Você foi ao médico por que sentiu uma algo que parecia uma Palpitação 20 dias atrás, daí fez um Holter 24horas e o seu médico encontrou um monte de Extra-sístoles ventriculares. Você precisa tratar? Precisará usar medicamento para o Resto da sua vida? Há risco de Morte súbita?

[membership level=”0″]Quer ler mais? Clique Aqui! e acesse o Melhor Conteúdo Exclusivo! [/membership]
[membership level=”0″] Olá, Aqui é o Dr. Leonardo Alves. Estamos felizes com seu interesse em nossos artigos. Quer ler mais? Clique Aqui! Escolha uma das opções de Membros e Aproveite os esse artigo! Temos muito interesse em solucionar suas dúvidas. [/membership]

As extra-sístoles são conhecidas e incomodavam há muito tempo, descritas como “perturbações intermitentes que interrompem o pulso regular”, por volta de 600 aC (antes de Cristo). 1)Prognostic significance of ventricular ectopic activity in survivors of acute myocardial infarction.

Em estudos e pesquisas mais recentes, vários pesquisadores perceberam que as Extra-Sístoles ventriculares são muito frequentes e se fizéssemos exames de Holter em pessoas normais, detectaríamos muitas extra-sístoles.

 

Devemos tratar as Extra-Sístoles?

A questão é: Devemos receber tratamento para as Extra-sístoles? O quê elas poderiam me causar? Morte súbita? Parada Cardíaca? Pode abreviar meu tempo de vida?

Em um artigo anterior, falamos que o principal objetivo do médico é avaliar se o coração do paciente está normal, estruturalmente normal, pois essa informação é o divisor de águas entre o tratamento e o não tratamento.

Coração Normal.

Estamos falando de Extra-Sístoles! (não de palpitações).

Eu gostaria de fazer um pausa só para dar um destaque. Nesse artigo, estamos falando de Extra-sístoles que foram detectadas no Holter de um paciente e não de um paciente com muitos sintomas de palpitações.

O tratamento, ou não, de Palpitações é discutido em outro artigo – clique aqui e leia.

 

Seu Coração é Estruturalmente normal? Não trate!

Se o seu coração é estruturalmente normal, raramente há necessidade de tratar extra-sístoles ventriculares que estão assintomáticas, sem Palpitações.

Como vimos, até pacientes saudáveis tem muitas extra-sístoles e tratar alterações no eletrocardiograma pode causar mais mal do que bem, aos pacientes.

Muito possivelmente, seu médico não ficará ansioso em tratar suas extra-sístoles (assintomáticas) pois ele sabe que alguns medicamentos tem efeitos colaterais ruins e podem até provocar o efeito pró-arrítmico – que é quando a medicação provoca arritmia (ou aumenta o número ou o tipo de arritmia de um paciente) – como você lerá nesse artigo.

 

Reduzir Extra-Sístole NÃO reduz Mortalidade!

Na década de 1960 e 1970, a indústria farmacêutica produziu uma série de medicamentos Antiarritmicos para reduzir a ocorrência de Extra-sístoles, motivada pelo estudo do Dr. Lown, que tratava todos os pacientes de UTI (graves) que tinham extra-sístoles.

Nesses pacientes, ele encontrou evidências de benefícios. Mas quando pacientes saudáveis foram tratados e receberam medicações para reduzir extra-sístoles, nenhum benefício foi encontrado – muito pelo contrário – ocorreram mais complicações, mortes e mais arritmias cardíacas devido ao Efeito pró-arrítmico dos medicamentos. 2)Treating patients with ventricular ectopic beats

 

Seu Coração tem Alteração Estrutural? Vale a pena!

Quando separamos os pacientes que tem extra-sístoles e tem uma doença cardíaca de base, ou um coração estruturalmente alterado, o risco de morte súbita ou alguma complicação da arritmia cardíaca é muito maior.

Nessa situação, o médico cardiologista escolherá o melhor tratamento para seu caso e, provavelmente, começará um tratamento. Nesse caso, os benefícios superam os risco.

 

Qual é o seu caso?

Você tem apenas Extra-sístoles ou tem Extra-Sístoles com palpitações? Você está sob tratamento medicamentoso? Está se sentindo bem com as medicações?

Compartilhe conosco!

References   [ + ]

Share This

Compartilhe!

Compartilhe esse artigo com amigos!