Sim, a pressão arterial alta e não controlada pode te machucar ou até mesmo, matar. Às vezes, a pressão alta é chamada de “a assassina silenciosa”, porque Hipertensão Arterial não tem sintomas, então você pode não saber que está danificando suas artérias, seu coração e outros órgãos.


Pressão Arterial – Por quê é importante?

As consequências e danos para a sua saúde provocados pela Pressão Elevada ocorrem ao longo de sua vida e não hoje, ou amanhã – demanda um longo tempo. E é por isso e por não apresentar sintomas típicos e fáceis de detectar que os pacientes não se dão conta do perigo que estão passando.

Quando a pressão arterial é deixada de lado, sem avaliações e medidas (aferições), alguns problemas podem surgir:

Leia mais sobre Hipertensão Arterial:

Pressão Arterial Alta – É Assintomática!

Mas lembre-se, estes problemas listados acima NÃO SÃO sintomas da Hipertensão Arterial. A pressão alta é uma doença assintomática, exceto em seus casos mais extremos, conhecidos como crise hipertensiva.

Quando as medidas da Pressão arterial se elevarem para mais de 180 mmHg para sua pressão sistólica ou acima de 110mmHg para a pressão arterial diastólica – é melhor você procurar o seu médico.

Os indivíduos cuja pressão arterial estão acima de 140/90 mm Hg (140 mmHg de sistólica ou 90 mmHg de diastólica) muitas vezes se tornam paciente muito doentes do coração – com sérias consequências futuras.

O risco de problemas cardíacos aumenta ainda mais se você tem pressão elevada associada com outros fatores de risco, tais como:

Através do tratamento adequado, com redução dos níveis da sua pressão, haverá redução do risco de problemas cardíacos – procure seu médico e monitore a sua pressão. ((Why Blood Pressure Matters))

 

Pressão arterial Convergente – O quê é?

pressão arterial convergente

pressão arterial convergente

pressão arterial é convergente quando a diferença entre a pressão arterial sistólica e a pressão arterial diastólica (Pressão diferencial) é menor que 30mmHg. Assim, podemos encontrar valores de pressão de: 140/120mmHg (pressão diferencial de: 20mmHg = 140-120); 120/100mmhg (pressão diferencial de: 20mmHg).

Algumas pessoas dizem (no conhecimento popular) que se as duas encontrarem pode causar a morte! Isso não ocorre! É um mito! A única forma das duas pressões se encontrarem é quando a pressão está 00/00mmHg (pós parada cardíaca), mas as pressões não se encontram em 120/120mmHg, isso não existe.

Leia Também:

Sobre a Pressão Alta:

 

pressão arterial

pressão arterial

Pressão arterial Convergente – Quais as Causas comuns?

  1. Hipotensão arterial aguda (pressão baixa que ocorre subitamente)
  2. Estenose aórtica.
  3. Hipotireoidismo.
  4. Derrame pericárdico e tamponamento cardíaco.
  5. Pericardite constrictiva e
  6. Insuficiência cardíaca grave.

 

Pressão arterial Divergente – O quê é?

A pressão é divergente quando a diferença entre a pressão sistólica e a pressão diastólica (Pressão diferencial) ultrapassa o valor de 60mmHg.

Assim, podemos encontrar valores de pressão de: 160/30mmHg (pressão diferencial de: 130mmHg = 160-30); 170/40mmhg (pressão diferencial de: 130mmHg); 140/20mmHg ((pressão diferencial de: 120mmHg).

 

Pressão arterial Divergente: Quais as Causas comuns?

  1. Insuficiência aórtica – quanto maior a pressão diferencial, maior a gravidade da doença (podemos encontrar valores de 150/10mmHg) e quando a pressão diastólica é menor que 40mmHg, normalmente há indicação de troca da válvula aórtica.
  2. Fístula arteriovenosa.
  3. Hipertireoidismo.
  4. Fibrose senil de grandes vasos.

Leia mais sobre Hipertensão Arterial:

Mitos sobre a Pressão Arterial Alta:

MITO! Pressão Arterial é Familiar – Não posso Preveni-la!

1) Mito. A pressão arterial elevada é comum em minha família. Não há nada que eu possa fazer. Também terei Pressão Arterial Alta.

A pressão arterial elevada pode ter influência e maior prevalência em algumas famílias. Se seus pais ou parentes de sangue primeiro grau tiveram a pressão arterial elevada, você também estará mais propenso a desenvolvê-la. No entanto, de estilo de vida e as escolhas têm livrado muitas pessoas que tem um histórico familiar de pressão arterial elevada de apresentarem a doença.

Mudanças no Estilo de vida, você pode fazer para impedi-lo incluem:

 

MITO! Não uso Sal na Mesa, portanto, minha pressão arterial está controlada!

2) Mito. Eu não usar o sal de mesa, então eu estou no controle da minha ingestão de sódio e minha pressão arterial não é afetado.

Em algumas pessoas, o sódio pode aumentar a pressão arterial. Mas controlar de sódio significa mais do que simplesmente abandonar o saleiro. Significa, também, verificar os rótulos, porque até 75 por cento do sódio que consumimos está escondido em alimentos processados como molho de tomate, sopas, condimentos, alimentos enlatados e misturas preparadas. Ao comprar alimentos preparados e pré-embalados, leia os rótulos! Preste atenção para a palavra “cloreto de sódio” e “sódio” e o símbolo “Na” nos rótulos; estas palavras mostram que compostos de sódio estão presentes.

 

Mito! Eu uso Sal Marinho e Sal de Potássio! Não preciso de preocupar!

3) Mito. Eu uso sal marinho eu cozinho, no lugar do sal de mesa regular. Eles são alternativas de baixo teor de sódio.
Quimicamente sal marinho são os mesmos do sal de mesa – 40 por cento de sódio – e contam da mesma forma para o consumo total de sódio. O sal de mesa é uma combinação dos dois minerais de sódio (Na) e cloreto (Cl). Fique atento! Prefira alimentos naturais!

 

MITO! Estou bem – Não Preciso me preocupar com a Pressão Arterial!

4) Mito. Eu me sinto bem. Eu não precisa se preocupar com a pressão arterial elevada.

Muitos dos milhões de pacientes que tem pressão arterial elevada não sabem do diagnóstico e não tem nenhum/qualquer sintoma dos chamados sintomas “típicos” de pressão arterial alta. A pressão arterial elevada é grave, uma doença terrível, com sérias consequências à saúde dos pacientes. Se não controlada, a pressão arterial elevada pode levar a graves problemas de saúde. A pressão arterial elevada é também a causa número 1 de acidente vascular cerebral. Não espere ter sintomas para procurar o seu médico e para medir a sua pressão.

 

MITO: Pressão alta causa nervosismo e dificuldade de dormir e outros sintomas!

5) Mito. Pessoas com pressão elevada têm nervosismo, sudorese, dificuldade em dormir e seu rosto fica corado. Eu não tenho esses sintomas por isso não deve ter a pressão arterial elevada.

Muitas pessoas têm pressão elevada durante anos sem saber. A pressão alta é muitas vezes chamado de “o assassino silencioso”, porque não tem sintomas, então você pode não estar ciente de que a pressão pode estar danificando as artérias, coração e outros dos seus órgãos. Não cometa o erro de assumir que qualquer tipo de sintomas irão alertá-lo para o problema da pressão alta. Todo mundo precisa de conhecer os seus números e as medidas da sua pressão arterial. O diagnóstico definitivo só deve ser feita por um profissional de saúde. ((Myths About High Blood Pressure))

Leia Também:

Sobre a Pressão Alta:

 

MITO: Posso beber muito vinho! É bom para o coração!

6) Mito. Eu li que o vinho é bom para o coração, para que eu possa beber tanto dela como eu quero.

Se você beber álcool, incluindo vinho, faça-o com moderação. O uso moderado/pesado e regular de álcool pode aumentar a pressão arterial de forma dramática. O consumo excessivo também pode causar insuficiência cardíaca, levar a acidente vascular cerebral e produzir batimentos cardíacos irregulares. Muito álcool pode contribuir para níveis elevados de triglicéridos, câncer, obesidade, alcoolismo, suicídio e acidentes, além de ser altamente viciante. Se você bebe, limite o consumo a não mais de dois drinques por dia para homens e um drink por dia para as mulheres.

 

MITO: Deixe só meu médico medir minha pressão arterial!

7) Mito. Eu tenho pressão alta e meu médico mede para mim, então eu não preciso de verificá-lo em casa.

Pelo fato da pressão arterial poder flutuar e oscilar, medir a pressão em casa com a anotação de todos os registros de leituras de pressão sanguínea pode fornecer informações valiosas para seu médico, pois ajuda a fazer um acompanhamento de longo prazo e, também, saber se a pressão arterial está bem controlada, mesmo. É importante anotar as leituras da sua pressão regularmente de acordo com o prazo estabelecido por seu médico, mas nunca menos que uma vez por semana.

 

MITO: Iniciei medicação e minha pressão baixou! Já posso parar o medicamento!

8) Mito. Eu fui diagnosticado com pressão alta e as medidas de pressão estão ficando mais baixas, posso parar de tomar minha medicação.

A pressão arterial elevada costuma ser uma doença ao longo da vida. Siga as recomendações do seu profissional de saúde com cuidado, mesmo que isso signifique tomar a medicação todos os dias para o resto de sua vida. Você pode alcançar com sucesso seus objetivos de tratamento e desfrutar dos benefícios de uma saúde melhor. Mas, suspender a medicação por que os valores da sua pressão estão (agora) normais, não é uma boa decisão. Mantenha o tratamento, independente do valor da sua pressão. Avise seu médico se sua pressão estiver baixa demais, principalmente se tiver pressão baixa com sintomas.

 

Você conhece algum outro Mito?

Conte para nós, nos comentários.

Leia mais sobre Hipertensão Arterial:

E-Book: Doenças do Coração!

E-Book: Doenças do Coração!

Coloque seu melhor E-mail no campo cina e Receba seu E-book! O melhor Guia para as Principais Doenças do Coração!

Veja seu E-mail: Sua inscrição foi um Sucesso!

Share This

Compartilhe!

Compartilhe esse artigo com amigos!