Comparação dos níveis de aptidão física entre hipertensos e normotensos.

Como é a aptidão física entre hipertensos? A hipertensão arterial é um fator de risco de maior importância para morbidade e mortalidade causadas por doenças cardiovasculares. Estudos apontam relação inversa entre taxa de mortalidade e nível de aptidão física.

Comparação dos níveis de aptidão física entre hipertensos e normotensos.

Confira o estudo.

Objetivo:

Verificar se existe diferença na aptidão física entre hipertensos e normotensos e se existe efeito da prática regular de atividade física sobre a aptidão física em hipertensos similar às encontradas em normotensos. 1)Revista Brasileira de Medicina do Esporte

 

aptidão física entre hipertensos

aptidão física entre hipertensos

 

Pressão Alta – Seu Guia da Pressão Arterial Elevada!

Métodos:

Participaram do estudo 214 mulheres (≥ 40 anos), que fizeram parte, por seis meses, de um programa de atividade física. Todas foram submetidas a uma avaliação antropométrica e avaliação da aptidão física (AAHPERD) .

Como Baixar a Pressão Arterial Rápido? (por Cardiologista)

 

Resultados:

Hipertensos têm condição inicial pior com relação a agilidade (GH média inicial= 24,2 ± 0,4 seg. e GN= 20,9 ± 0,8 seg., p < 0,01), coordenação (GH média inicial = 17,5 ± 0,7 seg. e GN média inicial = 11,5 ± 1,2 seg., p < 0,01) e resistência aeróbica (GH média inicial = 568,5 ± 12,2 seg. e GN média inicial = 506,8 ± 21,7 seg., p < 0,02). Após seis meses de prática de atividade física regular, os indivíduos hipertensos continuam apresentando resultados piores quanto a agilidade, coordenação e resistência aeróbica (GH média 6 meses = 22,9 ± 0,4 seg. e GN média 6 meses = 19,97 ± 0,7 seg., p < 0,01; GH 6 meses = 16,1 ± 0,7 seg. e GN 6 meses= 10,6 ± 1,3 seg., p < 0,01; GH 6 meses = 498,9 ± 20,2 seg. e GN 6 meses = 555,7 ± 11,4 segundos, p < 0,02, respectivamente).

Sintomas de Pressão Alta e Hipertensão – Quais são?

Conclusão:

Hipertensos apresentam piores níveis de aptidão física comparados aos normotensos, e a prática de atividade física durante o período de seis meses não foi suficiente para diminuir a diferença entre esses grupos.

Fonte:  Rev Bras Med Esporte [online]. 2017, vol.23, n.2, pp.114-117. ISSN 1517-8692.  http://dx.doi.org/10.1590/1517-869220172302168562.

References   [ + ]

Author: Dr. Leonardo Alves

Médico, Cardiologista que entende que a internet pode e deve ser uma fonte inesgotável de informações para os pacientes.
CRMMG: 33.669 – Trabalha na Clínica Cardiovasc, em Teófilo Otoni, MG

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This

Compartilhe!

Compartilhe esse artigo com amigos!