Doenças do Coração – Manual completo e Como Prevenir!

A Prevenção de doenças do coração (e de todas as doenças cardíacas) exige que você faça escolhas inteligentes agora que possa receber os “lucros” pelo resto da sua vida. Você nunca é muito jovem ou muito velho para cuidar do seu coração.

Como escolher seu Medidor de Pressão?

A Falta de exercício, uma dieta deficiente e outros hábitos pouco saudáveis podem cobrar um preço alto ao longo dos anos. Qualquer pessoa em qualquer idade podem se beneficiar de passos simples para manter o seu coração saudável durante cada década de vida. 1)Heart.org Veja como:

Leia Também:

Dicas de Prevenção Cardiovascular para todas as idades…

Escolha um plano de alimentação saudável. O alimento que você come pode diminuir o risco de doença cardíaca e derrame.

doenças-do-coracaoComo Prevenir Doenças do Coração – Alimentação:

Escolha alimentos pobres em gordura trans e sódio. Como parte de uma dieta saudável, coma muitas frutas e legumes, grãos integrais ricos em fibras, peixe (de preferência a peixes oleosos pelo menos duas vezes por semana), nozes, legumes e sementes. Limite o uso de bebidas adoçadas com açúcar.

Como Prevenir Doenças do Coração – Exercícios:

Seja fisicamente ativo. Você deve exercitar-se, pelo menos, 2 horas e meia (150 minutos) de intensidade moderada de atividade física aeróbica (por exemplo, caminhada) a cada semana; ou 1 hora e 15 minutos (75 minutos) de atividade física aeróbica de intensidade vigorosa (por exemplo, correr, marcha atlética) ou uma combinação de ambos a cada semana.

Além disso, em 2 ou mais dias por semana você precisa fazer atividades de fortalecimento muscular que trabalham todos os principais grupos musculares (pernas, quadris, costas, abdômen, ombros peito e braços). As crianças devem obter pelo menos 60 minutos de atividade todos os dias. 2)Heart.org

Leia Também:

 

Como Prevenir Doenças do Coração – Aos 20 anos

Ficando atento sobre seu coração desde o início faz com que você fique muito à frente da linha de problemas. As coisas que você faz atualmente – ou não faz – irão determinar o quanto você vai viver.

Encontre um médico e faça exames de check-up regularmente. As pessoas saudáveis também precisam de médicos. Estabelecer uma relação com um médico significa que você pode começar a fazer exames de coração (ou não) – Tudo dependerá do seu estilo de vida e da avaliação do profissional que você escolheu.

Durante a consulta, converse com seu médico sobre a sua dieta e estilo de vida. Seu médico irá verificar a sua pressão arterial, medir seu colesterol, olhar sua frequência cardíaca, sua glicemia e seu índice de massa corporal. uma avaliação mas aprofundada da sua glicemia pode ser necessária, principalmente se você estiver obeso. Conhecer os valores dos seus exames de sangue mais precocemente faz com que você reconheça esses problemas mais precocemente e possa fazer as mudanças necessárias – elas terão um impacto enorme na sua saúde futura.

Faça Exercícios físicos – Esteja ativo. É muito mais fácil de ser ativo e permanecer ativo se você começar em uma idade jovem.

“Se você se acostumar com a atividade física quando jovem, você conseguirá mantê-la por mais tempo.”

Não fume e evite o fumo passivo. Se você adquiriu o vício do fumo quando ainda adolescente, é hora de parar de fumar. Mesmo a exposição ao fumo passivo representa um perigo grave para a saúde.

Leia mais sobre Hipertensão Arterial:

Como Prevenir Doenças do Coração – Aos 30 anos

As responsabilidades com a família e com a carreira deixam muitos adultos com pouco tempo para se preocupar com seus corações. Aqui estão algumas maneiras de equilibrar todos as áreas da sua vida.

Tenha um coração saudável vivendo em paz com sua família. Criar e manter hábitos saudáveis para o seu coração e para o coração de seus filhos é importante para colher os benefícios futuros. Gaste menos tempo no sofá e mais tempo em movimento. Visite um parque próximo a pé ou de bicicleta. Vá passear com o cachorro e faça caminhadas. Os momentos com filhos e famílias podem ser muito úteis para que todos tenham um coração saudável.

Plante vegetais e frutas no jardim do seu quintal e convide os seus filhos para a cozinha para ajudar a cozinhar.

Conheça a sua história familiar. Verifique sua árvore genealógica para saber mais sobre a saúde do coração e dos corações de outros membros da sua família. Ter um parente com a doença cardíaca aumenta o risco, e mais ainda se o parente é um pai ou irmão.

Isso significa que você precisa se concentrar em fatores de risco que você pode controlar através da manutenção de um peso saudável, fazer exercícios regularmente, não fumar e comer adequadamente.

Além disso, mantenha o seu médico informado sobre quaisquer problemas de coração que ocorreram em sua família.

Domine e controle seu stress. Estresse de longo prazo provoca um aumento na frequência cardíaca e na pressão arterial que pode danificar as paredes das artérias.

Aprender técnicas de gerenciamento de estresse não só beneficia o seu corpo, mas também a sua qualidade de vida. Tente fazer exercícios de respiração profunda e encontrar tempo cada dia para fazer algo que você gosta.

Leia Também:

 

Como Prevenir Doenças do Coração – Aos 40 anos

Se a saúde do coração não tem sido uma prioridade, não se preocupe. escolhas saudáveis que você faz agora pode reforçar o seu coração para o longo prazo. Você precisa entender que precisa fazer mudanças em seu estilo de vita para ter uma vida mais saudável e que a partir de cada sucesso você se tornará mais confiante.

Fique de olho no seu peso. Você vai perceber que o seu metabolismo irá ficar mais lento a partir dos seus 40 anos. Mas você pode evitar o ganho de peso, seguindo uma dieta saudável para o coração e muito exercício. O truque é encontrar uma rotina de exercícios que você gosta e uma dieta que mantenha um equilíbrio calórico para que você mantenha o peso.

É um erro achar que poderá continuar comento o mesmo prato que sempre comeu e que não irá engordar… você vai engordar, sim! Você só tem duas opções: (1) coma menos e de forma mais saudável ou (2) exercite-se mais, e melhor.

Se você precisa de motivação para entrar em começar o seu exercício, encontrar um companheiro de treino e comecem a fazer uma corrida leve juntos.

Leia mais sobre Hipertensão Arterial:

Tenha o seu nível de açúcar no sangue (glicose) controlados. Além de verificações de pressão arterial e outros exames de saúde do seu coração, você deve fazer um teste de glicose no sangue em jejum.

Este primeiro teste serve como uma base para testes futuros, que você deve ter a cada três anos ou mais frequentemente de acordo com seu peso e seu histórico familiar e, também, de acordo com o seu risco de se tornar diabético.

Atenção ao seu ronco. Ouvir as queixas do seu parceiro sobre a qualidade do seu ronco é fundamental para fazer o diagnóstico precoce da Apneia do Sono, uma doença que atrapalha o seu sono e traz, consigo, muitas complicações para seu coração.

Um em cada cinco adultos tem pelo menos uma apneia leve do sono, uma condição que causa pausas na respiração durante o sono. Se não tratada adequadamente, a apneia do sono pode contribuir para a pressão arterial alta, doença cardíaca e derrame.

Leia Também:

 

Como Prevenir Doenças do Coração – Aos 50 anos

Provavelmente, você já tem alguns cabelos grisalhos e poucas rugas faciais – são comuns. Mas Ao contrário do surgimento de rugas e cabelos grisalhos, você não pode deixar que o envelhecimento afete a saúde do seu coração. Então, se você só deixou para começar a prevenção agora, na década de 50, você precisa tomar medidas adicionais.

Comer uma dieta saudável. É fácil escorregar em alguns hábitos alimentares pouco saudáveis. Nunca é tarde para fazer algumas modificações em seu estilo de vida e na sua saúde alimentar. A mudança dos hábitos alimentares pode incluir comer muitas frutas e legumes (se sua glicose estiver boa), grãos integrais ricos em fibras, peixe (de preferência oleosa peixes de pelo menos duas vezes por semana), nozes, legumes e sementes e cortes de carnes magras.

Aos 50 anos, a incidência de Infarto e Acidente Vascular cerebral aumenta e é preciso que você saiba os sinais de alerta de um ataque cardíaco e de uma acidente vascular cerebral. Já passou da hora de manter-se esclarecido sobre esse tipo de problema e seus sintomas.

Nem todo mundo experimenta dormência súbita com um acidente vascular cerebral ou dor forte no peito com um ataque cardíaco. E sintomas de ataque cardíaco em mulheres podem ser diferentes do que os homens.

Siga seu plano de tratamento. Nessa altura do campeonato, você já pode ter sido diagnosticado com pressão arterial alta, colesterol elevado, diabetes ou outras doenças que aumentam o risco de doença cardíaca ou acidente vascular cerebral.

Possivelmente, para reduzir o risco, você deve ter recebido um plano de tratamento prescrito pelo seu médico, incluindo medicamentos e orientações sobre mudanças no estilo de vida e alterações em sua dieta.

Leia Também:

 

Como Prevenir Doenças do Coração – Aos 60 anos

Com a idade vem a um risco aumentado de doença cardíaca. Sua pressão arterial, colesterol e outros números relacionados com o coração tendem a subir. Observando os seus resultados de perto e corrigir os problemas de saúde que surgem – juntamente com a alimentação saudável e exercício – pode ajudá-lo a viver mais e melhor.

Fazer um teste de índice tornozelo-braquial. A partir de seus 60 anos, é uma boa ideia para fazer um teste de índice tornozelo-braquial (ITB) como parte de um exame físico, com o objetivo de avaliar a presença ou ausência de doenças que entopem as artérias das suas pernas.

O teste avalia os pulsos nos pés para ajudar a diagnosticar a doença arterial periférica (DAOP), uma doença cardiovascular menos conhecida na qual a placa de gordura se acumula nas artérias das pernas.

Verifique o seu peso. Seu corpo precisa de menos calorias à medida que envelhecem (lembre-se que falamos que seu metabolismo iria diminuir). O excesso de peso faz com que o coração a trabalhe mais e aumenta o risco de doença cardíaca, pressão arterial elevada, diabetes e colesterol alto. Fazer exercícios regularmente e comer pequenas porções de alimentos ricos em nutrientes pode ajudá-lo a manter um peso saudável.

Como falamos acima, reduza a quantidade de comida ou aumente a quantidade de exercício para equilibrar o seu peso.

Da mesma forma como sugerimos para os “cinquentões”, saiba quais são os sinais de alerta de um ataque cardíaco e acidente vascular cerebral. Os sintomas de ataque cardíaco em mulheres podem ser diferentes do que os homens. Saber quando você está tendo um ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral significa que será mais provável que você consiga ajuda imediata. O tratamento rápido pode salvar sua vida e evitar grave deficiência.

 

References   [ + ]

1, 2. Heart.org

Author: Dr. Leonardo Alves

Médico, Cardiologista que entende que a internet pode e deve ser uma fonte inesgotável de informações para os pacientes.
CRMMG: 33.669 – Trabalha na Clínica Cardiovasc, em Teófilo Otoni, MG

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This

Compartilhe!

Compartilhe esse artigo com amigos!