Rótulos com advertências em bebidas com açúcar podem assustar os pais.

Rótulos com advertências semelhantes aos encontrados em maços de cigarro podem assustar alguns pais e fazer com que evitem comprar para seus filhos bebidas adoçadas com açúcar. Este é o resultado de um estudo americano publicado na revista “Pediatrics”. De acordo com os achados, a probabilidade diminui independentemente do nível de educação dos pais.

bebidas com açúcarNo estudo, pesquisadores da Universidade da Pensilvânia, em Filadélfia, incluíram 2.381 pais com pelo menos um filho com idade entre seis e onze anos. Os participantes foram divididos em seis grupos: um grupo de controle, não exposto ao rótulo de advertência; o grupo de rótulo de calorias, exposto ao rótulo que mostrava as calorias da bebida; e os quatro grupos de rótulo de advertência, cada um deles tendo visto um dos quatro diferentes rótulos advertindo sobre efeitos na saúde. Depois, os participantes deviam escolher uma bebida para o filho.

Entre os pais expostos ao rótulo de advertência, 40 por cento adquiriram a bebida açucarada. No grupo do rótulo das calorias, 53 por cento, e no grupo de controle, 60 por cento. O texto específico do rótulo de advertência não fez diferença. Setenta e cinco por cento dos participantes disseram que estão de acordo com a introdução de tais rótulos nas bebidas açucaradas.

Isso indica que uma orientação – um RÓTULO ESPECÍFICO pode reduzir a aquisição de bebidas açucaradas – mas que o rótulo nutricional não funciona bem.

Esses rótulos têm uma função importante e de influência ao educar os pais quanto ao risco potencial relacionado ao consumo de bebidas adoçadas com açúcar, e ajudam a motivá-los a comprar menos dessas bebidas, concluiu a autora do estudo Christina Roberto. Portanto, é necessário também pesquisar se os pais compensam a redução de calorias com outros alimentos adoçados com açúcar sem rótulos de advertência. 1)Pediatrics

Publicado originalmente em Univadis.

 

References   [ + ]

1. Pediatrics

Author: Dr. Leonardo Alves

Médico, Cardiologista que entende que a internet pode e deve ser uma fonte inesgotável de informações para os pacientes.
CRMMG: 33.669 – Trabalha na Clínica Cardiovasc, em Teófilo Otoni, MG

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This

Compartilhe!

Compartilhe esse artigo com amigos!