Direitos Previdência, INSS e Arritmia Cardíaca?

Quais são os direitos assegurados aos pacientes com arritmia cardíaca ventricular? Meu cardiologista falou que meu problema é grave – posso conseguir afastamento pelo INSS? Tenho uma pressão alta muito elevada, posso aposentar? Tenho Arritmia cardíaca, posso conseguir benefício junto ao INSS?

Esse tema de Afastamento pelo INSS é bastante controverso e muitos pacientes levam o problema à justiça para que um Juiz tome a decisão. Mas até o processo todo correr, o Juiz pedirá opinião de um perito, de dois cardiologistas e uma série de procedimentos. Uma demanda longa… Veja.

Meu cardiologista falou que meu problema é grave – posso conseguir afastamento pelo INSS? Tenho uma pressão alta muito elevada, posso aposentar? Tenho Arritmia cardíaca, posso conseguir benefício junto ao INSS?

Há dois tipos principais de benefícios previdenciários: Auxílio-Doença e Aposentadoria por Invalidez:

O que é Auxílio-Doença do INSS?

O auxílio-doença é um benefício por incapacidade devido ao segurado do INSS acometido por uma doença ou acidente que o torne temporariamente incapaz para o trabalho. O empregado deve imprimir o requerimento gerado pelo sistema e levá-lo ao INSS no dia da perícia, com carimbo e assinatura da empresa. 1)MTPS

Caso não possa comparecer à perícia médica no dia e hora marcados, você pode solicitar a remarcação, uma única vez, até três dias antes da data agendada, pelo telefone 135. Clique aqui para agendar seu benefício.

Principais requisitos

  • Comprovar doença que torne o cidadão temporariamente incapaz de trabalhar;

Aposentadoria por Invalidez?

A Aposentadoria por invalidez é um benefício devido ao trabalhador permanentemente incapaz de exercer qualquer atividade laborativa, e que também não possa ser reabilitado em outra profissão, de acordo com a avaliação da perícia médica do INSS. O benefício é pago enquanto persistir a incapacidade e pode ser reavaliado pelo INSS a cada dois anos.

Inicialmente o cidadão deve requerer um auxílio-doença, que possui os mesmos requisitos da aposentadoria por invalidez. Caso a perícia-médica constate incapacidade permanente para o trabalho, sem possibilidade de reabilitação em outra função, a aposentadoria por invalidez será indicada. 2)MTPS – Aposentadoria

As duas opções de Afastamento por doença:

Sendo assim, resumidamente, você deverá provar para o INSS que você preenche um dos dois critérios acima:

  • uma doença ou acidente que o torne temporariamente incapaz para o trabalho.
  • está permanentemente incapaz de exercer qualquer atividade laborativa, e que também não possa ser reabilitado em outra profissão.

É aqui que entram os médicos. Seu médico precisa emitir um laudo dizendo que você se enquadra em uma das opções acima. Normalmente, o médico preencherá o atestado quando o paciente tenha uma CARDIOPATIA GRAVE 3)II Diretriz Brasileira de Cardiopatia Grave. Por outro lado, muitos paciente exigem (como parte da consulta médica) um relatório sobre o seu tratamento, sobre os seus problemas de saúde, pois o paciente entende que tenha direito ao benefício previdenciário (mesmo que o médico pense o contrário).

O paciente tem o direito ao laudo, emitido com ética e baseado na ciência, sem aumentar e sem diminuir o problema do paciente. Por prática pessoal, sempre que um paciente me solicita um laudo sobre a sua doença, eu faço, mesmo que seja para o INSS e mesmo que eu tenha absoluta certeza de que o paciente não tenha direito.

Suas chances de conseguir o benefício previdenciário serão maiores e grandes se você tiver sido acometido por uma cardiopatia grave!

 

O que é Cardiopatia Grave? Eu tenho uma Cardiopatia grave?

O conceito de Cardiopatia Grave vem se modificando ao longo dos anos e se tornando bem mais específico para explicar o termo.

Cardiopatia Grave – em 1952

Em 1952, uma comissão multidisciplinar de médicos enunciou o conceito de Cardiopatia Grave como doença que leva, em caráter temporário ou permanente, à redução da capacidade funcional do coração, a ponto de acarretar risco à vida ou impedir o servidor de exercer as suas atividades. A incapacitação laboral deve ser avaliada por perícia médica. 4)II Diretriz Brasileira de Cardiopatia Grave

A Função do Perito:

O médico-perito, diferentemente do médico-cardiologista-clínico, não exerce a medicina clínica, pois não cuida de enfermos. Utiliza os conhecimentos médicos apenas para estabelecer o diagnóstico e o prognóstico clínico, para julgar a capacidade laborativa e sua imputabilidade. Assim, a atividade e o conhecimento pericial sugerem uma especialidade de cunho médico-judicial, na qual, além dos conhecimentos profundos de clínica, existe a necessidade de uma postura, raciocínio e julgamento, como fim.

A medicina pericial exercida atualmente em muito difere da praticada há 30 ou 40 anos. Mais do que nunca, passou-se a exigir a comprovação diagnóstica por meio de uma rigorosa avaliação clínica e comprovação laboratorial (métodos complementares não-invasivos e invasivos), evitando-se as conclusões baseadas em impressões subjetivas ou alegações emanadas dos pacientes, sem o corroborativo laboratorial, tão sujeitas a erros ou interpretações enganosas. 5)II Diretriz Brasileira de Cardiopatia Grave

 

Direitos Previdência e INSS em pacientes com Arritmia Cardíaca?

Resposta:

Depende do tipo de arritmia cardíaca ventricular. Para a grande maioria, estas arritmias demandam tratamento médico e não existem nenhuma lei que dê um direito especial para estes pacientes.

Entretanto, as arritmias ventriculares graves e que promovem risco de vida ou que proiba o paciente de realizar atividades laborativas, estas arritmias dão ao paciente o direito de auxílio-doença.  Mas somente nos casos em que o paciente está bastante grave e que a arritmia o impeça de trabalhar ou de levar uma vida normal. No geral, estes pacientes são usuários de marca-passo cardíaco ou de CDI – cardioversor desfibrilador-implantável.

 

Abraço.

References   [ + ]

Author: Dr. Leonardo Alves

Médico, Cardiologista que entende que a internet pode e deve ser uma fonte inesgotável de informações para os pacientes.
CRMMG: 33.669 – Trabalha na Clínica Cardiovasc, em Teófilo Otoni, MG

Share This Post On

159 Comments

  1. gostaria de saber uma pessoa que fez uma cirurgia cardiaca com tres safenas e uma mamaria, pode ser considerado um deficiente a que grau, pode ter previlegios como no caso do cancer

    Post a Reply
    • Olá, Laudemir.
      Estas questões de benefícios junto ao INSS são muito relativas e passíveis de interpretação do perito judicial.
      Tudo vai depender da deficiência que o seu coração teve/tem após a cirurgia.

      INSS:
      Se foi somente a ponte de safena (digo somente, por que não foi em mim e sei muito bem o sofrimento que o paciente passa), melhor dizendo… se não houve lesão no coração e enfraquecimento da sua musculatura, o INSS costuma liberar para a atividade de trabalho. Entretanto, se houve um enfraquecimento do coração que provoque uma limitação física (falta de ar constante, dor no peito que não passa (dor de angina, e não a dor do corte)… isso pode promover o afastamento do trabalho e auxílio doença.

      RECEITA FEDERAL:
      Aqui, as coisas mudam. Pacientes com doença grave (e a ponte de safena e o cancer são doenças graves) não pagam imposto de renda. Assim, desde o primeiro documento que prove que você tinha a doença, o LEÃO poderá devolver a quantia que você pagou… com correção pela taxa SELIC. Mas é necessário ter provas documentais para isso e o apoio de um Contador experiente, pois a legislação muda. Como médico, pela experiência que tenho e alguns muitos pacientes meus… fiz um relatório dizendo que o paciente teve esta doença ( e outras graves ) e ele recebeu tudo de volta. Teve um que comprou um Corsa sedan novinho. Fiquei feliz! Se a legislação permite, ótimo!.

      Mas me diga, o seu coração está enfraquecido? está crescido? qual a fração de ejeção (leia isso no ecocardiograma)… quem sabe posso lhe dar outras informações… (aguardo sua resposta).

      Abraço.

      Post a Reply
      • Olá meu nome é João dos Santos e tenho arritimia cardiaca e coração fraco, levei duas cartas a dois médicos do SUS e a resposta que tive foi que não poderia me aposentar por invalidez já fiquei internado e sofro de falta de ar por qualquer esforço. Gostaria de saber do Doutor se tenho algum direito na aposentadoria.
        Obrigado.

        Post a Reply
    • descobri que mimha filha tinha ritimia no setimo mes de gestacao quando ela nasceu apareceu o sopro eu queria aponsenta ela nao pode se estresa e nem briga direito que o coracao dela acelera por calsa do sopro e ela so tem um ano e ja esta dnfrentando tudo isso as veses nao tenho nem como leva ela no cardiologista porque nao posso trabalha tenho que fica com ela

      Post a Reply
    • Olá,tenho problemas cardíacos. Passei por três angioplastia,tenho três stands,sinto muita canseira e tenho 51 anos,sou faxineira. Estes problemas dão afastamentos?

      Post a Reply
      • Olá, Lúcia.
        Se a sua falta de ar for causada pelos problemas de coração, sim, dá afastamento.
        Seu médico deve fazer um relatório descrevendo a causa dos seus sintomas.
        Abraços.

        Post a Reply
  2. Olá, João Santos.
    Se você não está em condições de exercer atividades laborativas (trabalho) poderá pleitear/pedir um auxílio-doença que é diferente de aposentadoria por invalidez.
    O Auxílio-doença é provisório e durará enquanto estiver impossibilitado de trabalhar.
    Converse com o seu médico e peça-lhe um relatório pormenorizado.
    Leonardo.

    Post a Reply
  3. ola dr. sou portador de arritimia cardiaca fa. ja fiz uma ablacao e continua a mesma coisa com muitos episodios tenho falta de ar dor no peito e tontura .
    quero saber quais os beneficios que posso ter: a aposentadoria e imposto de renda?

    Post a Reply
    • Olá, José Renildo.
      Se o seu médico concluir que você está incapaz de realizar atividades laborativas… e… e… e…
      O médico perito do INSS concordar com ele, o perito o afastará das atividades, seja por tempo indeterminado ou por um período determinado (auxílio-doença).

      Obs: (para todos os posts)
      Esse blog é informativo e não se configura consultório médico ou segunda opinião médica. Sempre Consulte o seu médico de confiança.
      Abraços.
      Leonardo.

      Post a Reply
  4. doutor e pessoal da receita federal…. tenho um tio que fez ponte de safena e esta impossibilitado de fazer esforços…. ate mesmo a caminhada ele faz com dificuldade pois tem falta de ar…. e nao tem nenhum beneficio apesar de pagarmos o inss… e o medico que cuida dele em nossa cidade e’ o mesmo do inss que no inss nao responde como cardiologista. por este motivo nao e’ valido nem pra receber o auxilio doença e vive com dificuldades pois nao pode trabalhar. oque devo fazer…. por deus me ajudem…… sei que existem milhares de pessoas na mesma situaçao… mas uma resposta ou uma outra questao venha a nos ajudar a encontrar o caminho, uma soluçao…. desde ja muito obrigado…. deus os abençoe……

    Post a Reply
  5. boa tarde gostaria de saber se minha filha tem direito aux doença pela minha empresa ela tem sopro do tipo civ ,ela tem um ano e seis meses fico grata obrigada.

    Post a Reply
      • Boa noite Dr me chamo Mateus fui diagnostico com prolapso de valva mitral e arritmia cardiaca ventricular eu me esstresso com tudo , quando faco esfoco tenho uma sessao de desmalho e tontura , nao consigo jogar cinco minutos de bola , meu trabalho e muito esstresante fico muito nervoso ja cheguei ate desmalhar sinto muita pontada no coracao quando vou conseguir dorme e la pra 3 da manha ja acordo esstresado

        Post a Reply
        • Mateus,
          o desmaio durante a atividade física é perigoso, sim… e precisa avisar seu médico.
          mesmo que já tenha passado por ele, avise-0 desse novo sintoma.
          Abraços.

          Post a Reply
  6. ola meu nome e luiza sou portadora da doença de chagas com comprometimento do coraçao .tenho um HBAE+BIRD TENHO ARRITIMIA , ANGINA PECTORIS INSTAVEL ,DPOC,HEPATOMEGALIA E PROBLEMAS DE COLUNA E NO CORPO TODO SOU TRABALHADORA RURAL E QUERIA SABER PORQUE ESTOU ATE HOJE EM AUXILIO DOENÇA E NAO APOSENTADORIA JA QUE NAO HA COMO REABILITAR O QUE POSSO FAZER

    Post a Reply
    • Olá,
      Boa pergunta…
      Continue com o auxílio-doença que logo logo eles o afastarão definitivamente.
      Abraços.

      Post a Reply
  7. NOSSA GOSTEI MUITO DAS EXPLICAÇÃOES DO SENHOR ´PARABENS EU TAMBEM TENHO ARRITIMIA CARDIACA MEU NOME É JUNIO BRITO SOU DE ARAÇATUBA SP

    Post a Reply
  8. dr eu luiz carlos da silva fiz cirugia cardiaca duas safena e uma mamaria e tenho anjina sinto uma dor no peito que nao passa e costante tomo toudo medicamento diario mas a dor permanese

    Post a Reply
    • dr eu fiz uma mamaria e duas safena e vou fazendo tres cataterismo e foi confirmado que eu sou portador de anjina tenho tres lesao grave sera que eu tenho direto aposentadoria como motrista de camiao eu estou no benificio a tres anos

      Post a Reply
      • Olá, Luiz.
        É possível, sim… mas tudo dependerá do laudo do seu médico cardiologista – converse com ele.
        Alguns pacientes meus já se aposentaram por doenças nas coronárias e outros não – tudo depende do seu caso e da opinião do seu médico.
        Abraços.

        Post a Reply
  9. DR. Tenho 33 anos, 50kg e tenho arritmia cardíaca. Sinto falta de ar, um cansaço físico horrível, dores nas costas, pontadas no peito e muito inchaço nos pés. Sem falar que fui diagnosticada com BRADICARDIA E TRIGEMINISMO VENTRICULAR. Ano passado descobri que sou vaso depressora (Vaso Vagal), tenho sincopes com frequência. Tenho direito ao Auxílio Doença?

    Post a Reply
    • Heliene.
      Se você juntar vários laudos comprovando que os sintomas de síncope (desmaio) te prejudicam no trabalho… que a frequencia da síncope a impede de trabalhar…
      suas chances de afastamento são maiores.
      Abraços.

      Post a Reply
  10. Prezados, este blog foi muito útil ao meu tio e gostaria de retribuir de alguma forma, principalmente esclarecendo questões jurídicas sobre demandas junto ao INSS (aposentadoria por invalidez, auxílio doença, LOAS). Dr. Leonardo parabéns. Estou à disposição apenas para sanar dúvidas jurídicas e apontar soluções. saleseanatolio@gmail.com

    Post a Reply
  11. desde de 2.0000 descobri ser portador da doença de chagas,paralelo a isso em quatro meses realizei dois catete,uma angioplástia e por último uma ponte safena.Quanto há chagas fiz o tratamento a base do rochagan e não tem mais nada para ser feito já que não tem cura e não existe outro tratamento,o coração teve um aumento comsideravél de 20%,durante a cirurgia o médico mim disse que eu já teria sofrido 2 imfartos já que a vêia emtupida era de 99% estou mim recuperando da cirurgia,mas o que eu gostaria de saber é se mim dá direito a aposentadoria já que o meu trabalho é muito estressante passei os ultimos 12 anos dirigindo uma viatura de policia,como frisado sou policial militar. desde já muito obrigado.

    Post a Reply
    • Ei, Cleidivan.
      Depende de uma série de fatores…
      – um valor importante é a fração de ejeção menor que 35%… pelo ecocardiograma… que dá direito ao benefício.
      Abraços.

      Post a Reply
  12. sou cardiaca e aposentada tenho 41 anos gostaria de saber se tenho direito a entra na fila de prioridade e se eu posso estacionar em vagas reservada que tipo de documento posso apresentar para não ser barrada por favor mim responda como costumo dizer quem ver cara não ver coração

    Post a Reply
  13. Olá, possuo uma sindrome rara, síndrome de Brugada tipo1 e tive que implantar um CDI. Gostaria de saber quais são meus direitos?
    Ouvi dizer do auxílio doença e apoaentadoria por invalidez, além de descontos em carros automáticos direto da fabrica.

    Post a Reply
    • Olá,
      Se você provar que tem síncope (desmaios) frequentes, ou choques frequentes com o CDI… talvez consiga provar invalidez…
      Mas pelos critérios de cardiopatia grave, você está tratado… e o INSS não costuma dar o benefício.
      Abraços.

      Post a Reply
  14. ola boa tarde gostaria que vc mi a 3 anos tenho arritmia agora ums 10 dia repetil descobriran que tenhoum sopro no coração mais arritmia isso pode encostar manda resposta por favor

    Post a Reply
    • Olá, Marcos.
      Só se o sopro for causado por uma válvula muito doente e que lhe incapacite de exercier atividades laborativas.
      Abraços.

      Post a Reply
  15. Tenho 43 anos fiz duas ponte safena uma mamaria e uma reevascularizaçãO sou hipertenso e uma arteria vp não pode ser mexida e estou a quase um ano encostado pelo inss e agora recente fiz outro cateterismo e acusou que uma ponte safena se fechou e fui para avaliação cirurgica e o medico falou que não tem como abrir o peito de novo vou ter conviver com isto não posso fazer muito esforço quais os meus direito pelo inss posso me aposentar com isso e não posso andar sozinho devido a minha pressão alta .

    Post a Reply
    • Olá, Robson.
      Há uma série de fatores que pacientes com Cardiopatia isquêmica (doenças de entupimento) precisam preencher para serem classificados com cardiopatia grave – cujo beneficio ele possa conseguir.

      São muitos, mesmo.
      Cito 1 deles: no ecocardiograma, a fração de ejeção está abaixo de 40% ? se estiver, você preencheu um critério…

      Abraços

      Post a Reply
  16. ola meu nome é sirlei tenho trinta e oito anos, e ja fiz uma cirurgia no coração a qual coloquei tres pontes safena e na hora da cirurgia sofri tres infartos.mas o medico me proibio de fazer esforços.agora voltei ao medico e ele viu que algo ñ esta certo me pediu uns exames de cintolografia do miocardioe ate pediu prioridade.mas como ñ trabalho e ñ tive condiçoes de poder continuar pagando o inss parei de pagar .mas queria te perguntar sera que eu tenho o direito de me aposentar por invalidez.pois ñ consigo fazer esforços nenhum desde ja agradeço a compreesão.

    Post a Reply
    • Olá,
      Depende do resultado dos exames que ele pediu.
      Pode ser que sim, mas são vários critérios.
      Abraços.

      Post a Reply
  17. Tenho 35 anos e tenho displasia arritmogenica do ventrículo direito, fiz o implante do CDI e tive pneumotórax na hora da cirurgia,ainda tenho crises de arritmia e sinto bastante cansaço difícil até para andar, o médico disse que deu fibrilação atrial por isso resolveram colocar o CDI em mim gostaria de saber quais são meus direitos estou sem trabalhar registrada já tem uns 5 anos por motivo da saúde o que posso estar fazendo, quais as orientações que vcs podem me dar? Aguardo respostas.

    Post a Reply
    • tenho arritimia, e o medico disse q tenho q tomar remedio p/ o resto da vida, q são amioron 200mg, atenolol de 25, captopril de 50mg, gostaria de saber quais os direitos q tenho. trabalho registrado porem não aguento andar, sendo q no trabalho exije que ando. o medico pediu um exame que é teste fisico. Que direito tenho?

      Post a Reply
  18. Olá, minha mãe tem Aparelho no coração desde 2006, mas ela aposentou por tempo de serviço em 2013. E como recebe agora 1 salário as coisas ficaram apertadas pra ela q paga plano de saúde. Ela tem direito a pedir algum adicional da aposentadoria devido os problemas de saúde e os cuidados que são necessários?

    Post a Reply
  19. Olá doutor!

    Tenho prolapso de válvula mitral,sopro e tomo medicamento beta-bloqueador,sinto falta de ar,tenho ataques de pânico,tonturas diárias.Tenho direito a auxilio doença?

    Post a Reply
    • Olá, Juliana.
      O prolapso dá direito ao afastamento quando:
      Prolapso valvar mitral

      História familiar de morte súbita; história de síncope; fenômenos tromboembólicos; síndrome de Marfan associada; arritmias ventriculares complexas; fibrilação atrial; disfunção ventricular esquerda; regurgitação mitral importante; prolapso valvar tricúspide associado; cardiomegalia (aumento de câmaras esquerdas); rotura de cordoalhas tendíneas.
      Abraços.

      Post a Reply
  20. Olá tenho um cdi tomo choque quase sempre q faço qualquer esforço mais brusco e se passo nervoso ou até msm andar um pouco mais rápido ja sinto q posso tomar um choque tenho direito a algum benefício

    Post a Reply
    • Olá, Juan.
      Quando o CDI fica dando choques… é sinal que precisa ajustá-lo ou ajustar a medicação… Provando quantidade elevada de choques, seu médico poderá pedir o Auxílio-doença.
      Outros exames deverão acompanhar o laudo.
      Abraços.

      Post a Reply
  21. Olá doutor leonardo meu nome é robson sou dointerior do pernambuco, tenho fortes pontadas no coração são tão fortes que quando estou andando tenho que parar, e tenho cansaço, isso tudo desde criança e meu pai tem poblema de coração tambem, doutor tenho risco ter poblema de coração? do qual tipo? sera que posso mim encostar ou ter auxilio doença?

    Post a Reply
  22. Olá,Tenho Aneurisma do Septo Interatrial,sinto falta de ar e dormença do lado esquerdo,pago todos os meses inss,gostaria de saber tinho direito a algum beneficio do inss!

    Post a Reply
  23. Bom dia.

    Eu tenho problema cardi oco que é Síndrome Bugrada, visito o medico regularmente só que ele falou que está mais vizivel a minha doença.
    O meu medo é que trabalho viajando e já tentei me aposentar ms foi negado, como posso fazer para ter o direito aposentadoria já estou com 50 anos e o desfibrilador é um paliativo e não
    á cura.
    O que você me recomenda a fazer?

    Post a Reply
    • Olá, Ubirajibe.
      Eu recomendo que você converse com seu médico.
      Em outro comentário, eu disse que o INSS tem negado benefício aos portadores de CDI, pois não se enquadram em cardiopatia grave… Entretanto, já vi pacientes que conseguiram esse benefício.
      Você teria que provar que suas síncopes (se é que você tem) são frequentes e que o CDI está dando-lhe vários choques.
      Abraços.

      Post a Reply
  24. Ola.Boa Tarde.Sofri um infarto agudo do miocardio em 2011.Em 2013 passei por cirurgia de revascularização miocardica isquemica.Desde então estou parado.Posso requerer a aposentadoria por incapacidade laborativa.Grato

    Post a Reply
  25. Em 2006 fiz uma cirurgia cardiaca troca valvar aortica e como a troca foi tardia evoluindo com disfunção da protese, portadora de aneurisma da aorta ascendente 64mm. Em 2013 fui submetida a correção de aneurisma da aorta ascendente com tubo valvado e protese mecanica ST
    JUDE n° 23 cirurgia de Bentall-de Bono. Minha pergunta é a seguinte tenho direito ao auxilio
    doença, pago a 16 anos o INSS como autonoma.
    Desde ja agradeço

    Post a Reply
  26. Olá! meu nome é Disnelly, tenho 24 anos. Gostaria de saber se tenho direito a requerer uma aposentadoria por invalidez, pois sofro de uma doença cardíaca chamada ”SINCOP VASO VAGAL MALIGNA” que causa perca da consciência e por conta dessa doença fico desmaiando frequentemente e me causa muito constrangimento uma vez que esses desmaios ocorrem na rua, no trabalho, em lugares públicos e etc… E também fica arriscado pra mim pois fico pensando como trabalhar uma vez que não sei quando vou desmaiar e nem onde vou cair, assim fico nessa duvida se devo procurar o INSS, queria tirar essa dúvida pra saber se posso entrar com um requerimento junto ao INSS pra requerer a aposentadoria?

    Post a Reply
    • Olá, Disnelly
      Você precisa comprovar que a sua Síncope te impossibilita de exercer atividades laborativas… Constrangimento (emocional) não é critério.
      Você precisa juntar laudos (vário e vários) mostrando que você desmaia e que passa mal…
      Tem que relacionar os desmaios com exames de coração provando que há arritmias…
      É um caso difícil de conseguir afastamento, mais pelo fato de você conseguir Unir sintomas com uma Arritmia ou outro problema cardíaco QUE SEJA CLASSIFICADO COMO GRAVE (pelas regras do INSS).
      Abraços.

      Post a Reply
  27. tenho marca passo meu serviço e muito pesado e sou canhoto quando faça foça sinto muita dores posso pedir auxilio doencia

    Post a Reply
    • Olá, Antônio.
      Para mim, Marca-Passo não combina com serviço braçal pesado… mas o INSS não tem afastado esses pacientes.
      Normalmente, dão auxílio-doença por um período curto e os liberam para a vida normal.
      Peça seu médico para fazer um laudo e avalie com ele sobre se você conseguirá ou não o afastamento.
      Abraços.

      Post a Reply
  28. Boa noite.

    Dr. Leonardo, como vai, minha mãe tem 67 anos a 1 e 6 meses foi submetida a cirurgia de 3 pontes de safena e 2 mamaria, apos esse periodo ainda sente muitas dores, palpitações e alteração de pressão arterial, queriamos solicitar a previdencia a aposentadoria por valides dela, haja vista que sua idade esta avançada e os sintomas que ela vem tendo, entretanto seu medico, nao que dar uma carta de encaminhamento para a previdencia.

    Como devemos proceder nesta caso, na sua opiniao, sera que conseguimos a aponsentadoria dela.

    Obrigado

    Post a Reply
    • Olá, Robson.
      O médico precisa dar um relatório sobre a saúde da sua mãe… Ele não precisa dizer que ela precisa afastar-se ou aposentar-se… Apenas contar o que a sua mãe tem.
      Provavelmente, seu médico está vendo que ela não preenche os critérios do INSS para afastamento ou aposentadoria.
      Solicitar você pode, sempre, mas não é garantia de que vá conseguir.
      Desejo sorte e melhoras à sua mãe.
      Abraços.

      Post a Reply
  29. eu fiz 3 pontes e uma mamaria sem lesão no coração gostaria de saber se posso fazer exercícios tipo trilha de moto após uma reabilitação de um ano?

    Post a Reply
      • Olá Dr. Meu nome é Edna tem uma uma prótese metálica no coração trabalho na roça já corri atrás e até agora só recebi três meses e depois cotaram o meu benefício, gostaria de sabe eu contribuir no sindicato um ano como devo requerer meu benefício já que eu tenho uma prótese metálica e o meu cardiologista mim deu laudo falando que não posso sofrer nenhum tipo de corte divido o anticoagulante que tomo. Mim tira essa duvida por favor!

        Post a Reply
        • Olá, Edna.
          Essa situação é extremamente comum… Há vários pacientes com prótese que trabalham na zona rural…
          Você é uma trabalhadora braçal, com foice ou atividades que lidam diretamente com risco físico?

          Para o afastamento, seu médico precisa fazer um relatório dizendo que você preenche esses critérios:
          Pacientes portadores de prótese cardíaca

          Presença de hemólise com necessidade de hemoterapia; sinais de disfunção protética aguda ou crônica; história de endocardite pregressa ou atual; presença de gradiente não funcional, acarretando disfunção/dilatação ventricular.

          Abraços.

          Post a Reply
  30. oi fiz uma cirurgia cardiaca coloquei 2 valvulas de silicone, ha 2 anos e meu coracao continua crescido, passei mal fui internado as pressas c insuficiencia cardiaca,posso levar uma vida normal ou preciso mim ausentar do trabalho?

    Post a Reply
  31. Dr. Leonardo, fiz uma cirrurgia de implate de valvula mitral eaortica, commais oumenos 6 meses tive o diagnostico de pequena insuficiencia cardiaca,e comopassar do tempo foi almentando, a mais ou menos dois anos tive varias veses fibrilação atria, meu atrio e ventriculo estão com almento consideravel e o coração crecido, a cirurgia ja faz 17 anos, sera que tenho direito aposentadoria tenho59 anos, obrigado.

    Post a Reply
    • Olá, José.
      Depende de uma série de fatores:
      – Qual o tamanho do seu coração?
      – O Raio X mostrou área cardíaca aumentada? se sim, ICT maior que 0,5?
      – A fração de ejeção está abaixo de 35% ?
      – Sua prótese está funcionando mal?
      Abraços.

      Post a Reply
  32. Olá Dr., acabei de fazer Cateterismo Cardíaco esquerdo +Cinecoronariografia + ventriculografia esquerda, na qual saiu o seguinte: Artéria Coronáriana Direita Dominante, irriga parte da parede posterior do Ventrículo Esquerdo, apresenta-se com lesão de 70% no terço médio distal., vou fazer semana que vem a Angioplastia Coronária, então, gostaria de saber se tenho algum direito a algum benefício do INSS, já que vão colocar Stent.

    Post a Reply
    • Olá, Nair.
      Você terá o direito de Auxílio-Doença baseado no laudo do médico que realizou a Angioplastia… pelo tempo que ele determinar…
      mas o tempo é curto, pois o afastamento da Angioplastia é por cerca de até 30 dias.
      Abraços.

      Post a Reply
  33. Olá. Meu pai foi tem 58 anos de idade e 21 de contribuíção. Recentemente foi diagnosticado com angina no lado esquerdo do coração e sente falta de ar constantemente. Sua profissão é carpinteiro de forma,a qual exige esforço físico. Gostaria de saber se podemos solicitar a aposentadoria por invalidez.

    Post a Reply
    • Olá, Luana.
      Se diante do tratamento adequado do problema ele ainda apresentar sintomas de falta de ar e angina… poderá obter o beneficio.
      Abraços.

      Post a Reply
  34. Olá Dr. tenho hipertrofia obstrutiva do ventrículo esquerdo, tenho um CDI implantado, gostaria de saber se tenho direito de tirar CNH especial.Desde já muito obrigado

    Post a Reply
  35. Olá, boa noite! Queria saber a seguinte informação. Em janeiro coloquei um marcapasso, devido a uma arritmia por braquicardia. Me informaram que tenho direito a isenção de imposto de renda, já outros dizem que não, que isso não configura como cardiopatia grave. O marcapasso é cardiopatia grave ou não? Muito obrigada desde já.

    Post a Reply
    • Olá, Aimê.
      Isenção do imposto de renda, sim.
      O cardiopata poderá requerer a isenção do Imposto de Renda desde que receba uma aposentadoria, pensão ou reforma. Se receber um benefício da Previdência Social, basta entrar em contato pelo telefone 135 e solicitar um agendamento para a revisão do benefício acerca da isenção do Imposto de Renda. É importante lembrar que a isenção do Imposto de Renda será sobre o benefício previdenciário, inclusive nas complementações.

      Abraços.

      Post a Reply
  36. Boa tarde,tenho 52 anos, 3 cirurgias cardíacas e 2 válvula mecânica no coração, 1 stend, e já fiz 3 ablação,tomo 10 remédios por dia, aumento da área cardíaca, e segundo meu médico o musculo do coração esta fraco, gostaria de saber se tenho algum direito junto ao SUS,pq tenho pouco tempo de carteira assinada.Obrigada

    Post a Reply
    • Olá, Rosani.
      Seu caso é interessante e, ao mesmo tempo, complexo…
      Além de ter a sua doença (como você diz)… é preciso que você tenha uma série de outros critérios que provem ao perito que você está incapaz para o trabalho.
      No caso da cardiopatia isquêmica…
      – vou citar o Ecocardiograma com fração de Ejeção menor que 40%.
      Dentre outros.
      Abraços.

      Post a Reply
  37. Meu marido em. Novembro de 2015, colocou marca passo, após sincope, diagnóstico CID10: 145.5, ele possui direito para pleitear a isenção do IR? Já está aposentado há três anos

    Post a Reply
    • Olá, Silvana.
      Depende da cardiopatia de base que o levou a fazer uso do marca-passo.
      As diretrizes de Cardiopatia grave não falam em Marca-Passo e sim, na doença que levou o paciente a tê-lo.
      Os critérios são falta de ar e incapacidade de exercitar-se.
      Abraços.

      Post a Reply
  38. Ola. Boa tarde, prazer Elias, tenho 31 anos passei por duas cirurgias cardiacas e tive 2 avcs sem sequelas visiveis. O 1 avc foi em 2007 causado por isquemia e o 2 em 2014 pelo mesmo motivo. As cirurgias cardiacas 1 foi aos 7 anos chamada de valvuloplastia mitral e a 2 em 2015 para troca da valvula mitral por uma mecanica numero 25.Hoje tenho coracao crescido ventriculo esquerdo mede 7,2 e o direito mede 3,0 e arritimia cardiaca. Durante exercicios como caminhar apenas caminhar me canso facilmente falta ar, fico com tonturas e chego a ficar com visao embacada. Minha fracao de ejecao do VE é de 60%.a minha frequencia cardiaca fica entre 70 e 100 bpm parado e medicado, mas mesmo medicado e fazer qualquer atividade como por exemplo subir a escada da minha casa que possui 14 degraus fico com avrespiracao forcada. Ha ia me esquecendo faco uso de marevan 5 mg rni 3/4. Por favor me oriente no que der pedi o laudo ao meu medico ele me deu um relatorio do meu quadro. Desde ja agradeco sou de Ipatinga.

    Post a Reply
    • Olá, Elias.
      Sua história é complexa, mas você apresenta alguns dados interessantes…
      – Coração medindo 7,2 cm – provavelmente, seu RaioX de torax mostrará:

      Radiografia do tórax – Cardiomegalia com índice cardiotorácico superior 0,5, o qual possui valor prognóstico definido; congestão venocapilar pulmonar; derrame pleural bilateral ou unilateral importante.
      – isso indica afastamento.

      – Fração de Ejeção de 60% – fala contra o afastamento.
      – Já um teste ergométrico que prove que você não consegue exercitar-se por pelo menos 5 mets

      Teste ergométrico – Limitação da capacidade funcional (<5 MET); angina em carga baixa (3mm), morfologia horizontal ou descendente, múltiplas derivações, duração prolongada (>6 min no período de recuperação). Supradesnível de ST, sobretudo em área não relacionada a infarto prévio; comportamento anormal da pressão arterial diastólica: queda de PAS >30mmHg; insuficiência cronotrópica (elevação inadequada da freqüência cardíaca, descartado o uso de drogas que possam alterar o cronotropismo); sinais de disfunção ventricular esquerda associada ao esforço; arritmias ventriculares complexas, durante ou pós-esforço.

      É muito técnico, seu médico lhe ajudará.
      Abraços.

      Post a Reply
  39. Bom dia.
    Sou cardíaco tenho um cardiversor desfibrilador implantável (CDI), faço uso de remedio,faço tratamento a cada 6 meses gostaria de saber se me enquadro no termo deficiente físico com má formação adquirida ou cogenita.
    Considerando que o CDI é uma prótese ou órtese (ÓRTESES: Aparelho destinado a suprir ou corrigir a alteração morfológica de um órgão, de um membro ou de um segmento de um membro, ou a deficiência de uma função.)

    Post a Reply
    • Olá, Ângelo.
      Há pacientes com CDI que praticam atividades físicas e são atletas… (são poucos, mas há relato na literatura médica)… Outros, por outro lado, tem doenças cardíacas importantes, com insuficiência cardíaca grave e fração de ejeção baixa (menor que 35%) além do CDI.
      – Pelas informações que me passou, você não tem má-formação.
      – O CDI é uma órtese.
      Se seu coração tem função ventricular normal, pode ter dificuldades de conseguir o benefício.
      Mas depende do tipo de trabalho que exerce…
      Abraços.

      Post a Reply
  40. Olá , meu nome é Meire. Gostaria de saber se minha sobrinha que é cardiopata tem direito a receber algum beneficio do inss, ela tem 5 anos está aguardando a chamarem para fazer cirurgia, portanto minha irmã não pode trabalhar pois a qualquer momento a chamam para a cirurgia. Minha irmã já tentou trabalhar várias vezes, mas minha sobrinha sempre fica doente com pneumonias pois a sua imunidade é baixíssima devido a doença do coração, e agora está a espera da cirurgia, e não tem nenhum renda, pois é mãe solteira e só recebe ajuda dos familiares.

    Post a Reply
    • Olá, Rosimeire.
      Veja bem.
      1 – Ela não está trabalhando à esperada a cirurgia? por que não quer trabalhar?
      2 – Ela não está trabalhando porque não aguenta trabalhar? está com muitos sintomas? Nesse caso, sim, ela tem direito ao auxílio-doença e deve ser encaminhada pelo seu médico para avaliação, com relatório bem preenchido.
      Abraços.

      Post a Reply
  41. Bom dia! Tenho síncope vaso vagal,é horrível,já tive crises no trabalho,na praia,no trasporte público…. gostaria de saber se tenho direito ao auxílio doença?

    Post a Reply
    • Olá, Pollyana.
      Provavelmente não.
      Mas se sua síncope for causada por arritmias graves, aí, sim – o seu médico lhe encaminhará para o tratamento e afastamento.
      Abraços.

      Post a Reply
  42. Bom dia.

    Tenho 47 anos e trabalhei 30 anos como coordenador de equipes de produção, há 10 anos sofro com doenças coronárias já foram 5 angioplastia com stent e há dois meses fiz 3 safenas e 1 coronária. Enquanto trabalhava tive alguns traumas de relacionamento e estava fazendo um tratamento psiquiátrico e terapias. Meu seguro encerra-se agora em maio, nestas condições eu tenho direito a prorrogação do meu auxilio ou até um pedido de aposentadoria por invalidez?

    Post a Reply
    • Olá, Marcelo.
      Vai depender de uma série de fatores e exames.
      A Ponte de Safena e a angioplastia são o tratamento para essas doenças coronárias isquêmicas…
      Você tem direito ao benefício se cumprir uma série de critérios, como Angina refratária, incapacidade física atestada por exames… Portanto, é complexo.
      Mas em princípio, a Cardiopatia isquêmica é classificada como cardiopatia grave (na dependência de alguns critérios).
      Seu médico avaliará o seu caso detalhadamente.
      Abraços.

      Post a Reply
  43. Olá, Sou Reginaldo tenho 40 anos e tenho a veia do coração entupida por colesterol ja tomo remédio há 6 meses me consulto ao medico com frequência sinto falta de ar e perda de apetite trabalho há 15 anos de carteira assinada. gostaria de saber se tenho direito ao auxílio doença .desde ja agradeço

    Post a Reply
    • Olá, Johnny.
      Seu quadro é Cardiopatia isquêmica – se tiver Angina e dor incapacitante mesmo com o tratamento clínico/medicamentoso otimizado… sim, poderá ter Auxílio-doença até melhorar.
      Abraços.

      Post a Reply
  44. Boa noite

    Sou usuária de marcapasso
    E insuficiência pulmonar.
    Tentei volta
    Uma vida normal.
    Mas não consegui
    O que devo fazer?

    Post a Reply
    • Olá, Ladjane.
      O que você não conseguiu realizar na sua vida normal?
      Está com falta de ar? ou não conseguiu emprego?
      – Se o Marca-Passo estiver funcionando normalmente, tá ótimo.
      – Insuficiência pulmonar só é doença se for grave. Quase todas as pessoas tem insuficiência pulmonar leve.
      Abraços.

      Post a Reply
  45. Olá boa tarde tenho um filho de 5 anos ele tem arritmia cardíaca um CIV ( comunicação intra ventricular) e falta de devido a asma. Ele tem direito a carecer um benefício, estou atrás de cardiologista pelo sistema mais ainda não consegui tenho também uma filha de um ano e quatro meses que tem crises hepileticas e já faz tratamento a um ano mais não consegui receber no uns ele fizeram minha conta como se eu ganhasse hum mil reais mesmo levando meu contra cheque de um salário mínimo e não saiu o benefício para ela queria saber se meu filho também tem direito a receber?

    Post a Reply
    • Olá, Suziane.
      Eu acho que o benefício de Auxílio-doença é só para quem faz contribuição ao INSS… Seu filho não contribui.
      Nesse caso, procure orientação nas agências do INSS e pergunte em qual benefício você poderia se enquadrar.
      Abraços.

      Post a Reply
  46. bom dia ou tade ou noite por favor me de uma luz estou confuso estou no auxilio doença vou fazer 2 anos em outubro 2016 que me foi consedido .Poque sofri um enfarto que me trouse conseguelas deixou com umas manchas no coraçao o cardioligista na primeira consulta depois que sai do hospital eo senhor nao tem cura so tratamento como foi encaminhado so espero ser chamado e fiquei impertenso nao consigo andar muito que canso rapido as vezes me da tontura. Por favor quais sao os meus direitos e se tenho direito ao vale social . Muito Obrigado

    Post a Reply
    • Olá, Jorge.
      Você terá o Auxílio-Doença…
      Se sua situação médico não melhorar ou piorar (Deus te livre)… você poderá Aposeentar-se por invalidez.
      Abraços.

      Post a Reply
  47. PORTADOR DE DOENÇA DE CHAGAS TEM DIREITO AO PASSE LIVRE ITERESTADUAL OU OUTRO TIPO DE BENEFÍCIO QUE CUSTEIE PASSAGEM PARA TRATAMENTO EM OUTRO ESTADO? QUAL E COMO SOLICITAR?

    Post a Reply
    • Olá, Claudeci.
      Se precisar de tratamento em outra cidade, o seu município o levará em transporte próprio ou pagará sua passagem.
      Há o TFD – tratamento fora do domicílio.

      Abraços.

      Post a Reply
  48. Bom dia,

    Sou portador do transtorno de ansiedade generalizada (TAG), que caracteriza-se por um estado de ansiedade excessiva persistente que não depende do contexto e é desproporcional aos fatos que ocorrem na maior parte dos dias, esse transtorno me gerou uma cardiopatia denominada fibrilação atrial aguda (FAA).

    Vc saberia me informar se tenho o direito a isenção dos impostos para aquisição de veículos novos?

    Att

    Post a Reply
    • Olá, Rafael.
      Se sua Fibrilação atrial estiver associada a Insuficiência cardíaca grave… pode ser que o perito aceite o laudo do seu médico.

      Seria enquadrado em:
      c) GRAU III: pacientes portadores de doença cardíaca com nítida limitação da atividade física. Estes pacientes sentem-se bem em repouso, embora acusem fadiga, dispnéia, palpitações ou angina de peito, quando efetuam pequenos esforços;

      Abraços.

      Post a Reply
  49. Boa tarde. Meu nome é Jainá. Tenho uma válvula biológica, tenho endorcadote estou com a metade do coração comprometido so vivo no médico fazendo exames muita falta de ar palpitações. Minha medica nunca me liberou pra trabalha quero dar emtrada no inss. Mais me mandaram dar entrada no auxilo doença mais contribui por que nunca trabalhei será que é auxiliou doença que devo marca minha perícia?

    Post a Reply
    • Olá, Jaina.
      Você precisa do laudo do seu médico indicando sua situação médica atual.

      Se for esse quadro:
      c) GRAU III: pacientes portadores de doença cardíaca com nítida limitação da atividade física. Estes pacientes sentem-se bem em repouso, embora acusem fadiga, dispneia, palpitações ou angina de peito, quando efetuam pequenos esforços;

      Ao ler o laudo do seu médico e ao avaliar seus exames, se o perito achar que está classificada como Cardiopatia grave, poderá lhe afastar com Auxílio-Doença ou afastá-la definitivamente.

      Como você é portadora de prótese, e pelo fato de ter tido ENDOCARDITE… provavelmente, conseguirá o benefício:
      Pacientes portadores de prótese cardíaca

      Portadores de prótese:
      Presença de hemólise com necessidade de hemoterapia; sinais de disfunção protética aguda ou crônica; história de endocardite pregressa ou atual; presença de gradiente não funcional, acarretando disfunção/dilatação ventricular.

      Abraços.

      Post a Reply
  50. OLÁ DR TENHO ARRITMIA TAQUICARDIA POSSO ME EMCOSTA COM AUXILIO DOENÇA COMO FAÇO Meu Coração Bate a 230 bpm.
    Aguardo resposta

    Post a Reply
  51. Oi dr tenho arritmia taquicardia tenho direito a o auxílio doença meu coração bate a 230 bpm.

    Post a Reply
    • Olá, Eduarda.
      A presença de taquicardia com FC de 230bpm não é indicador de cardiopatia grave.
      Seu médico avaliará se há outras situações que indiquem o afastamento.

      Necessita tratamento que terá que normalmente faz efeito rapidamente. Talvez, sem médico lhe afaste do serviço por alguns dias até o medicamento agir.

      Mas para afastamento temporário – Auxílio-Doença, não costuma ser o caso.
      Abraços.

      Post a Reply
  52. bom dia

    meu tio fez uns exames e diagnosticou problema no coração no caso o coração tá com tamanho anormal o médico deixou claro que é grave e também liquido nos pulmões . gostaria de saber se isso lhe dará direito a receber do inss já que não pode exercer nenhuma atividade .

    Post a Reply
    • Olá, Rosecleide
      Se seu tio está com “água no pulmão” que é o edema agudo de pulmão… sim, ele tem direito ao benefício.

      Seu médico deverá classificá-lo em um relatório dizendo que ele se enquadra na seguinte situação:
      d) GRAU IV: pacientes portadores de doença cardíaca que os impossibilita de qualquer atividade física. Estes pacientes, mesmo em repouso, apresentam dispnéia, palpitações, fadiga ou angina de peito.

      Abraços.

      Post a Reply
  53. Oi. Acabo de descobrir via TC que tenho aneurisma da aorta ascendente (CID I71.2) com 5,4 e 5,9 cm de diâmetro, e também insuficiência aórtica moderada (esse de um ecocardiograma anterior). Tenho direito a afastamento do serviço? Devo pedir ao médico pelo afastamento? Pelo que fui informado é um problema considerado grave, o local pode se romper sem aviso prévio. Fui encaminhado pelo cardiologista para outro especialista em um centro do coração, ainda a marcar pela secretaria de saúde. Obrigado.

    Post a Reply
  54. tive um infarto foi constatado pelo eco dublle que um pedaço do coraçao nao funciona mais grave e fique com arritimia cardiaca e poblema de pressao hipertenso arerial estou, emoutubro 2016 faço 2 anos de auxlio e tenho direi a aposentadoria e insuficiencia cardiaca com fo induzida m cF hipocinesia defusa e que eu consegui ler tenh os lados tenho direito a aposentadoria . muito obrigado doutor

    Post a Reply
  55. Parabéns doutor ótimo site, sou portador de Valvula aortica bicúspide, fiz cirurgia de troca valvar por prótese mecânica, tomo anticoagulante e faço medição do tap inr todo mês, além de tomar selozok, enalapril e diacqua….coração estava grande antes da cirurgia, 39% apenas de fração ejeção…. Será que consigo me aposentar tenho 30 anos idade, estou bem e aguardando a perícia ainda, o cirurgia no laudo de 45 dias de afastamento e o cardiologista deu mais 45 dias a perícia foi marcada dois meses depois e será em agosto….

    Post a Reply
      • Então doutor obrigado pela atenção, e pelo link do artigo de suma importância!!!
        Com 47 dias após de operado fiz o ecocardiograma e os resultados foram muito bons, meus ecos anteriores tipo o ultimo estava como moderado e grave, e fração ejeção de 39% e eu não tinha sintomas de nada, fazia trilha de bike e nd sentia…então os resultados após a cirurgia foram regurgitação moderada a leve ou seja o cardiologista disse que não existe mais o problema, e a fração de ejeção já tinha melhorado para 50%, só faltou o coração diminuir de tamanho ou voltar ao seu tamanho normal que com 47 dias ainda não deu tempo….doutor o que me preocupo um pouco que a minha aorta ascendente na ultima angiotomografia deu medida de 3.7mm e recomendado para cirurgia parece que é 5.0mm algo assim, em outros paises se espera até 5.5mm, será que após a cirurgia tudo melhorando a ascendente não estabiliza pare a dilatação e com os medicamentos tbm, já viu algum caso doutor ???
        nem parece que operei p dizer a verdade, estou muito bem!!!
        Grande Abraço de cabo frio/RJ.
        Douglas

        Post a Reply
  56. Minha filha tem.sopro e coraçao.ela ira fazer uma cirurgia . Ela pode receber beneficio , ela tem apenas 10meses

    Post a Reply
  57. ola Dr ! eu tenho 59 anos estava de beneficio a 6 anos e agora com essa reforma da previdência meu beneficio foi cessado sou cardíaca tenho uma cirurgia de peito aberto em stent e agora em 2015 outro intrastent pois tive reestenose sofro de falta de ar tomo muitos medicamentos e minha cardiologista sempre disse que eu não podia fazer esforço agora com as novas regras da previdência eu so vou me aposentar aos 70 anos vou tentar uma aposentadoria por invalidez pela Federal será que eu consigo

    Post a Reply
    • Angela.
      é possível que consiga.
      Desde que o relatório prove a sua incapacidadde…
      Não é provar que você tem doença (isso não se nega). É provar que a doença causa incapacidade para o trabalho.
      Abraços.

      Post a Reply
  58. Tenho cardiopatia dilatada com fração de ejeção 27% Sou Autônomo e tento me manter trabalhando mas vivo passando mal com a pressão baixando muito e os clientes com medo estão se afastando pago inss a mais de 20 anos tenho algum direito
    tomo Carvedilol 25mg, enalapril 20 espironolactona 25mg, Sinvastatina 20mg e hidroclorotiazida 25mg

    Post a Reply
  59. Boa tarde.
    Gostaria de saber se eu consigo me aponsentar ou receber auxilio doença.
    Sou portadora de CDI.Desfribilador.
    Tenho miocardiopatia Hipertrofica grave.

    Post a Reply
  60. Meu esposo teve infarto agudo do miocárdio o médico falo que no caso dele seria uma ponte safena mais poderia entupir as veias dele é fina então só passou medicação ele pode voltar a trabalhar normalmente

    Post a Reply
  61. Boa noite. Gostaria de tirar uma dúvida que tem sido colocada por amigos e familiares.
    Esse ano de 2016, sofri um grave incidente envolvendo arritmia cardíaca, como causa de uma miocardite.
    Fui diagnosticado com Síndrome de Brugada, uma doença congênita por mutação de genes, e então foi implantado um CDI para controle e monitoramento.
    Segundo o paragrafo I do Art. 4 do Decreto 3298/99, que regulamenta a inclusão de portadores de necessidades especiais, doenças congênitas são consideradas como Deficiência Física. Minha dúvida é se esse tipo de doença pode realmente ser considerado como tal. Minha dúvida e pelo fato estar estudando para concursos, e ter receio de não ser aprovado em exames físicos por conta da presença dessa doença, ainda mais que minha área de trabalho é na Engenharia Elétrica, onde terei que abdicar de certas áreas por causa de influencia de campo magnético no aparelho CDI.
    Obrigado pela oportunidade.

    Post a Reply
    • Jean.
      a S.Brugada é grave até o momento de se colocar o CDI…
      Com o CDI, as chances de problemas reduzem.
      Pelas limitações do campo magnético, talvez você tenha que mudar de área de trabalho… mas confira com seu arritmologista.
      Esse caso, dificilmente gera aposentadoria.
      Abraços.

      Post a Reply
  62. Olá Bom dia!
    Tenho problema no coração, já fiz 2 cirurgia de troca valvar e nesta ultima coloquei válvula mitral metálica por complicação nesta cirurgia tive q implantar um marca passo, na época q fiz a cirurgia,outubro de 2015, consegui o auxilio doença de 6 meses pedi estenção do beneficio e consegui mais 2 meses mais uma vez pedi a estenção e dessa vez foi negado,mesmo eu tendo o laudo da minha cardiologista não me liberando para voltar ao trabalho,sou do lar mas pago o INSS como autónoma. Gostaria de saber se tenho direito a aposentar por invalidez devido ao acompanhamento q tenho q fazer do controle do sangue por usar Marevan e por não poder fazer esforço.

    Post a Reply
    • Andrea.
      Entendo que deve estar sofrendo e assustanda com tantas cirurgias, não é mesmo?
      Depende de uma série de fatores… Só pelo fato de ter operado 2 vezes não lhe dá direito ao benefício ( o INSS tem negado a pacientes assim ).
      – Há que se olhar a sua fração de ejeção: quanto ela é?
      – Sua válvula atual está funcionando normalmente?
      – Há pressão elevada no pulmão?
      O uso do Marevan é perigoso em pacientes sob risco de acidentes e traumas.

      Abraços.

      Post a Reply
  63. Minha filha tem 7 meses ta com sopro brusco e o coraçao estar grande o cardiologista pediatrico me falo que ela vai ter q faser uma cerugia ele falo que ela nao pode se irritar e nem pular muito. eu nao trabalho fico cuidando dela pq ela nao ficar com ninguem ela tem direito ao auxilio do inss

    Post a Reply
    • Olá, Mmary.
      Provavelmente NÃO. O benefício é só para contribuinte.
      O correto é agilizar a cirurgia… A lentidão do SUS não pode recair nas costas do INSS…
      Mas, eu vejo que muitos pacientes (adultos, trabalhadores) recebem o benefício pois o SUS demora liberar a cirurgia…
      Abraços.

      Post a Reply
  64. Olá,
    Em 30 de agosto de 1998 passei por procedimento cirúrgico de uma CIA de 2 cm entre artrios, também tenho uma regurgitação na válvula tricúspide. E de 5 anos para cá estou tendo quadros de arritmia cardíaca por fibrilação atrial paroxística, e tem sido mais frequentes com duração de ate 1 a 2 horas, tenho evitado ate dirigir ou caminhar sozinho. Estou fazendo uso de medicamentos como Amioron 200mg, Xarelton 20mg e Selozok 100mg.
    Para este caso séria passível de quais benefícios ?

    Post a Reply
  65. Olá dr. Dei entrada no alxilio doença em 2012 e até hoje 2017 estou recebendo​ o alxilio doença tem 5 anos que recebo, caso eu receba a aposentadoria por invalides tenho direito alguma indenização.

    Meu caso foi proprema de coração.obrida

    Post a Reply
    • Cristiano.
      Se está recebendo o auxílio-doença, já está sendo paga.
      A aposentadoria não muda muita coisa, só o fato de não precisar mais fazer perícia.
      Eles já deveriam ter mudado seu status para aposentada.
      Abraços.

      Post a Reply
  66. Dr. Leonardo, boa tarde !

    Meu nome é Alexandre tenho 40 anos e quero saber se tenho direito a aposentadoria por invaliz, já fiz três cirurgias cardíacas para troca de Bioprotese Mitral e troca de Bioprotese Aortica, a primeira cirúrgia eu tinha 17 anos, a segunda cirúrgia eu tinha 31 anos e a terceira cirúrgia fiz agora a pouco com 39 anos. O médico falou que devido ter passado por três cirurgias e o meu coração foi cortado por três vezes uma parte do coração esta crescido e que estou com uma doença crônica no coração porque quando ele bate fibrila e estou com Flutter com bloqueio AV Variável e que esta persistente e existiria a possibilidade de colocar um marca passo em mim. Agora estou tomando vários medicamentos, são eles: Somalgin Cardio 100mg, Ancoron 200mg, Rusovas 20mg e anticoagulante Marevan 5mg onde tenho que fazer exames de sangue de 8 em 8 dias.ainda sinto falta de ar e tonturas.

    Abraço e obrigado !

    Post a Reply
    • Alexandre.
      Eu julgo que sim… Principalmente se o seu coração estiver com a função sistólica prejudicada.
      Mas Arritmia / Fibrilação atrial / Anticoagulação oral… são problemas que não permite o trabalho em algumas ocupações.
      Seu médico avaliará seu caso.
      Abraços.

      Post a Reply
  67. Olha dr tenho 31 anos sou portado de cdi tenho síndrome da brugada meu irmão faleceu com 20 anos da mesma doença tenho tiróide e agora descobri que tenho uma lesão no colo do útero de alto grau posso mim afranta do trabalho

    Post a Reply
    • Oi, Poly.
      Brugada é uma doença séria – mas já está bem protegida pelo CDI…
      A lesão grave no colo do útero precisa ser tratada – durante o tratamento, provavelmente receberá auxílio-doença… depois, voltará ao trabalho.
      Mas cada caso é um caso… seu médico decidirá.
      Abraços.

      Post a Reply
  68. Bom dia Dr Leonardo, tenho 60 anos e fui diagnosticado com síndrome de WPW, gostaria de saber se tenho direito a auxílio-doença.Obrigado.

    Post a Reply
  69. OLA DR.
    EU TENHO UMA VAVULA MECANICA AORTICA COM ISSO EU MEU APOSENTO.

    Post a Reply
    • Fernandes.
      Depende da força do seu coração – da fração de ejeção.

      Não atrase a ida ao seu médico de confiança… Fique atento à dores no peito… meu comentário não é uma consulta médica – agende com seu cardiologista.
      Abraços.

      Post a Reply
  70. Oi minha mãe passou por três cirurgias no coração, e os médicos já deram o laudo para ela se aposentar, mais por uma letra errada no documento do meu pai, ela não consegui ,como posso resolver esse impasse? Obrigado.

    Post a Reply
  71. Boa Tarde Dr. Fiz o implante de LOOPER IMPLANTAVEL no dia 02/06/17. Pois estou desde 2014 tratando de fibrilação atrial e flutter atrial e isquemia silenciosa. Já fiz 2 ablações e o problema não resolveu. Você acha que posso me aposentar?

    Post a Reply
  72. Caro Dr.

    Fui mãe pela segunda vez em Ago/16 e desenvolvi logo no pós parto Miocardiopatia periparto. Desde então minha fração de ejeção é de 33% pelo metodo padrão e inferior a 30 em outro metodo e ainda estou com bloqueio de ramo esquerdo que não existia antes da doença, segundo meu cardio há um prognóstico de não cura quando há esta sequela salientando que independente deste prognostico posso melhorar em até dois anos. Participo de um grupo de maes com a mesma doença no whatsapp e percebi que neste grupo aquelas que realmente melhoraram tiveram a melhora nos primeiros seis meses. Assim não sei se me agarro a esperança dada pelo cardio ou encaro que não irei melhorar.

    O fato é que mesmo tomando Divelol na dosagem maxima, Aradois de 25 e Acertil de 5 fico despineica nos esforços basicos do dia a dia, mas me sinto confrotavel em repouso, segundo meu cardio minha insuficiencia é grave de nível III. Estou trabalhando pois sou autonoma e trabalho em casa, mas me sinto extremamente exausta e desconfortavel com as tonturas e dormencias decorrentes da medicação. Meu rendimento, por mais que eu me esforce não é o mesmo. Com base na sua experiencia o senhor acredita que teria algum exito pleitear algum auxilio junto ao INSS ou até mesmo aposentadoria por invalidez?

    Post a Reply
  73. Meu nome é Fritz Barros. É que fiz uma cirurgia de válvula aórtica (biológica) e gostaria de saber se posso voltar as minhas atividades laborais ou se vou pra aposentadoria ? ( já que me enquadro no grau 4 de periculosidade). Trabalho na indústria química e petroquímica

    Post a Reply
    • Fritz
      Depois de operado, muito provavelmente seu coração voltará ao normal.
      Aí, é vida noraml – mas só seu médico para avaliar adequadamente.
      Abraços.

      Post a Reply
  74. Ola Doutor! Tenho fibrilação atrial cronica, gostaria de saber se tenho direito a isenção do imposto de renda?

    Post a Reply
    • José.
      Fibrilação atrial é uma doença cardíaca crônica…
      Mas o INSS não tem concedido o benefício, exceto se uma insuficiência cardíaca estiver associada.
      Abraços.

      Post a Reply
  75. tenho três cirurgias plástica mitral tricuspide e ortica segunda troca válvula mitral biológica e terceira prótese mitral mecanica fibrilacao artrial desde 98 átrio esquerdo dilatação importante ventrículo esquerdo aumento leve fração de ejecao 0,66 dopper dectou insufiencia aortoca holodiadtolica leve a moderada hipertrofia exentrica no ventrículo esquerdo anticoagulante diariamente e bezetacil infinitamente tenho 37anos tenho direito a auxílio doença Inss

    Post a Reply
    • Marcia,
      Hoje, os peritos estão focando na fração de ejeção: a sua está 66% – está boa.
      Se operou agora, seu ventrículo esquerdo pode voltar ao normal (é o que esperamos).
      Mas eu não conheço detalhes do seu caso e você precisa pedir opinião ao seu médico, pedindo-lhe para fazer um relatório e levar esse laudo para o INSS.
      – É possível que lhe afastem.
      Abraços.

      Post a Reply

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This

Compartilhe!

Compartilhe esse artigo com amigos!