça)? Pois, como o controle da sua pressão ou de sua arritmia está indo tão bem, não sei se seria uma boa opção ficar mudando de medicação… Você aguentaria mais um tempo?

Se o paciente disser que não aguenta! (que um analgésico não resolve o problema)… é melhor tentar mudar.

Dores de cabeça são efeitos colaterais comuns?

Sim, são!. Algumas medicações como Amlodipina, felodipina, verapamil e diltiazem tem uma maior probabilidade de provocar estes sintomas colaterais (dor de cabeça, edema nas pernas e pés, taquicardia reflexa, rubor/calor facial, dentre outros).

Se isso ocorrer, procure ajuda com seu médico para avaliar novas opções de tratamento.

 

Agradecimento: 

Agradeço ao Juliano, que sugeriu este tema para nosso blog.

Author: Dr. Leonardo Alves

Médico, Cardiologista que entende que a internet pode e deve ser uma fonte inesgotável de informações para os pacientes. CRMMG: 33.669 - Trabalha na Clínica Cardiovasc, em Teófilo Otoni, MG

Share This Post On

1 Comment

  1. TYENHOARITMIA..E..TENHO…CANCACO

    Post a Reply

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This

Compartilhe!

Compartilhe esse artigo com amigos!