Há o ritmo atrial ectópico (diferente do ritmo sinusal) é uma alteração pouco frequente no eletrocardiograma, mas que gera dúvida nos pacientes sobre esse tipo de arritmia cardíaca. Veja:

Ritmo Sinusal: O ritmo normal do coração?

Ritmo sinusal é o Ritmo normal do Coração. Quando um laudo ou um relatório diz que o Ritmo do eletrocardiograma é Sinusal, significa que ele está normal. Não é doença, é a completa descrição da normalidade dos batimentos cardíacos. O estímulo para o coração bater está no nó sinusal (só lá) – em apenas UM FOCO. 1)Heart.org

O quê é Arritmia cardíaca?

As Arritmias cardíacas são alterações elétricas que provocam modificações no ritmo do coração. É como se o coração perdesse o compasso e tornasse fora do ritmo, arrítmico, sem ritmo. Arritmia é, portanto, uma doença que afeta o Ritmo de Batimentos do Coração!

Arritmia Cardíaca é um Grupo de Doenças

Elas formam um GRUPO de doenças do coração que atuam sobre o Ritmo Cardíaco.

Dependendo do tipo de arritmia elas podem levar a doenças no coração e a morte súbita. E devido à sua importância e potencial risco de Morte súbita, as Arritmias Cardíacas merecem uma atenção especial de médicos e pacientes.

Ritmo sinusal normal.

Ritmo Atrial Ectópico – o que é?

Já o ritmo atrial ectópico O estímulo para o coração bater sai de vários locais do átrio (não só de um foco).

ritmo atrial ectópico

ritmo atrial ectópico

Ritmo Atrial Ectópico – Sinônimos:

  • Ritmo atrial ectópico.
  • Ritmo atrial multifocal.
  • Ritmo atrial

 

Arritmia cardíaca – o quê é, causas, tratamento: Tudo!

Ritmo Atrial Ectópico – Sintomas

No geral, não dá sintomas… mas o cardiologista precisa acompanhar. Quando aparecem sintomas, eles são:

  • Palpitações.
  • Falta de ar (raramente)

Ritmo Atrial Multifocal – Quais as consequências?

Alguns pacientes (com outros fatores de risco) pode ser fator de risco para o surgimento de fibrilação atrial.

Arritmia cardíaca – Quais exames devo fazer?

Essa é uma dúvida comum e a resposta está com o seu médico, mas no geral, os colegas cardiologistas lançam mão desses principais exames:

Eletrocardiograma:

o famoso ECG, eletro – que detecta cerca de 15 batimentos cardíacos. Se o médico der sorte, ele consegue “pegar a arritmia” durante esses 15 batimentos.

Holter 24horas:

Holter é um ECG de 24 horas, com muito mais chances de “pegar a arritmia”. Mas mesmo assim, há pacientes que tem sintomas (palpitações) a cada dois ou três dias, e o holter pode não flagrar a arritmia.

Ecocardiograma:

ecocardiograma um ultra-som do coração e não vê arritmia. O objetivo é saber se o coração está fraco ou se tem alguma outra doença do coração associada, que possar tornar a arritmia mais grave.

Teste ergométrico:

Teste Ergométrico é um ECG durante o esforço físico. Tem por objetivo saber se a arritmia ocorre durante o esforço, se é desencadeada pelo esforço, etc.

Looping / holter de eventos:

É um Holter longo, bem longo… que o paciente pode ficar semanas ou até um mês com o aparelho… É muito chato de se fazer e muito trabalhoso, afetando muito o dia-a-dia dos pacientes. Mas é ótimo para captar as arritmias.

Estudo Eletrofisiológico:

Esse é o padrão-ouro dos exames para arritmias. Ele faz o mapeamento de todos os estímulos elétricos do coração. Mas, por ser caro e muito invasivo (semelhante a um cateterismo) é deixado para pesquisar arritmias graves e perigosas. Ele não é usado para arritmias onda a suspeita é de uma arritmia benigna.

Abraços.

References   [ + ]

1. Heart.org
E-Book: Doenças do Coração!

E-Book: Doenças do Coração!

Coloque seu melhor E-mail no campo cina e Receba seu E-book! O melhor Guia para as Principais Doenças do Coração!

Veja seu E-mail: Sua inscrição foi um Sucesso!

Share This

Compartilhe!

Compartilhe esse artigo com amigos!