Ponte de Safena – Guia Completo: Riscos e Complicações!

A ponte de safena é o nome comum, corriqueiro, dado à cirurgia de revascularização do miocárdio (CRVM) e é o padrão de referência para o tratamento definitivo da doença coronariana. Com o chegada da angioplastia transluminal percutânea (Angioplastia com Stent), a cirurgia cardíaca ( ponte de safena) perdeu terreno, especialmente… Leia mais…

…especialmente no tratamento das lesões coronarianas uni e biarteriais (de uma ou duas artérias), o que fez que os cirurgiões fossem em busca de novas técnicas cirúrgicas, com o objetivo de se obter, com menores incisões, resultados semelhantes à cirurgia convencional e uma melhor evolução pós-operatória, culminando na chamada cirurgia minimamente invasiva 1)Robinson Poffo 2)Pedro José Negreiros de Andrade

Ponte-de-safena-sopronocoracao
Quando um paciente apresenta muitas obstruções nas artérias coronárias, pode haver necessidade de realizar uma cirurgia de revascularização – a famosa ponte de safena. A ponte de safena (da veia safena) ou ponte de mamária (artéria mamária) nada mais é do que a colocação de uma veia ou artéria formando uma “ponte” por onde o sangue possa chegar ao coração sem passar pelo local onde há uma obstrução por uma placa aterosclerótica.

Há bem pouco tempo, se o paciente tivesse somente uma artéria obstruída, o paciente seria submetido a uma Ponte de Safena, mas hoje, essa prática não é mais comum, pois a Angioplastia costuma ser o procedimento de escolha, enbora não seja obrigatório.

Veja no YouTube.

Dúvidas e Dicas sobre a Ponte de Safena:

Como escolher seu Medidor de Pressão?

O quê é Ponte de Safena?

A Ponte de Safena é um procedimento cirúrgico que é feito em pacientes cujo coração tenha obstruções graves nas artérias coronárias (artérias que irrigam o coração) – as famosas placas de gordura de colesterol.  A cirurgia de revascularização miocárdica (“by pass”) é conhecida popularmente como cirurgia de ponte de safena, pois na maioria das vezes, o cirurgião utiliza a veia safena magna (uma veia da perna) é utilizada com enxerto (ponte ou conduto) durante a cirurgia.

 

Quando a Ponte de Safena está indicada?

A Ponte de Safena (revascularização miocárdica) está indicada em casos em que o paciente tem obstrução das suas artérias coronárias. Assim, essa operação está indicada para aqueles pacientes que tem comprometimento da irrigação cardíaca (isquemia) por obstrução de artérias, com risco de enfarte (morte do músculo cardíaco por falta total de irrigação sangüínea).

A doença arterial coronariana é causada pelo acúmulo de substâncias gordurosas (ateromas) nas paredes das coronárias (do coração). Com o passar do tempo, esse acúmulo causa o enrijecimento e estreitamento das paredes internas das artérias coronárias, limitando o suprimento de sangue rico em oxigênio para o músculo do coração, o que pode causar dor no peito (angina) ou aumentar seu risco de sofrer um ataque cardíaco. 3)Wikipedia

Leia Também:

O quê é Revascularização Miocárdica?

Para entendermos corretamente o Termo Revascularização Miocárdica precisamos observar o termo “Revascularização”.

Re: fazer de novo, refazer, tornar a fazer, etc.

Vascularização: Vascularização é a vascularização normal do coração, que temos desde o nosso nascimento e que crescemos com ela.

Sendo assim, o Termo Revascularização é quando o médico FAZ NOVA vascularização do coração.

Dúvidas e Dicas sobre a Ponte de Safena:

Qual a Anestesia para Cirurgia de Ponte de Safena?

A técnica para a realização da Ponte de Safena é antiga e já conhecida e praticada por vários cirurgiões Cardiovasculares.

A Anestesia Geral:

A anestesia utilizada é a anestesia Geral e o paciente não vê ou percebe nada durante todo o procedimento cirúrgico. Ele estará em um sono muito profundo e só se lembrará de ter chegado à sala da cirurgia (ao bloco cirúrgico). Depois disso, o anestesista irá induzir a anestesia e o fará dormir profundamente.

Na Anestesia Geral, o paciente respira por aparelhos.

Espontaneamente, sim. O paciente receberá um Tubo Respiratório e durante toda a cirurgia respirará com a ajuda de aparelhos de Respiração Artificial. É o anestesiologista (anestesista) que controlará a sua respiração, utilizando o aparelho respirador para colocar a quantidade de oxigênio necessária.

Ao final da cirurgia, o anestesista irá retirar o aparelho de respiração artificial, retirará a sedação (o anestésico) e você voltará a respirar normalmente. É assim que ocorre em todas as anestesias do tipo Geral.

Leia Também:

Como é o Corte e a Cirurgia de Ponte de Safena?

Após você estar anestesiado, e após a liberação do anestesiologista, o cirurgião fará um corte (uma incisão) no meio do seu tórax, ao longo do seu osso esterno; ele cortará a sua pele e o osso que está no meio do seu tórax.

Após cortar a pele, o cirurgião utilizará o material cirúrgico para separar os ossos do esterno para ter acesso ao coração. O corte por ser de um tamanho NORMAL ou PEQUENO, também chamado de Mini esternotomia.

Cirurgia Minimamente Invasiva

Esse tipo de CRVM (ponte de safena) pode ser encontrado na literatura médica como aquela que se realiza sem o auxílio da circulação extracorpórea; porém, uma melhor denominação seria uma cirurgia realizada por pequenas incisões, como na foto ao lado.

A escolha pelo tipo de incisão é do cirurgião e dependerá da sua preferência de abordagem, de sua técnica de das obstruções presentes no coração. Sendo assim, a escolha pelo tipo de corte ou incisão é totalmente da alçada do cirurgião – ele que irá escolher.

 

Circulação Extra-corpórea na Ponte de Safena: o quê é?

circulação extra-corporeaO coração é um órgão que está em constante movimento e não para de bombear o sangue – isso é bom. Entretanto, o médico cirurgião precisará dar pontos com linhas muito finas no coração e é praticamente impossível dar pontos em um órgão em movimento. Assim, para que o cirurgião possa dar os pontos e trabalhar com mais tranquilidade, a equipe cirúrgica utiliza a Circulação Extra-corpórea.

Circulação Extra-corpórea: o quê é?

É o procedimento pré-cirúrgico que faz com que o sangue passe por fora do corpo, desviando-se do coração. Com isso, o cirurgião poderá trabalhar sem que tenha sangue dentro do coração.

 

Máquina de CEC – Circulação Extra-corpórea?

Como você pode ver na foto à direita, há uma máquina, feita exclusivamente para bombear o sangue que deixou de passar pelo coração e agora, passa por dentro da máquina de CEC. A máquina fará a função tanto do coração quanto do pulmão, pois também irá oxigenar o sangue durante toda a cirurgia.

 

cec2

Tempo de CEC – quanto menor, melhor.

Quanto menos tempo o paciente ficar em CEC – melhor! Isso significa que a cirurgia transcorreu rapidamente, e que os cirurgiões foram rápidos em resolver o problema e implantar as pontes de safena. Assim, o paciente pode voltar para a circulação normal, com o coração bombeando o sangue.

 

Seu coração ficará parado, sem bater.

Durante o período de CEC, o seu coração ficará resfriado e será paralisado pelos médicos para que eles possam fazer os cortes necessários e costurar (suturar) adequadamente as pontes de safena ou pontes de mamária.

 

Leia Também:

O quê é o Enxerto? Por quê Safena, Mamária ou Radial? 

Um dos elementos chaves do sucesso no longo prazo da cirurgia de revascularização miocárdica é a escolha do conduto ideal, ou seja, o tipo de enxerto (ponte) que será utilizado. O enxerto é o tubo (natural) que será utilizado para ‘pular’ a região da artéria que está obstruída. Veja na imagem:

Dúvidas e Dicas sobre a Ponte de Safena:

Ponte de Safena:

Como você pode observar, o médico cirurgião retirou uma veia da perna do paciente e a colocou no coração, ultrapassando as região escura (da artéria, em vermelho) e fazendo com que o sangue saia da aorta e siga seu curso até ultrapassar a região obstruída pela gordura.

A ponte de safena é a veia mais utilizada para a realização da Cirurgia de Revascularização do miocárdio, pois uma só veia pode ser utilizada para fazer várias pontes e utilizada em vários locais obstruídos. O cirurgião corta os pedaços da veia e a coloca nos locais obstruídos.

É por isso que muitos pacientes dizem que tem 5 pontes de SAFENA, pois apesar de só terem duras veias safenas no corpo, o cirurgião utilizou pedaços de safena para fazer várias pontes no coração do pacientes.

Leia Também:

Ponte de artéria Mamária:

crvmÉ quando o cirurgião escolhe a artéria mamária, um artéria que está no tórax e pode ser usada para ‘pular’ a obstrução e fazer o desvio de sangue que o médico precisa. Como é uma artéria (e não uma veia, como a veia safena) ela é a artéria preferida pelos cirurgiões.

Está estabelecido que a utilização da artéria torácica interna esquerda para a artéria coronária descendente anterior aumenta a longevidade e diminui a ocorrência de eventos cardíacos subsequentes.

Ponte de artéria radial:

Essa é uma outra opção dos cirurgiões, que podem utilizar a artéria radial, que está no braço do paciente para fazer a cirurgia. É menos utilizada que a Ponte de Safena e a Ponte de artéria mamária, mas é uma opção à disposição dos cirurgiões.

E se o paciente não tiver a veia safena? 

Ótima pergunta. Pois muitos pacientes tem problemas de varizes de membros inferiores e operam (retiram) suas veias safenas para corrigir o problema de varizes. Nesse caso, ele fica sem a opção de poder utilizar uma ponte de safena se, no futuro, for necessário operar o coração. Aí, o cirurgião utilizará outras opções de enxertos possíveis:

Outros enxertos:

  • artéria torácica interna esquerda (ponte de mamária esquerda),
  • artéria torácica interna direita (ponte de mamária direita),
  • artéria radial,
  • artéria ulnar,
  • artéria gastroepiplóica,
  • artéria epigástrica inferior.

Dúvidas e Dicas sobre a Ponte de Safena:

Quais as complicações da Cirurgia de Revascularização do Miocárdio?

Exitem complicações Imediatas e Tardias para a cirurgia de Ponte de Safena:

Alguns Scores e Critérios de avaliação são capazes de avaliar o Risco de pacientes que serão submetidos a Ponte de safena: 4)Michel Pereira Cadore. Segundo, Cadore, “O escore desenvolvido por meio de variáveis clínicas de fácil obtenção (idade, sexo, vasculopatia extracardíaca, classe funcional, fração de ejeção, fibrilação atrial, doença pulmonar obstrutiva crônica, estenose aórtica, creatinina e cirurgia de emergência/urgência) mostrou-se capaz de predizer mortalidade em pacientes submetidos à cirurgia de revascularização miocárdica no nosso Hospital.”

 

Mulheres tem mais complicações que homens?

O sexo feminino apresentou maior mortalidade operatória porém não é uma causa isolada de risco de óbito; o uso de enxertos com artéria torácica interna mostrou-se protetor; pacientes mais idosos, com insuficiência renal e em situação emergencial apresentaram maiores índices de óbito hospitalar.

Apesar do sexo feminino apresentar maior mortalidade operatória, não foi identificado como fator prognóstico independente para óbito, aparecendo somente na interação com a artéria torácica interna; o uso deste enxerto mostrou-se protetor, principalmente no sexo masculino; a idade foi fator fundamental para a maior mortalidade do sexo feminino; pacientes mais idosos, com insuficiência renal no pré-operatório ou que se apresentaram em situação emergencial tiveram maiores chances de óbito hospitalar. 5)Vivian Lerner Amato

Ou seja, Mulheres complicam mais que homens, mas não por serem mulheres, mas por outras causas, como Idade, doença mais avançada, etc.

 

Resultados Imediatos:

Mortalidade: Risco de Morte Imediata: Está ligada ao estado clínico do paciente e à sua gravidade prévia à cirurgia. Quanto mais grave for o paciente, quanto menor for a Fração de Ejeção do coração, maior a chance de complicações pós-operatórias do tipo morte.

Quanto se avalia o risco de um paciente falecer durante uma Ponte de Safena deve-se avaliar um série de fatores e uma série de critérios. Cada paciente é UM, um indivíduo ÚNICO e que possui suas próprias características – portanto, não leia nenhum número ou % de morte de forma isolada.

Não existe um risco cirúrgico padrão para a cirurgia de ponte de safena. Muitas variáveis podem determinar diferentes mortalidades, que variam de 1 a 10%, mas em geral , o risco de morte é inferior a 5%.

Morbidade:  são as complicações diferentes da morte, mas que podem ser muito graves. está relacionada, principalmente, com infarto do miocárdio, acidente vascular cerebral (derrame cerebral) e mediastinite (infecção do mediastino, local do tórax que abriga o coração e os grandes vasos , entre os pulmões).

Insuficiência renal:

Insuficiência renal aguda em cirurgia de revascularização miocárdica é uma complicação freqüente e está associada à alta mortalidade. Sendo fatores de risco independentes: idade, insuficiência renal prévia e necessidade de drogas inotrópicas. 6)Scielo.br

Fibrilação Atrial:

Algumas medicações são efetivas na prevenção de fibrilação e flutter atrial no PO de cirurgia de revascularização miocárdica, sendo esse efeito mais marcante no grupo de pacientes idosos. 7)Scielo.br 8)Rafael Vieira Alcalde

 

  • O infarto do miocárdio está presente entre 1 a 5% dos casos e, a proteção miocárdica é o principal fator de prevenção.
  • O derrame cerebral é encontrado de 1 a 3% dos casos, geralmente associado a placas de ateromas nas carótidas,
  • Fibrilação atrial (arritmia cardíaca): que pode ser reduzida com uso de betabloqueadores 9)Scielo.br
  • Placas de ateroma na aorta ascendente.
  • A mediastinite (infecção do mediastino) está relacionada com o tempo de cirurgia (tempo de CEC), presença de diabete melito e uso de artéria mamária interna para a realização da ponte.

 

Resultados Tardios:

Esses resultados dependem de vários fatores como o estado clínico do paciente e o seu comportamento após a cirurgia. Lembre-se que estamos falando de doença coronariana e, portanto, de uma doença crônica e de longo prazo, sem cura, mas com controle clínico pelo médico cardiologista.

Leia Também:

Ficarei no CTI?

Sim, após a cirurgia, o paciente que realiza a Revascularização do Miocárdio é encaminhado para o CTI (Centro de Tratamento Intensivo) para se recuperar das primeiras horas após a cirurgia.

No CTI, o paciente fica o tempo todo monitorizado, com eletrocardiograma contínuo e, no início, com um TUBO de respiração artificial. Esse tubo será retirado o mais breve possível e há casos em que o paciente já chega ao CTI sem o Tubo de respiração artificial.

No geral, os pacientes ficam entre 3 e 5 dias no CTI até terem condições de serem liberados para o quarto/apartamento.

 

E no Apartamento, após sair do CTI?

Após sair do CTI, o paciente é encaminhado para o Quarto e será acompanhado pelo seu cardiologista, com o apoio do Cirurgião Cardiovascular. Ele repetirá vários exames, dará continuidade à fisioterapia motora e respiratória e começará sua reabilitação.

Nessa etapa, ela já poderá andar pelo hospital, dando seus primeiros passos.

 

Quando poderei sair do Hospital?

Essa é a principal dúvida dos pacientes – “quando sairei do hospital?”

No geral, em até 10 dias o paciente cuja cirurgia correu tudo bem, sem complicações.

 

Posso realizar atividades físicas?

Sim. As atividades físicas são necessárias. Entretanto, peça a liberação do seu MÉDICO e não vá seguindo informações (como esta) que estão na internet sem o aval do seu cirurgião e do seu cardiologista. Veja:

Primeiros 10 dias após a alta Hospitalar:

Aja como se estivesse no hospital – Não faça exercícios físicos!

Após os 10 primeiros dias:

  • Realizar caminhadas diariamente.
  • Exercitar-se sempre com um acompanhante ao seu lado.
  • Evite atividades longas ou que levem à fadiga.
  • Evite atividades extenuantes como pegar peso, malas, crianças, bolsas, etc.
  • Não realize exercícios após as refeições.
  • Exercite! Mas durma bem à noite.
  • Faça caminhadas progressivamente: Siga o esquema abaixo:

Entre a primeira e a Segunda semana:

  • Caminhe 500 metros;

Após a terceira Semana:

  • Terceira semana: caminhe 1000 metros (1 km).

Após a quarta semana:

  • Retorno no consultório para novas orientações.

Dúvidas e Dicas sobre a Ponte de Safena:

Quando poderei praticar esportes, banho de piscina, etc?

  • Somente após liberação do seu médico.
  • Normalmente após os três meses de cirurgia.

 

Como devo retornar ao convívio em Sociedade?

  • Após os primeiros dez dias, sinta-se à vontade para fazer visitas a parentes e amigos próximos.
  • Evite local de aglomeração.
  • É normal sentir-se emocionado ao rever parentes e amigos.
  • Procure dormir pelo menos oito horas por noite.

Em caso de insônia, procure orientações com o seu médico. Chás (como o de camomila) podem ajudar. Se persistir a insônia, peça ajuda a seu médico sobre medicações adequadas.

 

Há algum cuidado especial com a Higiene? Banho?

Se todas as incisões estiverem cicatrizadas e secas, você poderá banhar-se à vontade. Em caso de insegurança, é aconselhável a presença de um acompanhante.

 

Há algum cuidado especial com a Incisão?

O quê pode ocorrer nas incisões? Queimação, formigamento e até coceira. Neste caso, a melhora é espontânea, só que em alguns casos, pode demorar MESES para o formigamento parar de vez.

Se ocorrerem secreções?

No caso de secreções, procure atendimento médico.

Dúvidas e Dicas sobre a Ponte de Safena:

Outras questões?

Minha postura:

Alguns cuidados devem ser tomados.

  • Evite sentar-se por tempo prolongado.
  • Não cruze as pernas (especialmente para pacientes que fizeram pontes de safena).
  • Passe períodos do dia com a perna elevada para reduzir o inchaço.
  • Use meias elásticas de média compressão – reduz o inchaço.
  • O osso esternal leva dois meses para sua efetiva cicatrização.
  • Não tome sol diretamente na ferida durante um mês.

 

Viagens:

Evite viagens que durem mais que duas horas. Caso seja necessário fazer viagens longas, faça intervalos a cada duas horas, pare o veículo e caminhe curtas distâncias.

Atividade sexual:

A volta à atividade sexual é fundamental para o bem-estar do paciente, mas seja moderado. Quando é aconselhável iniciar? Após trinta dias após a cirurgia, com o(a) companheiro(a) de costume. Somente em posições passivas, sem que o parceiro faça compressões sobre o seu tórax, onde foi feita a incisão cirúrgica.

Alimentação:

Faça uso de frutas, legumes e, principalmente, verduras – possuem fibras.

Evite alimentos gordurosos, principalmente, gorduras Hidrogenadas (as gorduras Trans). Evite o excesso de frituras, sal, massas e açúcar. Não use café em excesso, ele é um estimulante que pode ser prejudicial e provocar palpitações que não são interessantes nesse momento.

Bebidas alcoólicas:

Evite o uso nos primeiros meses após a cirurgia. Reinicie o seu uso, se achar conveniente, progressivamente e moderadamente.

Fumo:

De todos os males, este é o que pode colocar em perigo a sua boa evolução, NÃO FUME! Um dos culpados de você estar passando por esta cirurgia foi o FUMO.

Posso dirigir automóvel?

Somente após sessenta dias da cirurgia. Lembre-se que o seu osso esterno não está bem cicatrizado. Após este prazo mínimo, reinicie com precaução – mas sempre peça a opinião do seu médico.

Posso voltar ao trabalho?

Somente após trinta dias da cirurgia e na dependência do tipo de trabalho que você exerce. Se você estiver trabalhando em um escritório, sim, é viável, mas se você for um trabalhador braçal, que utilize os movimentos dos braços intensamento, precisando de força, não é aconselhável.

  • Após a quarta semana: estará liberado para trabalhar em meio período.
  • Após a oitava semana: estará liberado para trabalhar em período integral.

Posso me aposentar?

Hum. Essa é uma questão bastante complicada e dependerá muito da sua evolução após a cirurgia. Vou fazer um artigo especial sobre o tema aposentadoria e as doenças do coração, que você pode tirar sua dúvida.

Evite o Estresse!

Evite o estresse! Organize melhor o seu horário de almoço, repouso e trabalho.

E então, o quê achou? Você tem alguma outra dúvida?

 

Você já fez uma Ponte de Safena? Irá fazer?

Conte-nos sua experiência e deixe o seu comentário para ajudar a outros pacientes. Suas dúvidas me ajudarão a atualizar o artigo. Abraço.

Dúvidas e Dicas sobre a Ponte de Safena:

References   [ + ]

Author: Dr. Leonardo Alves Cardiologista

Cardiologista que entende que a internet pode e deve ser uma fonte inesgotável de informações para os pacientes. CRMMG: 33.669 - Trabalha na Clínica Cardiovasc, em Teófilo Otoni,

Share This Post On

60 Comments

      • é necessário fazer ultrassom antes de uma ponte safena

        Post a Reply
        • Rosângela.
          Pode ser necessário, como parte da avaliação pré-operatória.
          Nem sempre, mas pode ser.
          Qual ultra-som você está falando? Abdome?
          Abraços.

          Post a Reply
  1. Tenho 53 anos,me submeti a revascularização miocardica discal,eu tinha varias lesões severas,coloquei seis pontes de safena e duas mamarias,fui operado pelo Cirurgiao Dr,Rodrigo Segalote,a cirurgia durou 12.00 h. foi um sucesso,vai completar dois meses dia 09/12/2015.Agradeço a Deus e a esse Anjo chamado Dr.Rodrigo Segalote.Dr.Leonardo Alves parabens pelo Site,aprendi bastante,saúde,paz e muito sucesso em todos os seus caminhos Feliz Natal.

    Post a Reply
    • Olá, Paulo.
      Muito obrigado.
      Sua cirurgia foi bem longa, mesmo. 6 pontes… ?
      Procure manter uma vida saudável… e bola para frente.
      Abraços.

      Post a Reply
  2. Boa noite. Meu marido fez 2safenas e uma mamária e após 5 dias, jå no quarto apresentou secreções com sangue no abdome. Isso é normal. Obg

    Post a Reply
  3. Minha irmã fez 2ponto safena e 1 mamária há 4 meses fez o eco e constou que o coraçao dela ta inchado é normal qual a causa?

    Post a Reply
    • Olá, Selma.
      Provavelmente o coração dela já estava com seu tamanho aumentado antes da cirurgia… a causa são as obstruções nas artérias do coração (que ela acabou fazendo a cirurgia).
      O seu médico fará o tratamento adequado para ele não aumentar mais de tamanho.
      Abraços.

      Post a Reply
  4. Qual a bebida mais ofensiva para quem fez 3 angioplastias 1 ponte de safena e uma mamária? wisk ou cerveja? Meu marido começou a beber após 1 ano da cirurgia e estou preocupada.Está bebendo todo fim de semana.

    Post a Reply
    • Sandra.
      Essas ‘bebidinhas’ de fim de semana… são, a meu ver, perigosas, pois o paciente costuma exagerar muito.
      A dose máxima de bebida alcoólica é 1 dose de wisky ou 1 lata de cerveja…

      Qual é pior? Se ultrapassar a dose estabelecida, todas são ruins.
      Há pacientes que só no fim de semana bebem para um mês inteiro.
      Abraços.

      Post a Reply
  5. Ola, minha mãe procedeu cirurgia revascularização do miocardio em 19 de outubro de 2015, ela tem 55 anos de idade e é portadora de diabetes melitus. Anterior esta operação, no ano de 2014 ela realizou angioplastia com transplante de dois stends e em 2015 mais 2 stends nas coronárias. Segundo os cardiologistas que a atenderam e também ao cirurgião cardio, ouve, após a colocação dos stends ruptura em 4 pontos de suas coronárias, o que levou-a á fazer a revascularização do miocardio onde foram realizados três pontes safenas. Após os 10 dias da cirurgia, ela foi diagnosticada em quadro de sepsemia proveniente da retirada da veia artéria na perna direita, o que levou cerca de 40 dias de internação passando por momentos gravíssimos. Ela também foi acometida por edema pulmonar o qual ja foi medicado e não mais o tem. Porém, ela está sentido fortes dores no peito do lado esquerdo que não são provenientes do corte cirurgico, pois o mesmo ja está totalmente cicatrizado, essa dor se dá por pontadas no peito e sobem pela nuca e desce pelo ombro esquerdo.
    A pergunta e a seguinte: è normal, passado mais de 60 dias pós operatório o paciente sentir estas dores no peito esquerdo? Outra duvida: O cardiologista dela solicitou exame de cataterismo para ser feito daqui a 3 dias, porém, devido estar muito recente o operatório dela, esse exame não caracterizaria riscos as veias recentementes implantadas nela?

    Post a Reply
  6. Meu pai colocou 3 pontes de safenas e a 18 dias sofreu um novo infarte.Pode acontecer issó depois de alguns dias pós cirurgia?? E pq acontece??

    Post a Reply
    • Olá, Vanessa.
      Pode ocorrer, sim. Mas não é o habitual.
      Uma ponte de safena pode obstruir agudamente/subitamente – e esta costuma ser a principal causa do infarto.
      Esse novo infarto pode atrasar a alta do paciente, mas dificilmente há morte.
      Ele Já está melhor?

      Post a Reply
  7. Meu sogro esta atualmente com 58 anos, já sofreu praticamente 4 infartos que tiveram a necessidade de atendimento emergencial onde nos 3 primeiros houve desobstrução total ou parcial das artérias e implante de Stent (Farmacologico apenas na segunda e terceira vez). Na 4 ocorrencia, não foi possivel efetuar cateterismo para avaliar devido a obstrucao total da arteria prejudicada e desde entao ele vem sendo tratado atraves de medicamentos porem com qualidade de vida muito ruim tanto fisica como psicologica.Ele esta acima do peso, fumou até os 42, parou e votou ano passado até a 3 ocorrencia e agora parou novamente; não tem problemas de rins, pulmao, etc.
    Agora, estamos no quinto caso de forte angina e falta de ar …
    Por que será que ainda nao foi recomendado a ponte de safena?

    Post a Reply
    • Wagner.
      Eles não indicaram a Revascularização via ponte de safena, pois, Provavelmente, optaram pela Revascularização via ANGIOPLASTIA – como você disse, já foram várias…
      A Angioplastia também é um tipo de revascularização – só que interna (por dentro das artérias) – um tipo de desobstrução..
      Alguns casos, os médicos mudam de opinião e fazem a Ponte de Safena.

      Sua pergunta é ótima… vou fazer um artigo sobre isso.

      Abraços.

      Post a Reply
  8. fAZ QUATRO MESES QUE FIZ 2 PONTES NA CORONÁRIA E 1 MAMÁRIA. tIVE OUTRO INFARTO. COLOCARAM UM STENT AGORA. DISSERAM QUE 2 FECHARAM. que meu coração está desenvolvendo novas artérias. COMO PODE?

    Post a Reply
    • Olá, Sidnei.
      Seu caso é um caso atípico e não costuma ser assim.
      Mas tenho pacientes que sofreram infarto após a ponte de safena e outros que tiveram que colocar STENT nas pontes de safena.

      No geral, essa turma de pacientes NÃO MUDAM O ESTILO DE VIDA e confiam plenamente que estão curados e podem viver como antes. É necessário mudar o estilo de vida.

      Criar novas artérias? é a circulação coronariana que se cria. é como se o próprio corpo fizesse uma nova circulação (ao lado da principal – por isso, colateral)… nutrindo seu coração.
      Abraços.

      Post a Reply
  9. O MEU PAII VAI FAZER UMA PONTE DE SAFENA ,E ESSSA CIRUGIA É MUITA ARISCADA?

    Post a Reply
    • Olá, Cleiton
      Depende de como está o coração do seu pai antes da cirurgia e de uma série de fatores… Corações já fracos, sofrem mais… Já corações com boa fração de ejeção (força) tem menos problemas.
      Muitas variáveis podem determinar diferentes mortalidades, que variam de 1 a 10%, mas em geral , o risco de morte é inferior a 5%.
      Seu médico poderá dizer melhor.
      Abraços.

      Post a Reply
  10. eu fiz a dois anos três safenas e uma mamaria ,estava com duas artérias com 70%comprometidas e mais uma com 50% isso no exame de cateterismo ao abir o medico encontroou a quarta veia comprometida com 50% segundo do medico uma delas era o tronco e estava bem em cima se ela fechasse mais 10% por cento eu estaria morto ,graças a deus hoje não sinto mais nada faço caminhada três vezes por semana sendo de 10 kilometros cada uma já estou andando cinco kms e correndo cinco sempre corri nas ruas 10 a 12 kms por dia antes da cirúrgia só que cumpro rigorosamente as ondens o medico faço chekape de seis em seis meses espero ter contribuido com o pessoal ,obrigado

    Post a Reply
    • Olá, Geraldo.
      Eu é que preciso lhe agradecer pelo testemunho… Sua experiência ajuda a muitos pacientes…
      Parabéns…
      Abraços.

      Post a Reply
  11. Meu marido fez uma operação de ponte safena quando pequeno. Gostaria de saber se há chances da gente ter um filho.

    Post a Reply
    • Olá, Mayy.
      Claro que podem – se não houver problemas urológicos.
      Mas provavelmente, seu esposo fez uma cirurgia cardíaca quando pequeno – é pouco provável que tenha sido uma ponte de safena, pois Ponte de safena é uma cirurgia para pessoas adultas, 40, 50, 60 anos.

      Qual cirurgia que ele fez?
      Abraços.

      Post a Reply
  12. Meu pai ira fazer o ponto d safena eu queria saber se a dele e ariscada? em duas arterias ele estar com 2% e na outra estar com 30% há algum risco a levar a obto? .

    Post a Reply
    • Olá, Carolina.
      Muitas variáveis podem determinar diferentes mortalidades, que variam de 1 a 10%, mas em geral , o risco de morte é inferior a 5%.
      Mas se há indicação para a Ponte de safena, confie no seu médico e faça! pois os benefícios são maiores.
      Depois, Conte-nos como foi…
      Abraços.

      Post a Reply
  13. Realizei uma cirurgia onde tirei safena do braco e da perna fiquei apenas 2 dias na uti e fui liberado do hospital com mais 2 dias, foi tudo tranquilo, estou a 45 dias sem grandes problemas e meu cardiologista ja liberou as caminhadas voltarei logo ao trabalho e estou seguindo todas as orientavoes medicas pois ainda preciso baixar meu ldl de 156 para menos de 70 to na luta

    Post a Reply
    • Fabiano.
      Parabéns…
      A “veia safena” do braço que foi utilizada é uma Artéria Radial… É uma ótima artéria para usar na Revascularização do miocárdio.
      A safena é uma veia que fica nas pernas..
      Quê bom que já está de volta à vida normal.
      Abraços.

      Post a Reply
  14. eu fiz tres ponte safena e uma mamaria faz 64 dias ,estou me recuperando lentamente mas e efectivo,pergunto quando posso andar de bicicleta que e meu deporte favorito,poder correr,grato

    Post a Reply
    • Olá, Antônio.
      Quando poderei praticar esportes, banho de piscina, etc?
      – Somente após liberação do seu médico.
      – Normalmente após os três meses de cirurgia.

      Agora, você já deve estar com 3 meses… então (se seu médico tiver liberado)… vá pedalar…
      Também adoro bicicleta.

      Você faz/fazia moutain bike?
      Abraços.

      Post a Reply
      • ola,doc,

        estou andando de bike,estou me sentindo bem,sõ estou coma mia presão ,acredito um pouco alta,estou tomando os medicamento correctamente,na media sis,156,dia 99-pul,82 segundo meu medico,porque esta todo novo,sera?
        aguardo resposta,grato

        Post a Reply
  15. um paciente pode dirigir um caminhão de coleta de lixo,q fez uma cirurgia de duas ponte de safena e uma mamaria

    Post a Reply
  16. Olá. Fiz uma ponte de safena na perna já faz mais de um ano, e eu gostaria de saber se eu posso malhar na academia?

    Post a Reply
  17. A 50 dias, Fiz 04 pontes safena sendo 02 mais 02 estendidas e uma mamaria, aida hoje estou dormindo de barriga para cima, alimentado comidas leves, nada de frituras, carnes, em tudo que é prejudicial, minhas refeiçoes são temoerdas coms al do Imalaia, leite desnatdado com adoçantes e nescafé descafeinado, não dirijo, não anda de mota, faço pequenas caminhadas, o unico desconforto é inchar o pé, quanto tempo isto vai acontecer? Hoje caso venha alimentar normalmente, quem tem mais chances de ter problemas eu qye já fiz ou quem não? Caso positivo por que?

    Post a Reply
    • Custódio.
      Agora é que você está alimentando-se normalmente… rs.
      Esse tipo de alimentação que está fazendo agora é que é normal… a alimentação antiga te levou para a Ponte de Safena… Se você voltar a alimentar-se inadequadamente, poderá ser necessário uma nova cirurgia…

      Opte pelo estilo de vida saudável… esqueça sua “velha” vida e siga em frente.
      O edema nos pés é comum, pois tiraram uma veia safena… que ajudava no retorno de sangue…

      Abraços.

      Post a Reply
  18. gostei muito das informações deste artigo,pois tirou-me dúvidas,após minha cirugia de safena feita a seis meses,e que estou bem cicratizado, sem dores estou trabalhando normal,só não pego peso,minha alimentação a base de frutas e verduras com legumes e peixe ajudou muito na minha recuperação dirijo faço outras atividades leves sem problemas .

    Post a Reply
    • Inácio.
      Que maravilha!
      Fico feliz que tenha mudado seu estilo de vida.
      Já começou a fazer exercícios? Caminhada? Corrida?
      Abraços.

      Post a Reply
  19. Bom Dia, meu nome é Anselmo , fui operado em fevereiro de 2002 no Incor, pois tive um infarto em novembro de 2001, e os medicos avaliaram que por eu ter 42 anos na época deveria ser operado. Pois bem…. fui operado onde fizeram , 1 safena,1 radial,1 mamária e 1 secundária………..isso já faz 14/15 anos.

    Post a Reply
    • Olá, Anselmo.
      E você está bem?
      Espero que você tenha melhorado seu estilo de vida – é fundamental para prolongar sua vida…

      Abraços.

      Post a Reply
  20. Meu pai tem 81,fez a cirurgia no dia 07/06/2016 depois de infartar no dia 28/05. Colocou 2 pontes de safena e 1 mamária.
    Ele está com uma tosse chata que não passa, e dói muito p tossir. É nada passa.
    Outra coisa, ele não tem vontade de comer, e está bem depressivo. Gostaria de saber se é normal? Obrigada

    Post a Reply
    • Ei, Fabiane.
      Dor ao tossir: isso é normal e só melhora com o tempo – por causa do corte.
      – Tosse seca chata: é chato mesmo, mas está limpando as vias aéreas… Mas é importante seu médico avaliar.
      – Depressão: muito comum… pacientes ficam com medo, acham que “morreram para a vida” quando, na verdade, devem iniciar uma vida nova…
      Esqueça a doença, busque uma vida saudável, chame-o para fazer uma caminhada (se seu médico tiver liberado) e converse sobre coisas boas…

      Vou tentar fazer um artigo bem legal sobre essas dúvidas que vc me trouxe.

      Abraços.

      Post a Reply
  21. Boa noite,

    Meu pai realizou a cirurgia de ponte de safena (2 safenas e 2 mamárias) fazem 10 dias, os médicos disseram que a recuperação está boa, e ele retornou hoje para a casa.

    Minha dúvida é: É normal ele ficar sonolento, e muito cansado o dia todo? Falta de apetite tmb é normal?

    Obrigado

    Post a Reply
  22. Olá, meu pai passou pela cirurgia (3 ponte de safena e 1 mamaria) tem 3 dias. Sei q a sonolência e o cansaço é normal por conta do procedimento. Mais não se lembrar de algumas coisas e pessoas é normal?

    Post a Reply
    • Olá, Cícera.
      Converse com seu médico para (se necessário) afastar-se do serviço mais uns dias…
      Abraços.

      Post a Reply
  23. Fiz uma safena e uma mamária a 20 dias, estou passando muito bem, sem dores. Gostaria de saber se já posso dirigir e reiniciar sexo.

    Post a Reply
    • Olá,
      Conforme descrito no artigo, Atividade sexual:
      A volta à atividade sexual é fundamental para o bem-estar do paciente, mas seja moderado. Quando é aconselhável iniciar? Após trinta dias após a cirurgia, com o(a) companheiro(a) de costume. Somente em posições passivas, sem que o parceiro faça compressões sobre o seu tórax, onde foi feita a incisão cirúrgica.

      Abraços.

      Post a Reply
  24. Olá, dr!
    Papa, 75 a foi submetido a uma revascularização (2 safenas e uma mamária) após cateterismo que apontou para tríplice doença coronariana. Hoje, após 12 dias de cirurgia já em casa, tem apresentado pressão de 105 por 60 mmhg e pulsação de 101, em repouso. Isso é normal?
    Além disso, a falta de apetite a a dificuldade de digestão também tem nos preocupado! O que devemos fazer?
    Gratos pela atenção!

    Post a Reply
  25. Boa Noite.
    Estou a 8 meses em recuperação de uma revascularização, 4 safenas e uma mamária. Ainda sinto uma dor no peito e essa dor se intensifica quando o meu estado emocional fica abalado. Clinicamente estou bem mas essa dor existe ainda. Porque será doutor?

    Post a Reply

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This

Compartilhe!

Compartilhe esse artigo com amigos!