As palpitações estão te matando? Deixando você em pânico? São a causa de todo o seu problema e o médico diz que ela não vai lhe matar! Será que preciso tratar ou o tratamento irá me trazer problemas? Tire todas as suas dúvidas lendo esse artigo.

[membership level=”0″]Quer ler mais? Clique Aqui! e acesse o Melhor Conteúdo Exclusivo! [/membership]
[membership level=”0″] Olá, Aqui é o Dr. Leonardo Alves. Estamos felizes com seu interesse em nossos artigos. Quer ler mais? Clique Aqui! Escolha uma das opções de Membros e Aproveite os esse artigo! Temos muito interesse em solucionar suas dúvidas. [/membership]

A grande maioria dos pacientes que tem Palpitação vão ao consultório médico em completo desespero! E se foram ao consultório, é por que estão à procura de um alívio de uma “dor” física ou emocional e precisam receber uma atenção adequada.

No artigo anterior, perguntamos: Tenho Extra-Sístole: Preciso tratar? – não deixe de lê-lo.

 

Qual a abordagem do médico?

Médico-Cuidado-palpitaçãoQuando o médico depara com um paciente com Palpitação, ele fará uma avaliação cuidadosa, como falamos nesse artigo. Ao se iniciar um tratamento das alterações do ritmo cardíaco (Arritmias cardíacas), tenta-se alcançar as seguintes finalidades:

  • aliviar os sintomas referidos pelo paciente;
  • evitar que ocorra a morte súbita;
  • prolongar e melhorar a qualidade de vida da pessoa que, com confiança, colocou-se sob os cuidados do médico.

Excluídos estes objetivos, não há, absolutamente, nenhuma indicação para o tratamento. 1)Extra-sístoles ventriculares: quando e como tratá-las?

 

Você Deve Tratar! Para aliviar Sintomas!

Só quem já sentiu palpitações é que sabe o quanto elas incomodam! E incomodam, muito!

Há pacientes que entram em pânico quando as palpitações ocorrem e por esse IMPORTANTE MOTIVO elas precisam ser tratadas.

Se você já leu os outros artigos desse blog, você viu que é importante que o médico, antes de tratar, encontre a Arritmia que está causando a Palpitação e faça uma investigação criteriosa (com Holter ou Loop de eventos) para saber se o paciente tem (ou não) doença cardíaca estrutural.

Mas independente do resultado dos seus exames – se você tem palpitações, você precisa de tratamento!

 

Você Deve Tratar! Para Reduzir Morte Súbita e Prolongar a vida!

Se você é um paciente que tem uma doença cardíaca estrutural, uma doença em seu coração, o foco do seu tratamento é reduzir o risco de Morte Súbita ou outra complicação das Arritmias, como a Insuficiência cardíaca.

Esse parágrafo não é para todos! É somente para aqueles pacientes com lesão estrutural, que tem um risco aumentado de morte súbita ou outra complicação.

 

Você Deve Tratar! Para Melhorar sua Qualidade de vida!

Ninguém vive direito com a presença de palpitações. Alguns pacientes precisam de tratamento psicológico e psiquiátrico.

O tratamento medicamentoso pode aliviar muito os seus sintomas e torná-lo menos sintomático, melhorando sua qualidade de vida.

 

Concluindo…

Se você fez um Holter, que detectou uma (apenas 1) extra-sístole ventricular e essa Extra-Sístole ventricular lhe causa uma Palpitação terrível – você merece um tratamento e seu médico saberá escolher a melhor estratégia.

 

References   [ + ]

Share This

Compartilhe!

Compartilhe esse artigo com amigos!